Estado do Rio gasta 58% de receita com pessoal, assinala relatório bimestral de contas

Por: SentiLecto

O Relatório Resumido da Execução Orçamentária do Estado do último bimestre assinalou que 58% da Receita Corrente Líquida do Estado, nos últimos 12 meses, foi usada para “pagar” o custeio com servidores. Se os usou de os R $ 48 bilhões livres para utilização, já descontados os repasses compulsórios, R $ 28 bilhões para pagar salários, aposentadorias e pensões. A Lei de Responsabilidade Fiscal declara que o limite do gasto precisa ser de 49% da receita.

Leer Más

Rio avalia necessidade de novo pedido no STF para antecipar conseqüência da ajudinha fiscal

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Luiz Fux

A Procuradoria-Geral do Estado avalia a chance de exibi uma abaixo-assinado ao Supremo Tribunal Federal pedindo a antecipação dos conseqüência do Termo de Recuperação Fiscal alinhado junto a União. A ação está parada desde o pedido feito pelo ministro Luiz Fux para que o Rio aprovasse as leis necessárias para aderir ao programa.

O governador Luiz Fernando Pezão reforçou na justificação do projeto que a aprovação de mais este projeto é fundamental para que o Estado possa aderir ao Termo firmado com a União. O Rio vai ter satisfeito, quase por inteiro, todas as exigências necessárias para receber as contrapartidas do governo federal, se obtiver a aprovação deste projeto.Algumas das mudanças sobre as pensões são o limite do prazo para o recebimento de vantagens de acordo com a expectativa de vida; o regramento do pagamento de pensão para cônjuges ou companheiros, com tempo de união de, no mínimo, dois anos; que não vai haver pagamento de retroativo caso o pedido de pensão seja feito 30 dias após o falecimento do servidor; e, por fim, impede o recebimento de pensão por mais de 21 até 24 anos que estejam na universidade.Com a nova unidade, Rafael Paniagua alegou em entrevista na Reuters que a companhia poderá expandir suas atividades e ainda oferecer melhor logística e mais agilidade no atendimento aos clientes dos segmentos de marine, óleo e gás e química e petroquímica que já tem no Estado. Rafael Paniagua é o presidente da ABB.Na sexta-feira 19 de maio Prática recorrente nos últimos meses, o Tesouro Nacional bloqueará, entre e a próxima segunda-feira, as contas bancárias do Estado do Rio de Janeiro. O objetivo do governo federal era reaver R$ 174 milhões em pendências não pagava pelo governo estadual. Essas pendências eram parcelas de empréstimos não pagava pelo Estado, cuja União era avalista.

Leer Más

STF ordena o arresto de R$ 187 milhões do Estado do Rio em vantagem do TJ-RJ

Por: SentiLecto

Em resolução da tarde desta sexta-feira pelo ministro Dias Tóffoli, do Supremo Tribunal Federal , o Tribunal de Justiça do Rio recebeu ganho de causa para arrestar R$ 187.101.399,44 das contas do Estado do Rio. O valor diz respeito ao duodécimo constitucional — parcela mensal do Orçamento do Estado que serve de custeio para o órgão — que teria de ser repassado pelo governo estadual, ao Tribunal, até o dia 20.

Leer Más

Via Varejo abre 194 vagas para Jovens Aprendizes e pessoas com deficiência no Estado do Rio

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – ViaVarejo Logo VVar

A Via Varejo abriu 100 vagas são para Jovens Aprendizes e 94 para pessoas com deficiência no Estado do Rio de Janeiro. A Via Varejo é companhia que gerenciar as marcas Casas Bahia e Pontofrio. Em todo o país, são mais de 1.800 chances nas áreas operacionais, administrativas e de lojas.

A Via Varejo é uma companhia de Brasil de varejo fundada em 2010 após a fusão da Casas Bahia, pertencente na família Klein.

Leer Más

Sindicato pede a proibição palatina após laudo impedindo a entrada de servidores

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Trade union demonstration in Brasilia

Faz 1 dia, o Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário exibiu, requerimento junto a o Comando Geral do Corpo de Bombeiros em que pede, entre diversos pontos, a proibição imediata de a Assembleia Legislativa do Rio.

Se o sugeriu , em reunião entre os líderes de os partidos que iniciou em as 12h, que o percentual de %3 fosse dividido por os próximos três anos.Se descartou a alternativa, e o texto que será votado vai calcular uma aplicação imediata da ampliação de 11% para 14%.

Leer Más