COI interrompe medalhista olímpico investigado por receber propina

Por: SentiLecto

Nesta terça-feira, o Comitê Olímpico Internacional interrompeu o quatro vezes medalhista olímpico no atletismo e Frank Fredericks por estar sendo oficialmente investigado pela Justiça Francesa. Frank Fredericks é membro da entidade. Acusa-se o desportista de a Namíbia de   ter recebido 300 mil dólares de propina para votar a favor da candidatura de o Rio de Janeiro para sediar os Jogos Olímpicos de 2016. Seguindo recomendações da Comissão de Ética da entidade, o COI, que a entidade ainda sublinha o protagonismo de “respeitar o princípio da presunção de inocência para qualquer pessoa envolvida em um inquérito criminal” e reiterou o compromisso em total em colaborar com as autoridades francesas, emitiu um comunicado oficial no qual informa a resolução sobre o caso:  “Considerando a gravidade e urgência da situação e o efeito disso na reputação do COI, o Conselho Executivo decidiu suspender o Senhor Frank Fredericks de todos os seus direitos, prerrogativas e funções derivadas de seu cargo como membro do COI”.

Leer Más

Presidente do COI faz pedido a dirigentes por informações no “caso Nuzman”

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – BachCOI

O de Alemania Thomas Bach pediu, em carta divulgada, nesta quinta-feira, que os integrantes da entidade forneçam informações para que a Comissão de Ética determine o escopo do escândalo de compra de votos na escolha da sede dos Jogos de 2016. O de Alemania Thomas Bach é presidente do Comitê Olimpico Internacional .

Acusado de receber dois milhões de dólares para selecionar Rio de Janeiro como sede, Diack teria repassado parte deste valor para Frankie Fredericks, outro dirigente que tinha o direito de voto para a escolha da cidade. Faz 9 meses, segundos dados revelados Polícia Federal do Rio os pagamentos de esta quantia aconteceram em datas próximas de o dia de a escolha de a sede.

Leer Más

Paris e Los Angeles esperam confirmação do COI, abalado pela Rio-2016

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – BachCOI

Paris vai acolher os Jogos Olímpicos de 2024 e Los Angeles de 2028, mas o que parecia ser um encontro tranquilo do Comitê Olímpico Internacional para formalizar as sedes das próximas Olimpíadas se movimentou com as suspeitas de corrupção nos Jogos do Rio-2016.

Diferentemente das últimas eleições, Lima esperava somente festas com o encontro que definirá os organizadores dos Jogos de 2024 e 2028. Pela primeira vez, o COI definiu atribuir dupla eleição após as desistências de Hamburgo, Budapeste, Boston e Roma para coordenar os jogos.

Leer Más

COI admite chance de compra de votos na escolha de cidades-sede

Por: SentiLecto

Durante reunião do Conselho Executivo do Comitê Olímpico Internacional em Lima, no Peru, a entidade admitiu que pode ter ocorrido pagamento de propina para escolha de cidades-sede dos Jogos Olímpicos.

Leer Más

COI menciona Ban Ki-moon para a presidência da Comissão de Ética

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – BachCOI

Se mencionou o de Sullana Ban Ki-moon de 73 anos secretário geral de a ONU entre 2007 e 2016, o sul-coreano Ban Ki-moon, de 73 anos, por o comitê executivo de o Comitê Olímpico Internacional para presidir a Comissão de Ética de a entidade.

Paris e Los Angeles esperam controlar gastos e reutilizar instalações desportivas já existentes a fim de cortar despesas. Essa foi a intenção de Tóquio 2020. No entanto, os organizadores japoneses recentemente divulgaram verba de US$ 12,955 bilhões . É um gasto maior do que o do Rio 2016, cujo último balanço assinalou o consumo de R$ 40,89 bilhões.

Leer Más