Benfica alimenta mau período com empate diante do Marítimo

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Soccer

Vindo da goleada padecida por 5 a 0 para o Basel pela Liga dos Campeões, o Benfica não conseguiu se recuperar na volta do Campeonato Português. Fora de casa, os Encarnados morreram a pressão do time do Marítimo e empataram em 1 a 1. Jonas abriu o placar logo no começo do jogo, mas se conservou o resultado não e, em a segunda etapa, o placar foi equiparado. Em outro duelo, o Belenenses ultrapassou o adversário direto Vitória de Guimarães com o triunfo por 1 a 0.

A oitava rodada do Português vai ser aberta nesta sexta-feira, com o Chaves, que ocupa o 11º posto, recebendo o Tondela, que está na 17ª e penúltima posição.No meio de semana, o mau resultado foi pelo grupo D da ‘Champions’, em que a equipe de Lisboa acabou derrotada pelo Barcelona, no Alvalade por 1 a 0. O zagueiro de Uruguay Sebastian Coates marcou contra e definiu o marcador.

Leer Más

Porto vence o Rio Ave, reassume a liderança e conserva 100%

Por: SentiLecto

Faz 14 dias, jogos fecharam a sexta rodada de o Campeonato Português, em este domingo, três. No Estádio dos Arcos, o Porto venceu o Rio Ave por 2 a 1 e reassumiu a liderança da competição. Os gols foram todos marcados no segundo tempo e, mesmo fora de casa, os dragões abriram dois a zero e gerenciar o resultado. O gol padecido, já no final do jogo, colocou uma afeição a mais, mas conservaram-se os %100 depois de as primeiras partidas.

Leer Más

A terceira vez de André Geraldes está por horas

Por: SentiLecto

O lateral direito do Sporting volta a uma casa que bem conhece. Acordo de empréstimo praticamente fechado, só falta oficializarAndré Geraldes será jogador do Belenenses pela terceira vez na sua carreira, depois de já ter vestido a camisola azul em 2013/14 e 2015/16. Belenenses e Sporting já têm praticamente tudo acertado para o empréstimo do lateral direito, estando por horas a oficialização do negócio, apurou O JOGO.O defesa de 26 anos fez a primeira parte da pré-temporada leonina às ordens de Jorge Jesus, acabando descartado quando a equipa viajou para o estágio na Suíça. Na última temporada jogou no V. Setúbal e na formação secundária dos leões.Refira-se que Domingos Paciência preferia ver o plantel reforçado com jogadores a título definitivo, para não ficar desfalcado nos jogos com os grandes, mas a SAD, que agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo, garantiu o lateral direito por empréstimo, sendo que Palhinha é – também e de novo – desejado.

Leer Más

“Fomos mais equipa e no mínimo merecíamos o empate”

Por: SentiLecto

Domingos Paciência mostrou-se decepcionado pela derrota do Belenenses no terreno do Rio Ave, esta segunda-feira, na primeira jornada da I Liga O que faltou ao Belenenses: “Não concretizámos. Fomos melhor equipa. É verdade que permitimos posse de bola ao oponente, mas sem protagonismo. Padecemo um golo em que a bola bate num jogador nosso e trai o guarda-redes. Fomos a equipa que instituiu mais chances, que teve mais jogadas de perigo. É um lance que marca o jogo mas, analisando bem, fomos a melhor equipa, mais organizados. O único problema foi a conclusão. Eles fizeram golo, mas o justo seria, no mínimo, o empate”.Jogadores decepcionados: “Estavam algo frustrados, não era um jogo para perder. Os jogadores têm a consciência do que fizeram. O Rio Ave teve um lance de sorte. Foi um erro que comprometeu a equipa. Fica o resultado para a história e não o que fizemos aqui”.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.

Leer Más

“65 por cento de posse de bola e uma personalidade bastante forte”

Por: SentiLecto

Miguel Cardoso mostrou-se bastante satisfeito pelo triunfo frente ao Belenenses, esta segunda-feira, no arranque da I LigaExibição: “O primeiro jogo é sempre mais particular Miguel Cardoso é treinador do Rio Ave., mas mostrámos que estamos a aumentar, como toda as equipas. Jogámos com condições bastante difíceis, um vento abominável. Mesmo contra o vento, conseguimos ter algumas situações na primeira parte. Foi difícil, contra uma pressão forte do Belenenses, mas a equipa esteve bastante bem, com uma personalidade bastante forte. No segundo tempo, tentámos jogar e conseguimos o que desejávamo em alguns momentos. Era importante estarmos juntados, procurar o resultado. Jogadores estão de parabéns”.Resultado controlado: “Eu senti que tivemos 65 por cento de posse de bola, o que nos deu algum controlo. O Belenenses jogou com um sistema diferente, com três centrais, cinco homens a defender e isso colocou algumas diferenças no nosso futebol. Conseguimos dar a volta, os nossos defesas estiveram bastante bem na maneira como controlaram os corredores”.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.

Leer Más