Fluminense recebe Universidad de Quito na Sul-Americana

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Atlético paranaense x sport brasilieirão 2009

O Fluminense recebe a Universidad Católica de Quito, do Equador, nesta quinta-feira, às 21h45 , no Maracanã, pelo confronto de ida daossegundofperíododa Copa Sul-Americana. O Tricolor vive um momento de retomada da regularidade. No Brasileirão, vem de vitória de 3 a 0 sobre o Avaí e de empate por 1 a 1 com o São Paulo, ambos resultados como visitante, e flerta com a zona de classificação para a Copa Libertadores.

Quando recebe o Sol de América, a Ponte Preta entra em campo nesta quinta-feira , no estádio Moisés Lucarelli, às 19h15 , em partida válida pelaossegundofperíododo torneio.Reconstruída, a equipe está na Argentina para tentar fazer história novamente, mas para isso precisa superar o mau período. O Verdão do Oeste vem de três derrotas seguidas no Campeonato Brasileiro, contra Botafogo, Flamengo e Atlético-MG, a última em casa contra os reservas do Galo, no domingo passado.

Leer Más

EUA declaram que alerta parece ter evitado ataque químico da Síria

Por: SentiLecto

Jim Mattis declarou nesta quarta-feira que, até agora, parece que Bashar al-Assad respeitou um alerta desta semana washingtoniano para que não realize um ataque com armas químicas. Jim Mattis é o secretário de Defesa dos Estados Unidos. Bashar al-Assad é o governo do presidente da Síria.

Leer Más

Embaixador de Brasil vai voltar para a Venezuela, declara ministro

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Foto oficial de Aloysio Nunes

Aloysio Nunes Ferreira alegou ao GLOBO que o embaixador brasileiro na Venezuela deve regressar ao país vizinho na próxima semana. Aloysio Nunes Ferreira é o ministro de Relações Exteriores. Faz 9 meses, chamou se Ruy Pereira a o Brasil para consultas de o ano passado após fricções com o governo Nicolas Maduro por críticas a o processo de impeachment. Diante do recrudescimento da crise no país vizinho, o Itamaraty analisa ser importante ter um representante com esse status no local. — O embaixador voltará para a Venezuela. É um grande país, temos uma fronteira bastante ampla, uma imigração crescente e de pessoas que estão escapando de uma situação bastante difícil na economia e da violência política. É preciso que você tenha lá alguém com status para tomar providência, para conversar com o governo, mas sem deixar de conversar com a oposição. Nosso embaixador precisa ter um papel equânime, ser um fator de equilíbrio. Tem que ser já na semana que vem – alegou Aloysio. Faz 1 mês, a volta de o embaixador chegou a, mas desmentida logo depois pelo Itamaraty. Para além da representação diplomática, a expectativa é que o embaixador possa dar ao governo de Brasil informações mais precisas sobre os eventos. — Precisamos ter um embaixador lá. Já é um problema humanitário, econômico e político. Não dá para o Brasil ficar sem pelo menos alguém para nos informar corretamente dos movimentos dos diferentes atores políticos — complementou o ministro. Aloysio, que realçou que a oposição tem suporte internacional e mobilização popular, alegou que o Brasil espera uma solução negociada para a crise no país vizinho. , mas que o governo Maduro, além do suporte militar, tem ainda uma base de suporte na população por meio de coletivos. Por isso, na visão do ministro, exclusivamente uma negociação entre os grupos seria capaz de ter êxito. Ele realçou que o mandato de Maduro vai até 2019 e não há como empurrar a situação até lá. — Essa situação não pode perdurar. É impossível que você possa ter dois, três anos nesse equilíbrio precário. Espero que seja uma solução negociada entre eles, com um diálogo de boa fé — alegou. Os recentes episódios de ataques ao Supremo e ao Congresso de Venezuela, na visão do ministro, reforçam a sensação de que a situação atual não é sustentável. — Acho que as coisas estão descambando bastante depressa para uma situação que não poderá perdurar — avalia. Ele recordou que em 2015 uma mediação governada por países “amigos” da Venezuela, liderados por Brasil, Colômbia e Equador, permitiu a execução de votações legislativas no país. Propôs uma reedição do modelo, mas evidenciou que a iniciativa tem que ser do governo de Venezuela. Aloysio evidenciou que a proposta de uma constituinte com a participação de coletivos gerou dissidências, qualificadas pelo ministro como “chavismo democrático”. Por isso, na visão dele, esse percurso vai aumentar a crise em vez de solucioná-la. Os recentes episódios de ataques ao Supremo e ao Congresso de Venezuela, na visão do ministro, reforçam a sensação de que a situação atual não é sustentável. — Acho que as coisas estão descambando bastante depressa para uma situação que não poderá perdurar — avalia.

A procuradora àoijornalismovde Venezueladdeclarou “Aqui parece que todo o país é terrorista , creio que temos um terrorismo de Estado”.Ex-aliada do chavismo, Ortega Díaz reiterou que o país vive um rompimento da ordem constitucional.matou-se um jovem de 18 anos em o Estado de Anzoátegui, a tiros por policiais em a madrugada de esta quarta, segundo o jornal ” El Nacional “, durante manifestações contra Maduro. Com isso, o número de mortos nesta onda de protestos antichavistas chega a 76.

Leer Más

Alavés anuncia Luis Zubeldía como treinador para a nova épca

Por: SentiLecto

O Alavés anunciou este sábado o seu treinador para a nova temporada.O argentino Luis Zubeldía treinará o Alavés em 2017/18. O clube 9º classificado da liga de Espanha será a porta de entrada da Europa para este jovem técnico, de 36 anos, que tem feito carreira na Colômbia, Equador, Mexico e Argentina. Luis Zubeldía, que de Medellín, da ColômbiaAgora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo, chega do Independiente.

Leer Más

Após amistosos, Tite vai ir à Rússia para analisar seleções e estruturas

Por: SentiLecto

A passagem brasileira na Austrália concluiu, mas os trabalhos da delegação técnica e de todo o staff da CBF continua. Enquanto o elenco canarinho é despedido de a terra de o canguru em esta quarta-feira, Fernando Lázaro vai direto para a Rússia monitorar as seleções que disputarão a período de grupos da Copa das Confederações, torneio preparatório para o Mundial do ano que vem. Fernando Lázaro é o auxiliar de Tite.

Leer Más