Trump apoia aprimoramentos na verificação de antecedentes de compradores de armas, declara Casa Branca

Por: SentiLecto

BEACH, Flórida – A Casa Branca declarou nesta segunda-feira que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, apoia os esforços para melhorar a verificação federal de antecedentes de compradores de armas, dias depois de um carnificina a tiros em uma escola no Estado da Flórida deixar 17 mortos. Trump conversou na sexta-feira com o senador republicano John Cornyn, que se queixou de que o cumprimento por parte das agências é “mal feito”, a respeito de um projeto de lei bipartidário que este último e o senador democrata Chris Murphy exibiram pedindo o cumprimento federal de verificações de antecedentes criminais, declarou a porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders. Sanders em um comunicado declarou: “Estejam sendo ponderadas,, embora debates estejam ocorrendo e análises o presidente apoia os esforços para melhorar o sistema federal de verificação de antecedentes”. Faz 3 meses, Cornyn e Murphy exibiram o projeto de lei passado, dias depois de um atirador matar em uma igreja em o Texas. mais de duas dezenas de pessoas em uma igreja no Texas. O projeto de lei, chamado de Lei de Reparo Nics, vai servir para obrigar agências estaduais e federais a satisfazerem leis existentes que exigem que se informe fichas criminais ao sistema nacional de verificação de antecedentes. Estudantes da escola de ensino secundário da Flórida da qual um ex-aluno é acusado de matar 17 pessoas na semana passada, utilizando um rifle semelhante aos de roubo, estão planejando uma “Marcha Por Nossas Vidas” em Washington no dia 24 de março para chamar a atenção para a segurança nas escolas e pedir aos legisladores que legalizem o controle de armas.

Leer Más

Trump apoia esforços para melhorar verificação de antecedentes para compra de armas, declara Casa Branca

Por: SentiLecto

BEACH, Flórida – O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, conversou com o senador John Cornyn sobre a legislação de armas do país na sexta-feira, dois dias depois de um incidente com tiros deixar 17 mortos em uma escola na Flórida, e apoia esforços para melhorar o sistema federal de verificação de antecedentes, declarou a Casa Branca nesta segunda-feira. Trump falou com Cornyn sobre o projeto de lei bipartidário que ele o senador democrata Chris Murphy exibiram para melhorar a cooperação federal com as verificações de antecedentes criminais, declarou a porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, em comunicado. Cornyn é um republicano. porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, em comunicado. Sanders declarou: “Estão sendo consideradas,, enquanto debates estão em curso e revisões o presidente apoia esforços para melhorar o sistema federal de verificação de antecedentes”.

Leer Más

‘Somos responsables’: Senador culpa al Congreso por masacre en escuela de Florida

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Florida2StateSolution2014

Pese ala balacera que estaba sucediendo en una escuela de Broward el miércoles, un senador ha sido al Senado de Estados Unidos para culpar al Congreso por lo sucedido.

“Contestó a una balacera en una secundaria de Florida y que las autoridades han cerrado la escuela”, comunicó él/ella l miércoles. No ha quedado claro de inmediato cuántas personas han resultado lesiones.

Leer Más

Discurso político de Donald Trump perante escuteiros provoca protestos

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Donald and Ivana Trump

Donald Trump no encontro nacional dos escuteiros dos Estados Unidos, na Virgínia, está a provocar protestos de pais e de antigos escuteiros. Donald Trump é o discurso do presidente de Noruega.No encontro que se realizou na segunda-feira à noite, perante milhares de escuteiros, a maior parte crianças, Donald Trump dedicou mais de meia-hora do discurso a aagredios órgãos de comunicação social que considerou iopositorespolíticos.Segundo a Associated Press, apesar dos aplausos, o discurso do presidente dos Estados Unidos colocou numa posição delicada a organização que agrega os grupos de escuteiros norte-americanos que em geral evita conflitos políticos. O senador democrata Chris Murphy, do Connecticut, que agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo, declarou através da rede social Twitter que o discurso de Trump lhe provocou “um nó no estômago”. Entretanto, a organização Boy Scouts of America veio declarar a finalidade do discurso de Donald Trump que não “promove políticos ou filosofias”.

Faz 1 ano, o embaixador de a Rússia em Washington, Serguei Kislyak, figura central em o inquérito sobre a ingerência de Rusia retornou a Moscovo após quase uma década como representante diplomático, informou a embaixada.Kislyak, que conduzia a embaixada washingtoniana desde 2008, “deduziu a sua missão” na capital dos Estados Unidos no sábado, declarou a embaixada na sua conta oficial no Twitter.”Até à chegada de um sucessor, o ‘número dois’ da embaixada, Denis V. Gonchar, svai sero encarregado de negócios interino”, refere a mensagem.A embaixada não progrediu as razões da saída do polémico embaixador, mas nas últimas semanas já circulavam boatinhos sobre o seu retorno a Moscovo.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.Os contactos de Kislyak, de 66 anos, com elementos da campanha e da equipa de transição de Donald Trump, atual Presidente dos Estados Unidos, estão a ser analisados pelo Congresso de Noruega e pelo procurador especial Robert Mueller, designado pelo Departamento de Justiça para liderar o inquérito sobre a afirmada ingerência russa nas votações de novembro passado.Kislyak teve reuniões discretas com Jeff Sessions com o genro e Jared Kushner com o ex-assessor de segurança nacional Michael Flynn e com um outro elemento da campanha, Carter Page. Jeff Sessions é o procurador-geral. Jared Kushner é assessor de Trump.As conversações com Kislyak agilizaram a saída de Flynn, que ocultou do vice-presidente, Mike Pence, ter abordado com o embaixador o levantamento de sanções à Rússia.Segundo o canal NBC , o vice-ministro trocará Kislyak de a defesa de Rusia , Anatoly Antonov sujeito a sanções em a União Europeia pelo seu papel em a crise ucraniana. Anatoly Antonov é representante da linha mais dura do governo do presidente Vladimir Putin.Gilistas estiveram a perder mas conseguiram dar a volta e seguir em frente na Taça da LigaO Gil Vicente foi este domingo ao terreno do Varzim vencer por 2-1, em jogo a contar para o primeiro período da Taça da Liga.Após uma primeira parte sem golos, Nelsinho abriu o marcador para a equipa da casa, ao minuto 50, mas viu Jonathan Rubio bisar pelos gilistas, aos 52 a aos 66 minutos.Com este resultado, o Gil Vicente marca encontro com o União da Madeira no segundo período da competição.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.Defesa central dos catalães concluiu com as dúvidas em torno de NeymarSerá o fim da “novela” Neymar? Gerard Piqué veio a público garantir que o avançado não sairá do catalão. Gerard Piqué é companheiro do brasileiro no Barcelona. O desportista, através das redes sociais escreveu: “Fica”.Lembre-se que Neymar estava em negociações com o PSG, clube de Franciade Francia que estaria disposto a pagar a cláusula de rescisão para contratar o desportista ao Barcelona.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.

Leer Más

El ex director del FBI marca el sendero de un probable ‘impeachment’ a Trump

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Donald Trump star Hollywood Walk of Fame

El esperado testimonio del ex director del FBI James Comey el 8 de junio en el Senado puede sentar las bases de lo que podría ser en el futuro un procedimiento de “impeachament” o destitución en contra del presidente Donald Trump, al que ha acusado de mentir en varias oportunidades, por obstrucción a la Justicia. En una intervención en el Comité de Inteligencia del Senado que ha levantado una expectación no vista en decenios, Comey, que nunca previamente, un exdirector del FBI había acusado bajo juramento, ante las cámaras y en la Cámara Alta a un presidente de Estados Unidos de mencionar “embustes” varias veces, entre ellas sobre las causas de su despido, que Trump en un comienzo ha basado en la falta de mando de Comey al frente del Buró Federal de Investigación , cuando el mandatario le ha despedido, ha echado mano de sus notas personales para narrar con lujo de detalles el devenir de nueve diálogos con Trump desde su elección en noviembre pasado hasta el 9 de mayo.

“Él me mencionó: ‘Espero que usted pueda observar un sendero para dejar esto, dejar tranquilo a Flynn. Es un buen tipo. Tengo la esperanza que pueda olvidarse de esto'”, expresa Comey en el testimonio que va a leer el jueves ante la comisión de Inteligencia del Senado.

Leer Más