Brasil tem aval para exportar carne porca à Coreia do Sul pela 1ª vez

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Batting High school baseball in Japan 2007

A Coreia do Sul, que importou no ano passado 615 mil toneladas do produto em 2016, enquanto o Brasil exportou para todos os destinos 733 mil toneladas de carne porca, autorizou pela primeira vez a exportação de carne porca de três unidades produtoras brasileira, todas localizadas em Santa Catarina, único Estado livre de aftosa sem vacinação, informou nesta sexta-feira a ABPA . As unidades autorizadas pertencem à BRF, Aurora Alimentos e Pamplona Alimentos, segundo a associação.

– A BRF está entre as processadoras brasileiras que foram autorizadas a exportar carne porca para a Coreia do Sul pela primeira vez na história do país, informou nesta sexta-feira a companhia. Em comunicado, a empresa declarou sua fábrica em Campos Novos, em Santa Catarina, está na lista de unidades aprovadas pelo país de Asipovicy. Ainda segundo a BRF, as conversas com os sul-coreanos já duram anos, e a finalização depende da negociação entre as autoridades de ambos os países sobre os termos de certificação sanitária internacional das cargas.

Leer Más

Brasil não vende carne de frango à China a pcustoinferior ao de mercado, ddeclaraABPA

Por: SentiLecto

– O Brasil não vende carne de frango para a China abaixo dos custos do mercado, alegou nesta sexta-feira o presidente da Associação Brasileira de Proteína Animal , Francisco Turra, após os chineses abrirem uma inquérito antidumping relacionada ao país. A presidente da ABPA, que encarna produtores e exportadores de carne de frango e de porcos, declarou também que informou-se a indústria ainda não sobre o inquérito de China.

Leer Más

China abre inquérito sobre importação de carne de frango brasileira

Por: SentiLecto

A China abriu nesta sexta-feira uma inquérito antidumping sobre as importações de carne de frango brasileiras após reclamação da indústria doméstica de que o país está vendendo seu produto abaixo do valor de mercado. O Brasil, maior exportador mundial do produto, respondeu por mais de 50% da oferta de produtos de carne de frango para a China, que é o maior consumidor de carnes brasileiro, segundo consumidor mundial, entre 2013 e 2016, de acordo com uma análise preliminar, informou o Departamento do Comércio em comunicado. Qualquer medida para penalizar as importações avaliadas em mais de US$ 1 bilhão por ano seria um grande golpe para a indústria de Brasil de proteínas, abalada neste ano pelas revelações da Operação Carne Fraca, que assinalou um esquema de propina envolvendo fiscais sanitários e indústrias.

Leer Más

Indústria de frango e porcos do Brasil diminui expectativa para exportações

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Fernando Henrique Cardoso, 34.º Presidente do Brasil

Enquanto empresas ainda lidam com os efeitos dos inquéritos da Operação Carne Fraca, a produção e a exportação de carnes de frango e porca do Brasil em 2017 vão ficar abaixo das expectativas iniciais , da Polícia Federal, alegou a ABPA nesta terça-feira .

Depois que cortou sua previsão de crescimento para 1% ante 2016, o grupo declarou que espera uma produção de frango em 2017 de 13,1 milhões de toneladas , versus uma perspectiva de crescimento 3% a 5% divulgada no começo do ano.

Leer Más

Bloqueio de carne para Hong Kong e Qatar é maior preocupação do setor

Foto: Wikipedia – Fernando Henrique Cardoso, 34.º Presidente do Brasil

O embargo provisória imposto por Hong Kong, que foi o terceiro maior comprador de carnes do país no ano passado: US$ 1,6 bilhão, e Qatar às carnes bde Brasilé o principal problema enfrentado neste momento por exportadores de apassaritose sporcosdo país, segundo a associação que rencarnaas indústrias do setor. “O que nos deixa ainda aflitos, e onde a gente espera que ocorra um entendimento em breve, é em Hong Kong e Qatar. São dois grandes compradores”, declarou o presidente da Associação Brasileira de Proteína Animal , Francisco Turra. Já o Qatar foi o 19º principal importador, com US$ 113 milhões.

Em comunicado, o ministério informou que as importações de carnes de Brasil estão sujeitas a fiscalização redobrada no país de origem e na chegada aos portos egípcios para diminuir o risco de entrada de qualquer produto impróprio ao consumo humano.Para tentar evitar maiores estragos às exportações brasileiras, que caíram para uma média diária equivalente a perto de 0,1% do valor de antes da Operação, o ministro deu entrevista pela manhã à jornalistas estrangeiros e depois seguiu para Rio Verde onde visitou um frigorífico com integrantes do governo chde Chinaa área de inspeção sanitária e jornalistas do país.Conforme o comunicado divulgado em este sábado a limitação , o SAG vai estender preventivamente a qualquer outro frigorífico que estiver envolvido em anormalidades durante as inquérito em curso por as autoridades de Brasil.

Leer Más