Sessão conclui crise, mas clima de gambiarra institucional prossegue

Por: SentiLecto

A rejeição do afastamento do senador Aécio Neves coloca um ponto final no episódio que deixou Congresso e STF à beira de uma crise institucional, mas a sensação de um predomínio de gambiarras políticas e jurídicas deixa várias marcas na relação entre os Poderes.

Leer Más

Voto sobre futuro de Aécio Neves divide Senado

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Red copy of the Russian constitution

A poucos dias de o plenário do Senado analisar se reverte o afastamento de Aécio Neves do mandato, aliados medem o suporte que ele vai ter na próxima terça-feira .

Embora muitos senadores reconheçam, nos bastidores, o cenário permanece favorável ao tucano que a margem para derrubar as cautelares aplicadas pelo Supremo Tribunal Federal começa a ficar apertada.

Leer Más

Juiz do DF determina que eleição seja aberta em caso de Aécio

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Red copy of the Russian constitution

Um juiz federal determinou que o Senado adote eleição aberta na análise do caso de Aécio Neves , marcada para a próxima terça-feira .

Na semana passada, a Câmara, o Senado e a AGU , encarnando o presidente Michel Temer, demonstraram-se por escrito na ação.

Leer Más

Cunha era ‘banco de corrupção de políticos’, declara Funaro

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Eduardo Cunha em 5 de junho de 2016 (2)

O operador financeiro Lucio Funaro definiu, em seu acordo de delação premiada, o papel de Eduardo Cunha na Câmara dos Deputados.

Eduardo Cosentino da Cunha é um economista filiado ao PMDB. Um economista é radialista e político brasileiro.

Leer Más

Supremo recusa acusação contra Renan Calheiros na Lava Jato

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Luiz Edson Fachin

A segunda turma do STF recusou nesta terça-feira uma acusação oferecida pela PGR contra o senador Renan Calheiros . Faz 1 ano, o ex-procurador-geral Rodrigo Janot delatou ele por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Machado entregou à PGR áudios gravados por ele, sem que os interlocutores soubessem, que foram revelados pela Folha em maio do ano passado. Em um dos áudios, Jucá declara que uma “mudança” no governo federal redundaria em um convênio para “estancar a sangria” encarnada pela Lava Jato.Em sua peça, Janot acusa Temer e os ministros de integrarem uma organização criminosa que teria recebido ao menos R$ 587 milhões de propina, nos últimos anos, vinda de órgãos públicos como Petrobras, Furnas e Caixa Econômica Federal.

Leer Más