Procuradora revela cerco militar ao Ministério Público na Venezuela

Por: SentiLecto

A procuradora-geral da Venezuela, Luisa Ortega, que , para quem a Assembleia Constituinte reflete uma “pretensão ditatorial”, é uma veterana chavista que se distanciou do governo ao delatar um rompimento da ordem constitucional na Venezuela, delatou neste sábado o assédio de militares que cercam a sede do Ministério Público, um dia depois da posse da Assembleia Constituinte e de receber medidas de proteção da CIDH . “Rejeito o cerco ao Ministério Público. Delato essa arbitrariedade à comunidade nacional e internacional”, escreveu a procuradora em sua conta no Twitter.

Leer Más

Congresso de Chile aprova descriminalização do aborto

Por: SentiLecto

O congresso do Chile aprovou nesta quarta-feira a lei para descriminalizar o aborto em três circunstâncias, uma iniciativa que agora terá que passar pela aprovação do Tribunal Constitucional, pois a oposição recorreu a essa corte para impugná-la.

Leer Más

Procuradora-geral da Venezuela delata “ameaças” do Governo perante OEA

Por: SentiLecto

A procuradora-geral da Venezuela, Luisa Ortega Díaz, delatou nesta quarta-feira em uma conversa com Luis Almagro as permanentes “ameaças” ao Ministério Público e as “ameaças pessoais” que recebeu de “autoridades do regime de Nicolás Maduro, que prometeu que a Constituinte, que vai assumir o poder nos próximos dias, será feita com o comando do Ministério Público. Luis Almagro é o secretário-geral da OEA., “. Assim relatou Almagro em várias mensagens postadas em sua conta no Twitter sobre a conversa que conservou hoje com a procuradora, que na terça-feira ordenou um inquérito penal pelo crime de lesa-humanidade que considera que Maduro cometeu com a Maduroição de a Assembleia Nacional Constituinte promovida ele.

Leer Más