“Falcao vai marcar mais que na temporada passada”, garante Jardim

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – {{{nome}}}

Técnico do Monaco, o de Portugal Leonardo Jardim garantiu que o atacante colombiano Radamel Falcao, autor de dois gols no triunfo sobre o Estrasburgo neste sábado, fará mais gols do que na temporada passada.

José Leonardo Nunes Alves Sousa Jardim, 1 de agosto de 1974) é um treinador de Futebol de Portugal.

Leer Más

Leonardo Jardim e a saída de Bernardo Silva: “Auxiliei-o a evoluir”

Por: SentiLecto

Treinador do Mónaco falou pela primeira vez da saída do português, uma se formalizou Silva de as peças basilares de a época de os campeões francesesBernardo já como jogador de o Manchester City, em o primeiro grande negócio de este defeso. Leonardo Jardim não deixou de felicitar o compatriota. Leonardo Jardim é treinador do português no Mónaco. “Falámos e dei-lhe os parabéns. A vida é feita de chances.”O técnico campeão de Francia realçou ainda a melhoria do jogador de 22 anos desde que chegou a Monte-Carlo, vindo do Benfica B. “Estou bastante contente por estes três anos e por tê-loauxiliadoo a evoluir, tornar-se mais forte desde que chegou do Benfica B.”

Leer Más

Mbappé não sai nem por 130 milhões de euros

Por: SentiLecto

Por menos de 130 milhões de euros nada feito. Vice-presidente do Mónaco estabelece custo de Mbappé.Com somente 18 anos, Mbappé é uma das figuras do Mónaco e está nos planos de vários dos grandes clubes europeus. Mas não vai ser fácil contratá-lo, como desvendou Vadim Vasilyev, vice-presidente dos monegascos.”O futuro de Mbappé depende dele, se deseja ficar ou sair. Estamos numa posição suficientemente forte para rejeitar uma oferta até de 130 milhões de euros”, alegou Vasilyev, à rádio “RMC” aludindo às receitas alcançadas na Champions e na Ligue 1: com a chegada às “meias”, embolsou 60 milhões de euros; o campeonato de Francia rende 40 milhões.

Leer Más

Leonardo Jardim analisa: futebol derrotou o terrorismo

Por: SentiLecto

Treinador do Mónaco defende que a resolução de não protelar mais o jogo com o Dortmund foi uma demonstração de força.O treinador do Mónaco, Leonardo Jardim, declarou que a resolução de não protelar mais o jogo entre a sua equipa e o Borussia Dortmund, para a Liga dos Campeões de futebol, foi uma demonstração de força.”Mostrámos que somos mais fortes” que o terrorismo, atirou o técnico, em conferência de jornalismo, na qual abordou o jogo de quarta-feira no terreno dos alemães, onde venceu por 3-2 depois de um ataque com engenhos explosivos junto do autocarro do Dortmund, na terça-feira, ter levado ao deferimento do jogo para o dia seguinte.Três cargas explosivas foram detonadas junto do autocarro do Dortmund quando a equipa se deslocava para o estádio Signal Iduna Park, deixando o defesa espanhol Marc Bartra ferido num braço devido aos estilhaços.Depois da derrota, Thomas Tuchel criticou a UEFA por ter decidido jogar o jogo no dia seguinte Thomas Tuchel é o técnico dos alemães., mas Leonardo Jardim explicou hoje que a resolução foi prendida com uma demonstração de força face a o terrorismo e com questões de calendário.”Declararam-nos que o jogo tinha sido cancelado por causa do problema, e houve uma reunião em que toda a gente olhou para o calendário e não havia outras possibilidades”, revelou o técnico, de 42 anos.O português declarou ainda que o futebol “não podia ser parado” e elogiou a atitude “bastante profissional” das duas equipas, dos Juízes “e dos adeptos, cuja atitude foi ótima”.Com Bernardo Silva e João Moutinho no onze de Jardim e Raphael Guerreiro titular na equipa da casa, os monegascos viram Mbappé fazer uma grande exposição, com golos aos 19 e 79 minutos, e beneficiaram de um autogolo de Bender aos 35.Os alemães marcaram por Dembelé, aos 57, e Kagawa, aos 84, e Em 6 dias, tentarão reverter a desvantagem, em a segunda mão marcada para 19 de abril, em o Mónaco.

Leer Más

Associa-se Jardim depois de o Arsenal, a gigante de Italia

Treinador do Mónaco está na lista da Juventus para suceder a Massimiliano Allegri, no final da época.Leonardo Jardim é um dos nomes em alta no que a treinadores diz respeito. De acordo com a Gazzetta dello Sport, o técnico de Portugal é um dos favoritos na linha de sucessão a Massimiliano Allegri no comando da Juventus, oponente do FC Porto na Liga dos Campeões.Conforme progride o jornal de Italia, o treinador do Mónaco é o terceiro de uma lista onde também surge Paulo Sousa , além de Luciano Spalletti .Esta deve mesmo ser a última temporada de Allegri ao leme do clube “bianconero”, ele que é cobiçado pelo Arsenal, que se prepara para libertar Wenger no final da presente época.

Leer Más