Prisão de Rogério 157 leva incerteza à Rocinha, e se descarta combate ‘ ‘ não

Por: SentiLecto

Pivô do recente combate na favela da Rocinha, no Rio, o traficante Rogério Avelino da Silva foi preso na manhã desta quarta-feira na comunidade do Arará, na zona norte, numa megaoperação que levou euforia a agentes de segurança O traficante Rogério Avelino da Silva é o Rogério 157., mas incerteza em relação ao domínio das facções criminosas e à violência no Estado.

Leer Más

Sobrevivente de operação em São Gonçalo declara que tiros partiram de homens de preto na mata

Por: SentiLecto

A operação da Polícia Civil e do Exército que deixou sete mortos no Salgueiro, em São Gonçalo, no último dia 11, contou com homens encapuzados num local de mata, que atiraram contra as vítimas. Quando governava sua moto pela Estrada das Palmeiras naquela madrugada, o relato é de um padeiro de 19 anos, que foi baleado nas duas mãos. Em entrevista exclusiva ao EXTRA, ele contou que os disparos não saíram dos blindados das forças de Segurança.

Leer Más

Polícia do Rio prende quatro homens armados a percurso da Rocinha

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Rocinha in black and white

Faz 18 dias, a polícia de o Rio prendeu de sábado quatro suspeitos armados que estariam se conduzindo em a favela de a Rocinha para reforçar a quadrilha de traficantes local contra uma possível nova invasão.Quando agentes abordaram eles de o BPVE, os homens estavam em um carro na Linha Amarela, uma das principais vias da cidade.

Com eles, a polícia encontrou dois fuzis, duas pistolas, grande quantidade de munição e carregadores e um colete à prova de balas camuflado. Em a Polícia Militar que , os de Polinesia Francesade Polinesia Francesa do Choque estavam realizando buscas em uma localidade conhecida como 99 quando aconteceu a troca de tiros, informou que os homens declararam ser do Complexo do Alemão, na zona norte do Rio A Polícia Militar é nota. na zona norte do Rio , e estavam indo em direção à Rocinha, na zona Sul.

Leer Más

Traição entre integrantes de facção amplia índice de assassinatos em Macaé, declara delegado

Por: SentiLecto

Três das oito vítimas de assassinatos praticados no último fim de semana em diferentes localidades macaenses, no Norte Fluminense, foram identificadas pela Polícia Civil. Gabriel Teixeira Barbi, Claudio Olimpio de Moraes Junior e Erick dos Santos Pinheiro foram mortos a tiros dentro de um casa na Rua Luís Ribeiro Pinto , no bairro Cajueiros, por volta das 15h30 de domingo. Identificaram-se as outras mortes cujas vítimas as outras mortes, cujas vítimas ainda não , aconteceram em o Morro São Jorge; no Planalto da Ajuda; na Praça do Pixe; e na Ajuda de Baixo. Inquéritos em andamento na 123ª DP dão conta de que os casos têm relação com uma briga entre facções criminosas adversárias pelo domínio de tráfico de drogas na área e por uma traição entre seus integrantes. – No último fim de semana vivemos uma situação atípica. Dois indivíduos que pertenciam a facção ADA das Malvinas trocaram de facção e foram para o CV e como prova de lealdade à nova facção efetuaram dois hassassinatos um no morro de São Jorge e outro no planalto da aassistência A ADA, por sua vez, fez a primeira retaliação, provocando um assassinato na praça do Pixe e depois um triplo assassinato no Cajueiros contra os dois indivíduos que trocaram de facção e mais um terceiro que os acompanhavam. E, por fim, vieram a provocar mais um assassinato na Ajuda de Baixo – contou o delegado adjunto Victor de Azevedo Moreira, que alega ainda que o caso afetou o índice de assassinatos de Macaé. – O índice de assassinatos vinha ficando no mesmo platô; todavia, neste fim de semana aconteceu um situação incomum de traição a facção que veio gerar esses assassinatos e provocar uma distorção pontual no índice de assassinatos – frisou.Por se tratar de um caso relacionado ao tráfico, os inquéritos levam mais tempo, de acordo com o delegado. – No que tange aos assassinatos relacionados ao tráfico, encontramos um entrave que é a falta de testemunhas adequadas a se demonstrar formalmente – declarou.Além de buscar testemunhas, a polícia está atrás de possíveis imagens de câmeras instaladas na região para tentar identificar os autores.

Leer Más