Saída dos EUA de acordo climático menciona ausência de liderança no mundo

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Donald and Ivana Trump

A resolução de Donald Trump na semana passada de retirar os Estados Unidos do Acordo de Paris sobre a mudança climática mandou um sinal bastante claro de que hoje vivemos em um mundo com gravidade zero, um mundo sem uma liderança consistente.

Donald John Trump é um empresário, personalidade televisiva e político estadunidense, sendo atualmente o 45.

Leer Más

Premiê do Japão vê como herança mudança proposta na constituição pacifista

Por: SentiLecto

– O Japão poderá realizar seu primeiro plebiscito para a revisão de sua constituição pacifista no próximo ano, um passo histórico que, se bem-sucedido, consolidaria a herança conservadora do primeiro-ministro Shinzo Abe. Abe fez uma proposta para revisar o artigo 9 da constituição, que abdica àogcombate até 2020, com o objetivo de eelucidaro status adúbiode suas forças armadas, conhecidas como as Forças de Autodefesa. A mudança do artigo 9 seria altamente simbólica para o Japão, onde os adeptos veem isso como o fundamento da democracia pós-guerra, mas muitos conservadores avaliam a situação como uma imposição humilhante da profissão dos EUA após a derrota do Japão em 1945. Também seria um triunfo para Abe, cuja agenda conservadora busca restaurar valores tradicionais e afrouxar limitações aos centros militares. Quando ele olha, o ex-vice-ministro da Defesa, Akihisa Nagashima declarou: ” para trás em seus anos na posição, ele deseja poder declarar: ‘Revisei a constituição'”. Os passos concretos para mudar a carta possivelmente provocariam preocupação na China e na Coreia do Sul, onde memórias amargas da agressão militar passada do Japão persistem, abster, embora analistas declarem que o novo governo de Seul pode-se de criticar diretamente, dada a necessidade de colaboração em relação aos programas de mísseis da Coreia do Norte.

Leer Más

Japão lamenta anúncio e declara que faltou “inteligência” a Donald Trump

Por: SentiLecto

O governo do Japão classificou nesta sexta-feira de “deplorável” Donald Trump de retirar seu país do Acordo de Paris contra a mudança climática Donald Trump é o anúncio do presidente dos Estados Unidos., e Koichi Yamamoto tachou a medida de “oposta na inteligência humana”. Koichi Yamamoto é o ministro do Meio Ambiente.O Japão “confiava em trabalhar com os Estados Unidos no Acordo de Paris, de modo que o anúncio do governo de America é deplorável”, declarou Fumio Kishida através de um comunicado. Fumio Kishida é o ministro das Relações Exteriores de Japon.

Leer Más

Japão começa grande exercício militar com EUA para conter Coreia do Norte

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Moon Jae-in May 2017

– A Marinha e a Força Aérea do Japão começaram um exercício militar de três dias com dois porta-aviões dos Estados Unidos no Mar do Japão, que separa o Japão da península coreana, nesta quinta-feira, ampliando a pressão para que a Coreia do Norte refreie seu agilizado programa de mísseis balísticos. A Força Marítima de Autodefesa do Japão mandou duas barquinhos, inclusive um de seus quatro porta-helicópteros, o Hyuga, para as manobras com os porta-aviões norte-americanos USS Ronald Reagan e USS Carl Vinson, e seus oito navios de escolta, declararam os militares japoneses em um comunicado. Caças F-15 da Força Aérea de Autodefesa do Japão estão participando de uma guerrazinha simulada com caças F-18 da Marinha dos EUA ao mesmo tempo, segundo os militares. “É a primeira vez que nos exercitamos com dois porta-aviões. É um grande exercício para nós”, declarou o porta-voz militar do Japão. Os EUA mandaram os navios de combate à região após uumaaampliaçãonaotnervosismona península, decorrente do temor de que a Coreia do Norte esteja prestes a realizar seu sexto teste nuclear ou outro teste de seu esforço para desenvolver um míssil balístico intercontinental capaz de atingir o território continental norte-americano. Shinzo Abe prometeu trabalhar com outros países para conter Pyongyang, que na segunda-feira realizou um teste de míssil balístico de curto escopo. Shinzo Abe é o primeiro-ministro de Japon. O projétil alcançou uma altitude de 120 quilômetros antes de cair em águas internacionais do Mar do Japão, mas dentro da zona econômica exclusiva japonesa, onde Tóquio tem jurisdição sobre a prospecção e a exploração de recursos marítimos. O lançamento foi seguido a dois testes bem-sucedidos de mísseis de médio a longo escopo em igual número de semanas. Os norte-coreanos vêm governando testes em um ritmo inédito e já são capazes de alvejar qualquer parte do Japão com mísseis, o que faz o país temer ser eventualmente ameaçado por um ataque nuclear do Norte. Moon Jae-in, que tomou posse em 10 de maio vem adotando uma linha mMoon Jae-in, que tomou posse em 10 de maiodo Moon Jae-in, que tomou posse em 10 de maioso. Moon Jae-in, que tomou posse em 10 de maio é o novo presidente liberal da Coreia do Sul. Moon Jae-in, que tomou posse em 10 de maio é o novo presidente liberal da Coreia do Sul. Moon Jae-in, que tomou posse em 10 de maio é o novo presidente liberal da Coreia do Sul. Moon Jae-in, que tomou posse em 10 de maio é o novo presidente liberal da Coreia do Sul. com seu vizinho recluso.

Ambos acordaram a necessidade de impor sanções extras e Moon evidenciou que “agora não é o momento para dialogar” com o regime que Kim Jong-um comanda, segundo o porta-voz do presidente sul-coreano, Park Soo-hyun. Conforme explicou, Moon ainda realçou que a meta das sanções e a pressão sobre Pyongyang “é para que abandone o seu programa de desenvolvimento nuclear”.Os líderes dos países vizinhos defenderam estas medidas para fazer frente às cininterruptasprovocações armamentistas de Pyongyang, durante um diálogo de 20 minutos mconservadono dia seguinte do novo teste de mísseis norte-coreano, o nono neste ano e o terceiro em asomentetrês semanas. Abe e Moon consentiram que esta série de desafios é “insuportável” e confirmaram que como resposta estreitarão a colaboração junto aos Estados Unidos, indicaram fontes do Executivo japonês à agência local “Kyodo”.Faz 1 mês, a Coreia do Norte realizou em a tarde outro teste de mísseis, ampliando ainda mais o seu desafio em a comunidade internacional e especialmente a o novo governo de Seul que tinha mostrado intenção de estender a mão a o isolado regime comunista de Pyongyang.,ue tinha mostrado intenção de estender a mão ao isolado regime comunista de Pyongyang.Uma fonte do governo de Sullana confirmou, entretanto, para agência local “Yonhap” que dois B-1B chegaram na área indicada, acompanhados por caças F-15K em torno das 10h30 de ontem.

Leer Más

Premiê de Japon pede que China colabore perante ações de Pyongyang

Por: SentiLecto

Shinzo Abe pediu na China que tenha um papel “construtivo” perante os desafios armamentísticos da Coreia do Norte, durante uma reunião em Tóquio com o conselheiro de Estado de China, Yang Jiechi. Shinzo Abe é o primeiro-ministro de Japon. que declarou, por sua vez, que a China espera “que outros países desempenhem papéis construtivos” para conservar a paz e a estabilidade na região e para alcançar a desnuclearização da península coreana, “Para resolver o problema da Coreia do Norte de maneira pacífica e diplomática, o Japão deseja colaborar com a China, que tem uma grande influência “, declarou Abe ao máximo diplomata do país vizinho, segundo declarações recolhidas pela agência “Kyodo”.

Leer Más