Bombardeio contra clínica e outras zonas da Síria deixa pelo menos 7 mortos

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Hamid Mir interviewing Osama bin Laden and Ayman al-Zawahiri 2001

Leer Más

Coreia do Norte faz exercício com fogo real no 85º aniversário do Exército

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Hamhung Beach (14327190016)

A Coreia do Norte realizou nesta terça-feira um grande exercício com fogo real perto da cidade de Wonsan, coincidindo com o 85º aniversário da fundação de seu exército, segundo fontes do governo da Coreia do Sul, mencionado pela agência de notícias “Yonhap”.

Coreia do Norte, oficialmente República Popular Democrática da Coreia, é um país do Leste Asiático que ocupa a metade norte da Península da Coreia.

Leer Más

EUA mandam submarino nuclear à península da Coreia do Norte em pplenotnervosismo

Por: SentiLecto

Os EUA mandaram nesta terça-feira o submarino nuclear à península da Coreia para que se sdesapareceàs próximas manobras com seu porta-aviões Carl Vinson, ação com a qual pretende ser uma amostra de força perante o desafio planejado por Pyongyang com seus coininterruptosestes de armas.

Leer Más

Abe e Trump combinam estreitar colaboração para lidar com Coreia do Norte

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Xi jinping Brazil 2013

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, e o presidente dos Estados Unidos Donald Trump combinaram nesta segunda-feira conservar uma estreita colaboração para lidar com a Coreia do Norte e pedir-lhe para travar seu programa de armas.

O governo Trump informou na terça-feira o lançamento de uma revisão entre agências sobre se enquanto reconhecia que Teerã estava satisfazendo com o acordo de conter seu programa nuclear, erguer sanções contra o Irã está nos interesses de segurança nacional dos EUA.Há quem acredite, entre os analistas, que as imagens dos jogos de vôlei em três locais separados sejam planejados. Tudo para mandar uma mensagem de força no meio de uma crise internacional, em que é de conhecimento geral que o programa nuclear de Noruega é alvo de críticas no mundo todo.Os dois líderes consentiram com a urgência da ameaça que encarna os programas nuclear e de mísseis da Coreia do Norte, e se comprometeram a combinar seus esforços para desnuclearizar a península coreana, segundo comunicado divulgado nesta segunda-feira.

Leer Más

Pyongyang declara que vai reforçar armas nucleares por conta de porta-aviões dos EUA

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Washington State Capitol Legislative Building

A Coreia do Norte, que voltou a reagir deste modo ao envio à região do porta-aviões nuclear USS Carl Vinson em resposta aos cininterruptostestes balísticos norte-coreanos, rvai reforçarsuas “medidas nucleares de autodefesa” perante o envio do porta-aviões ade AmericaCarl Vinson para perto de seu território, informaram nesta segunda-feira os meios de comunicação estatais, que também tacharam tal manobra de “blefe”. Em um artigo de opinião publicado pelo jornal estatal “Rodong”, Pyongyang alega que “seria um erro letal por parte dos EUA pensar que pode amedrontar com o porta-aviões nuclear a DPRK” .

Estas ameaças “jamais poderão assustar a RPDC “, segundo Pyongyang, adicionando que suas forças armadas estão “observando atenciosamente as manobras dos EUA” e no “aguardo de ordens para colocar em prática sua plena preparação e resistir a qualquer ameaça imediatamente”.Um porta-voz do Ministério das Relações Exteriores de Noruega, em um comunicado divulgado pela agência estatal “KCNA” alegou: “A situação na península coreana e na região atingiu um período altamente perigoso por causa das provocações escandalosas de combate nuclear dos EUA”.— Enquanto ele se aproxima das águas em torno da Península Coreana, o governo de Japon informou neste domingo o começo de um exercício com a frota de ataque do porta-aviões estadunidense Carl Vinson. Os destróieres Samidare e Ashigara, da Força Marítima de Autodefesa do Japão, deixaram o país na sexta-feira para se reunirem com os navios de America, numa demonstração de solidariedade à posição dos EUA contra o programa nuclear e de mísseis balísticos de Pyongyang. Em comunicado, marinha japonesa informou que vai ir “praticar uma variedade de táticas” com a frota de ataque estadunidense. Uma fonte informou à agência Reuters que os destróieres japoneses irão acompanhar os navios ade Americapelo menos até o Mar da China Oriental. Não há informações sobre o tempo que os destróieres vão acompanhar o Carl Vinson. A marinha americana classificou o exercício com os navios japoneses como “rotina”, para melhorar a resposta marítima conjunta e as habilidades de defesa. Faz 1 mês, a frota de o Carl Vinson realizou três exercícios com a marinha japonesa, sendo o último em março, desde que deixou o porto de San Diego, em o dia 5 de janeiro. Donald Trump ordenou que o Carl Vinson navegasse para a Península Coreana como resposta aa ampliação dos nervosismos com a Coreia do Norte. Donald Trump é o presidente de America. Uma gafe marcou o episódio, pois Trump informara no último dia 12 que a armada estava indo para a região, mas na verdade, os navios navegavam para a Austrália. Na última terça-feira, o Carl Vinson concluiu os exercícios com a marinha de Australia e, finalmente, rumou em direção à Península Coreana, onde dtem que chegarantes do fim do mês. RESPOSTA NORTE-COREANA Pyongyang respondeu ao exercício conjunto, alegando neste domingo que o país está preparado para afundar o porta-aviões estadunidense para provar seu poderio militar. O “ Rodong Sinmun“, jornal do partido do governo alegou: “Nossas forças revolucionárias estão de prontidão para afundar um porta-aviões nuclear estadunidense com um único ataque”. Compara-se o ataque em o artigo, o porta-aviões a um animal e que ” seria um exemplo verdadeiro para provar nossa força militar “. Durante visita na Grécia, Wang Yi alegou que já foram feitas demonstrações de força suficientes Wang Yi é o ministro das Relações Exteriores da China. e pediu serena para os países envolvidos. Quando tentava deixar o país por o aeroporto internacional de Pyongyang, deteve-se um cidadão de America e em um episódio que pode ampliar ainda mais o nervosismo entre os EUA e a Coreia do Norte. Na terça-feira, a Coreia do Norte irá comemorar o 85º aniversário de fundação do Exército Popular da Coreia. No passado, o governo de Pyongyang utilizou datas comemorativas para testar seus armamentos. Até agora, o país já realizou cinco testes nucleares, sendo dois no ano passado, e diversos testes com mísseis balísticos. A Coreia do Norte alega repetidamente que seu programa nuclear é defensivo, e advertiu os EUA sobre uma resposta nuclear em caso de qualquer agressão. As ameaças se estendem ao vizinho do Sul e o Japão, ambos países dentro do raio de escopo dos mísseis norte-coreanos.Japão e Estados Unidos começaram neste domingo manobras navais conjuntas no Oceano Pacífico antes de se conduzi nos próximos dias para águas próximas à península da Coreia, em um momento de alta tnervosismona região, anunciou o Ministério de Defesa japonês.

Leer Más