‘Ninguém fica contente em dar imunidade a criminoso’, declara Janot sobre acordo com Batistas

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – PGR Brasilia 01

Estes são links externos e vão abrir numa nova janela

O Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, declarou, na manhã desta segunda-feira, em Washington , que não se sentar-se contente em dar “imunidade a criminoso”, em referência ao acordo de delação premiada feito com os irmãos Wesley e Joesley Batista, proprietários da JBS.

Leer Más

Dólar cai para R$ 3,18 e Bolsa engata 5ª alta com dados fracos nos EUA

Por: SentiLecto

O dólar caiu para R$ 3,18 nesta sexta-feira e a Bolsa de Brasil engatou a quinta alta seguida após dados fracos arremessarem dúvida sobre a recuperação da economia de America. Um dia mais tranquilo no noticiário político brasileiro também contribuiu para o maior apetite por risco dos investidores.

Leer Más

Presidente de delegação do Código Penal pede que advogado de Temer faça sugeridas sobre normas para delações

Por: SentiLecto

Entendido Presidente da Comissão do Código de Processo Penal da Câmara, o deputado Danilo Forte pediu a Antônio Claudio Mariz de Oliveira, advogado de Michel Temer, que elabore proposta de regulamentação das delações premiadas e das conduções coercitivas.

Leer Más

Os alemães estavam certos: quem manda é Meirelles

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Rodrigo Janot sabatina

A princípio, pareceu um erro crasso o material distribuído para o jornalismo na reunião de domo do G20 na Alemanha, no final da última semana, ter estampado Henrique Meirelles como o representante brasileiro no lugar de Michel Temer. O ministro da Fazenda lideraria o séquito porque o presidente planejou ficar no Brasil para tentar segurar a crise política.

A migração também é um assunto pertinente, e exibirá-se a posição de Brasil como mais flexível do que a de os EUA, que têm negado vistos a viajantes vindos de seis países de maioria muçulmana. Para o Brasil, o foco está em haitianos e venezuelanos.O séquito liderado por Temer tem cerca de 15 pessoas, incluindo embaixadores, assessores da Fazenda, a assessoria internacional do presidente e o cerimonial.

Leer Más

Quase dois terços dos membros da ONU consentem com tratado para banir armas nucleares

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Nikki Haley official Transition portrait

UNIDAS, – Quase dois terços dos países-membros da Organização das Nações Unidas consentiram nesta sexta-feira com um tratado para banir armas nucleares depois de meses de conversas, que foram boicotadas por Estados Unidos, Reino Unido, França e outros, que ao invés disso se comprometeram com um Tratado de Não-Proliferação vigente há décadas. O tratado para a interdição de armas nucleares irá entrar em forcita 90 dias depois que 50 países o ratificarem. Se o adotou em esta sexta-feira com 122 votos a favor, um contra e uma abstenção. Faz 2 meses, em o começo de as conversas a embaixadora de os EUA em a ONU, Nikki Haley, declarou que dezenas de países estavam se evadindo de as negociações por estarem comprometidos com o Tratado de Não-Proliferação, que entrou em forcita em 1970 e almeja evitar a disseminação de armas nucleares e da tecnologia de armas. Faz 7 meses, a determinação de a Assembleia Geral da ONU adotou uma determinação, com 113 votos a favor, 35 contra e 13 abstenções, para ” negociar um instrumento legalmente vinculante para proibir armas nucleares, rumando para sua eliminação total ” e incentivou todos os países-membros a participarem.

Enquanto isso, o Pentágono tentou tranquilizar os estadunidense, garantindo que as defesas do país são capazes de protegê-lo de qualquer ameaça de um míssil balístico intercontinental, que Pyongyangdeclaraz poder carregar uma grande ogiva nuclear. O porta-voz do Pentágono evidenciou um teste bem-sucedido do mês passado, no qual um interceptador de mísseis localizado nos EUA abateu um ICBM de Noruega simulado. O porta-voz do Pentágono é o capitão da Marinha Jeff Davis.Na terça-feira a Coreia do Norte deu um grande passo em seu programa de mísseis e fez um lançamento de um ICBM que alguns experts acreditam poder alcançar o Alasca e o Noroeste Pacífico dos EUA. O teste foi o primeiro da espécie realizada pelos norte-coreanos.

Leer Más