Meirelles declarará no FMI que recessão de Brasilde Brasil está chegando ao fim

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – By Carlos Barretta stk 001068 (7310177286)

Ao falar em nome de onze países na manhã deste sábado nos Encontros de Primavera do FMI , em Washington, Henrique Meirelles realçará que a “longa recessão está chegando ao fim” no Brasil e que a reforma da Previdência em debate no país vai garantir um futuro “justo” para as próximas gerações. Henrique Meirelles é o ministro da Fazenda.

Henrique de Campos Meirelles é o atual Ministro da Fazenda do Brasil, executivo do setor financeiro brasileiro e internacional, ex-presidente internacional do BankBoston e ex-presidente do Banco Central do Brasil, posição que ocupou de 2003 a 2011, durante o governo Lula.

Leer Más

Oito são eletrocutados em Caracas em meio a protestos da Venezuela

Por: SentiLecto

Oito pessoas foram eletrocutadas durante um incidente de saques em Caracas, declarou um bombeiro nesta sexta-feira, em meio a violentos protestos contra o presidente venezuelano, Nicolas Maduro, com inimigos acusando-o de tentar instituir uma ditadura.

Leer Más

Governo na economia pode levar à corrupção, ddeclaracontrolador da Cosan

Por: SentiLecto

Presidente do conselho de gestão da Cosan, o empresário Rubens Ometto defendeu a proximidade do setor produtivo com a política, mas alegou que a participação do governo na economia é “ineficiente” e pode levar à corrupção.

Leer Más

Parar o Congresso Nacional

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Vote2 final

Você deixaria o seu futuro e o futuro de seus filhos ser decidido por criminosos ou por pessoas com fortes suspeitas de crimes? Pois é isso que está ocorrendo agora.

Questões fundamentais para o seu futuro, como o sistema de aposentadorias e as leis trabalhistas, estão sendo decididas por pessoas indiciadas na participação em crimes milionários ou que são réus em ações penais correndo no STF. Só na última lista da Lava Jato são 24 senadores e 39 deputados indiciados, inclusive os atuais presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado Federal. Além disto, quatro senadores e 50 deputados respondem atualmente por ações penais no STF.

Leer Más