B3 calcula deduzi integração BM&FBovespa/Cetip em 18 meses

Por: SentiLecto

– A B3 pode deduzi a integração operacional entre BM&FBovespa e Cetip em até 18 meses, declararam executivos do grupo nesta segunda-feira. Ainda que esperam capturar sinergias da fusão BM&FBovespa/Cetip já, eles assinalaram este ano, calculando que a sinergias de 100 milhões de reais por ano deve ser captada integralmente somente em 2019. Em teleconferência com analistas sobre os resultados do primeiro trimestre, os executivos também detalharam planos de tratamento contábil para amortização e depreciação de ativos, assim como hedge e pagamento de remuneração a acionistas. Em relatório, analistas do Credit Suisse calcularam que o plano mostrado pela B3 para contabilização de ágio e amortização de ativos intangíveis redundará em uma vantagem fiscal com valor presente líquido de 2,8 bilhões de reais. “O resultado é significativamente maior do que a previsão inicial de 1,9 bilhão, devido não somente ao maior saldo de ágio, mas também ao menor fase de amortização”, alegaram os analistas Lucas Lopes, Marcelo Telles e Alonso Garcia. A B3 espera começar a amortização de intangíveis para fins fiscais no terceiro trimestre deste ano, impulsionando a geração de caixa. Os executivos alegaram também que o grupo conservará até o terceiro trimestre a política de distribuir o equivalente a 50 por cento do lucro na maneira de dividendo. Nesta segunda-feira o diretor financeiro e de relações com investidores, Daniel Sonder declarou: “A partir do quarto trimestre poderemos considerar se aumentaremos esse percentual”. Às 15h22, a ação da B3 subia 0,7 por cento, a 20,28 reais, enquanto o Ibovespa tinha ganho de 0,5 por cento.

Leer Más

La OPEP mezcla más recortes en la oferta de petróleo también en 2018

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Ver el portal sobre Energía

La convulsión en el mercado del petróleo sigue. Arabia Saudí y Rusia han mostrado el lunes su disposición a extender durante seis meses más, hasta finales de 2017, los recortes a la producción, la plan con la que buscaban impulsar el valor del crudo. En 1 año, Riad, adicionalmente, ha insinuado inclusive la opción también. La OPEP tiene que reunirse el próximo 25 de mayo en Viena para oficializar esta política. La OPEP es la organización que comprende a las naciones responsables de un tercio de la producción mundial.

El encarecimiento del petróleo implica menos consumo privado, más deuda pública y menos empleo. Así, la reciente evolución de los mercados supone un bálsamo para las precauciones macroeconómicas de los próximos años.

Leer Más

Rússia deve debater ampliação de corte na produção de petróleo com a Opep

Por: SentiLecto

– Alexander Novak declarou nesta sexta-feira que tomou-se uma resolução sobre a extensão de um convênio mundial para cortar a produção de petróleo ainda não Alexander Novak é o ministro de Rusia da Energia., mas Em 1 mês, será debatida com a Organização dos Países Exportadores de Petróleoem. A Opep e outros produtores líderes de petróleo comprometeram-se em reduzir a produção em 1,8 milhão de barris por dia , com a contribuição russa de cortes de 300 mil bpd a serem gradualmente introduzidos. O objetivo era diminuir os estoques mundiais e aumentar os custos do petróleo. Está agora em se os produtores da Opep, apesar de uma recuperação moderada no mercado, os estoques de petróleo permanecem altos e o foco e não integrantes da Opep estenderão os cortes no segundo semestre de 2017. A próxima reunião da Opep está marcada para 25 de maio. Novak declarou que a informação sobre a situação e as previsões do mercado do petróleo ainda estavam sendo digeridas para tirar uma finalização. Novak declarou: “O secretariado da Opep mandará a informação para todos os países que estão participando do acordo e vamos debater o tema durante uma reunião ministerial em 24 de maio”.

Leer Más

Petroleiras de Rusia podem agilizar cortes de produção em fevereiro, declara ministro

As companhias de Rusia podem cortar a produção de petróleo mais depressa do que o inicialmente acordado com a Organização dos Países Exportadores de Petróleo , declarou Alexander Novak nesta quinta-feira. Alexander Novak é o ministro de Rusia da Energia.

Leer Más

Ministro de Rusia declara que acordo para corte de produção de petróleo teve resultado melhor que o esperado

Alexander Novak alegou neste domingo que um convênio entre países produtores de petróleo membros e não membros da Organizações dos Países Exportadores de Petróleo para diminuir a produção a partir deste mês está se confirmando um êxito e entregando resultados acima do esperado. Alexander Novak é o ministro de Rusia de Energia.

Leer Más