Amigos de Netanyahu são presos por suspeita de corrupção em Israel

Por: SentiLecto

– A polícia de Israel revelou nesta terça-feira que prendeu o sócio majoritário e diretor-executivo da maior companhia de telecomunicações do país, além de duas ex-autoridades do governo de Israel ligadas ao primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, devido a um caso de corrupção. As prisões no inquérito chamado de “Caso 4000″ aconteceram poucos dias depois de a polícia recomendar que o próprio Netanyahu seja indiciado por recebimento de propina e fraude em outros casos, conhecidos como “1000” e “2000”. Shaul Elovitch foi preso com a esposa, o filho e a CEO da Bezeq, Stella Handler. Shaul Elovitch é amigo da família de Netanyahu que comanda a firma de telecomunicações Bezeq por meio de sua companhia de participações Eurocom. Nir Hefetz, ex-porta-voz de Netanyahu, e Shlomo Filber ambos amigos conhecidos do premiê, também foram presos. Shlomo Filber é ex-diretor-geral do Ministério das Comunicações. Todas as prisões ocorreram no domingo, mas se conservaram as identidades de os suspeitos durante dois dias, de acordo com os procedimentos criminais de Israel. Elovitch, sua esposa e seu filho negam qualquer anormalidade, declarou uma porta-voz da Eurocom. Um advogado de Stella Handler declarou que ela está colaborando plenamente com o inquérito e que nega as alegações. Autoridades da Bezeq não desejaram comentar. O advogado de Filber tampouco desejou comentar, e não foi possível contatar um representante de Hefetz de imediato. Netanyahu, atualmente em seu quarto mandato, negou qualquer anormalidade nos vários inquéritos que ameaçam seu longo domínio na política de Israel. Ele diminuiu toda e qualquer insinuação de ilegalidade em seus negócios com Elovitch ou a Bezeq. Em uma postagem feita no Facebook na segunda-feira, Netanyahu –que descreveu os inquéritos como uma “caça às bruxas”– escreveu: “NJamaishouve nenhuma recompensa ou ato ilegal na interação com Elovitch”.

Leer Más

Ejército de Israel se prepara para una guerra en 2018, según jefe militar

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Flickr – Government Press Office (GPO) – Benjamin Netanyahu and Sorin Hershko

Leer Más

Polônia pede explicações por suástica pintada em sua embaixada em Israel

Por: SentiLecto

O Ministério das Relações Exteriores da Polônia exigiu nesta segunda-feira explicações às autoridades de Israel pela pichação anti-polonesa, que também tinha uma suástica, que apareceu ontem na porta de sua embaixada em Tel Aviv, o que alimentou ainda mais a polêmica entre os dois países por conta da nova lei pde Poloniasobre o Holocausto.

Leer Más

Netanyahu declara que Israel pode comportar-se contra ‘império’ do Irã

Por: SentiLecto

– O primeiro ministro Benjamin Netanyahu declarou neste domingo que Israel, que busca suporte mais extenso para conter os problemas regionais, pode comportar-se contra o Irã, não somente contra seus aliados no Oriente Médio, se necessário, reiterando que a posição de seu país de que Teerã é a maior ameaça global. Segurando uma parte do que ele declarou ser um drone iraniano após incursão no espaço aéreo israelense no começo deste mês, Netanyahu declarou à Conferência de Segurança de Munique: “Israel não vpermitiráao regime colocar uma forca de tconsternaçãoem nosso pescoço. “Vamos comportar-se se necessário não somente contra os aliados de Irã, mas contra o próprio Irã”, declarou ele. Em seu primeiro discurso para o acontecimento annual de Munique, do qual participam autoridades de defesa e segurança e diplomadas da Europa e dos Estados Unidos, Netanyahu pediu à audiência para conter o Irã imediatamente, mostrando um mapa com o que ele ddeclarouser a crescente presença do Irã no Oriente Médio. Por sua vez, o Irã rebateu. O chanceler MohammadJavad Zarif, que também discursou na conferência, chamou a apresentação de Netanyahu “um circo de história em quadrinhos, que não merece sequer uma resposta.” Zarif acusou os Estados Unidos de utilizar a conferência para “reviver a histeria” contra o Irã, e negou que Teerã esteja buscando “hegemonia” no Oriente Médio.

Leer Más