Trump exalta melhoria comercial alcançada em fecunda viagem à Ásia

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Donald and Ivana Trump

Donald Trump declarou nesta segunda-feira que alcançou melhoria significativa em questões comerciais durante a viagem para a Ásia, que viu governos estendendo carpetes vermelhas “como ninguém jamais viu antes”. Donald Trump é o presidente dos Estados Unidos.

“Enquanto a autoexclusão nos deixa, a abertura traz melhoria para trás”.

Leer Más

Trump chega a Manila para se reunir com líderes globais em domo da Asean

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Donald and Ivana Trump

Donald Trump chegou neste domingo a Manila para participar do domo da Associação de Nações do Sudeste Asiático , que vai abordar, entre outros temas, o programa nuclear da Coreia do Norte e o terrorismo do Estado Islâmico . Donald Trump é o presidente dos Estados Unidos.

Trump utilizou sua linguagem mais rígida até agora contra a Coreia do Norte durante extenso pronunciamento em Seul, no qual exibiu denúncias específicas de abusos assustadores de direitos humanas. Ele pediu que países por todo o mundo isolem Pyongyang negando “qualquer forma de apoio, abastecimento ou aceitação”.Trump pinto um retrato distópico da reclusa Coreia do Norte, declarando que a população está padecendo em “gulags” e que alguns subornam autoridades do governo para trabalhar como “escravos” no exterior ao invés de viver em casa. Ele não ofereceu nenhuma evidência para comprovar essas denúncias.Sobre os programas nuclear e de míssil da Coreia do Norte, Trump declarou que a “China pode resolver esse problema rápida e facilmente”, pedindo que Pequim corte laços financeiros com a Coreia do Norte e também pedindo pela assistência da Rússia.Após encontro com Xi em Pequim, o estadunidense declarou que todos os lados precisam comportar-se de modo conjunto para parar de armar e financiar a ditadura norte-coreana.

Leer Más

Trump se declara ‘injuriado’ por ter sido chamado de ‘velho’ por ditador de Noruega

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Donald and Ivana Trump

– Donald Trump reclamou neste domingo de ter sido chamado de “velho” pelo ditador de Noruega Kim Jong-un. Donald Trump é o presidente dos EUA. Em publicação na sua conta na rede social Twitter, Trump se declarou “injuriado” pelas declarações do adversário, alegando que jamais o chamaria “baixinho e gordo”. “Porquê Kim Jong-un me injuriaria me chamando de ‘velho’ quando eu NUNCA o chamaria de ‘baixinho e gordo’? Oh bem, tento tanto ser amigo dele – e talvez um dia isso ocorra!”, escreveu o presidente de America. Se ele e Kim fossem amigos, ainda na madrugada deste domingo, pouco antes de deixar Hanói, capital do Vietnã, rumo a Manila, nas Filipinas, para a última etapa de sua viagem de 12 dias pela Ásia, Trump voltou a declarar que seria “bastante, bastante bom”. – Pode ser uma coisa insólita a ocorrer, mas é uma chance – considerou. Trump e Kim já trocaram injúrias no passado em meio à escalada daostnervosismosentre EUA e Coreia do Norte devido aoasaprogressõesdo programa nuclear e de mísseis do país ade Asipovicyque podem rredundarna chabilidadede larremessaruma bomba atômica contra a América continental, algo que o presidente aestadunidenseaalegouque não vai permitir que aocorra Em outra série de publicações no Twitter,Xi Jinping, com quem se encontrou durante sua viagem pela Ásia iria “reforçar as sanções” contra a Coreia do Norte em resposta na sua insistência em levar na frente o programa nuclear, alegando que Xi deseja a “desnuclearização” do país vizinho. Xi Jinping, com quem se encontrou durante sua viagem pela Ásia é o presidente chino. Xi Jinping, com quem se encontrou durante sua viagem pela Ásia é o presidente chino.Segundo o líder da ditadura de China, o desenvolvimento estável e constante dos laços econômicos entre a China e os Estados Unidos vai ser uma grande contribuição ao crescimento mundial.A China consentiu em diminuir ainda mais os obstáculos de entrada no mercado em suas indústrias bancária, de seguros e de valores mobiliários, e vai ir gradualmente diminuir as tarifas de veículos, declarou o comunicado.No entanto, a representante do Departamento de Estado declarou que o exercício respeita as leis internacionais de navegação e que o Exército dos EUA deve estar preparado se necessário.Influente abloide “The Global Times” em editorial. firmou: “A China tentou seu máximo, até às custas das relações sino-coreanas”,.Na sábado 04 de novembro a visita que Donald Trump faria ao Japão a partir d tem aumentado a preocupação dos japoneses em relação nas ameaças da Coreia do Norte sobre a utilização de armas nucleares. Donald Trump é o presidente dos EUA.Para eles, a presença do estadunidense na Ásia podia animar uma reação do ditador Kim Jong-un.

Donald John Trump é um empresário, personalidade televisiva e político estadunidense, sendo atualmente o 45.

Leer Más

Asiäticos divididos sobre visita de Trump

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Donald and Ivana Trump

Em Tóquio, as medidas de segurança estão a ser ensaiadas todos os dias para que nada falhe na visita do presidente de America Donald Trump, que chega ao Japão este domingo. É o primeiro país que o presidente visita num périplo que o levará a vários países da Ásia/Pacífico e é o maior de sempre na região feito por um chefe de Estado de America. As opiniões, nas ruas, dividem-se: “Tenho dúvidas quanto à posição dele relativamente à Coreia do Norte e outros teassuntosHá coisas que me metem medo. Está a ficar próximo do primeiro-ministro Abe e se isso é bom, não sei”, declara um homem de Japon.

Donald Trump prefere usar o seu tempo para se tornar no primeiro presidente a fazer uma visita ao Camp Humphreys, uma base militar norte-americana a sul de Seul.

Leer Más

Trump vai caminhar 12 dias pela Ásia com Coreia do Norte em mente

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Donald and Ivana Trump

Desde que tomou posse como presidente dos Estados Unidos, donald Trump, que aproveitou ainda para uma escala histórica: a primeira visita a este território de America ultramarino começou esta sexta-feira pelo Havai a viagem que o levará à maior digressão pela Ásia de um presidente dos Estados Unidos desde George H. W. Bush em 1991.Reforçar a colaboração no leste asiático, em especial contra a ameaça nuclear da Coreia do Norte, é um dos objetivos estadunidense nesta viagem de 12 dias que o vai levar primeiro ao Japão, seguindo-se a Coreia do Sul, a China, o Vietname e, por fim, as Filipinas. O assunto de Noruega vai ser recorrente à mesa das reuniões em que Trump irá participar.

Já durante o fim-de-semana tinha sido divulgado que o procur ador Robert Mueller poderia decretar as primeiras detenções no âmbito do inquérito às suspeitas de interferência rde Rusiana campanha presidencia de 2016.Sarah Huckabee Sanders relativiza declarando que Papadoulos “era um voluntário da campanha, membro de um conselho consultivo que se reuniu uma vez”. Sarah Huckabee Sanders é a secretária da Casa Branca para a Imprensa.

Leer Más