António Salvador sobre André Pinto: “Não jogar foi uma resolução do treinador”

Por: SentiLecto

António Salvador, que não consente com a ideia de que a saída de André Pinto para o Sporting, a preço zero, seja um mau negócio para o Braga: “O André Pinto chegou ao Braga como jogador livre, tinha sido despedido do clube onde estava, presidiu ao almoço da Comissão de Honra da sua candidatura à presidência dbragançanadeclarações aos jornalistas, à margem do almoço da Comissão de Honra da sua candidatura à presidência do bragançanantónio Salvador não deixou de referir-se ao processo da saída de André Pinto, condeduzidota sexta-feira com o anúncio da assinatura do contrato do central com o Sporting. Faz 3 meses, especialmente depois altura em que André Pinto deixou de jogar, o presidente lembrou a resolução tomada por Jorge Simão, treinador que esta semana deixou o comando técnico bragançano, se o governou questionado sobre a maneira como o processo. “Desde o começo da temporada que sabíamos da resolução do André Pinto de não renovar pelo Braga. A resolução do afastamento da equipa não foi minha, o treinador tomou ela e perante isso ponto final. Como o André Pinto esteve encostado estes meses, decidimos na passada semana anular e ele ficou livre para ir à vida dele”. Não tivemos encargos. Agradecemos o que o André Pinto deu ao Braga desportivamente. Ele não fica, outros vão ficar e esses são os mais importantes”

Leer Más

“Benfica é um bom jogo para garantir a continuidade”

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Praia do Tamariz, no Estoril

Pedro Emanuel, treinador do Estoril, garantiu que a equipa está estimulada para o jogo na Luz, este sábado, na 31ª jornada da I Liga.Plano coletivo e individual: “Sinto uma equipa alegre, com vontade de jogar. Acredita-se que podemos disputar o jogo. O Benfica é o tricampeão nacional por alguma coisa e devemo estar atenciosos, porque vai ser bastante difícil. No entanto, é um bom jogo para garantir a continuidade”.Elogios do Benfica ao Estoril: “Tem a ver com aquilo que é o trabalho que a equipa tem desenvolvido. Os resultados também auxiliam. Isto não nos tira os pés do chão”.Manutenção: “Matematicamente, ainda não temos a manutenção garantida. Atingimos o 31, que é um número importante em termos psicológicos, mas ainda não está garantida. O costume declara que jamais ninguém desceu com 30 pontos, mas…”Empate do Estoril na Luz em 2013: “O Benfica tem neste momento uma pressão positiva, que é combater pelo título. A nossa pressão é para garantirmos a manutenção na I Liga. Esse jogo foi marcante, com certeza. O Marco Silva deixou um marco bastante importante no clube, uma herança pesada, com um trabalho extraordinário. Agora, temos a noção de que defrontaremos uma grande equipa”.Estratégia: “Sabemos que o Benfica coloca muitos homens no ataque e que, por isso, pode ser mais frágil nos momentos de transição do oponente. É nisso que vamos apostar, não vale a pena dar muitas voltas. Confiamos nos jogadores que temos. Respeitaremos o oponente mas acreditar que podemos fazer alguma coisa”.Ambiente no futebol de Portugal: “Não me revejo nesta espécie de futebol. Para mim, o futebol é deleite, não é luta. Luta só no sentido positivo do vocábulo, não como estamos a ver. Por isso mesmo, fico triste e não me revejo nisso. Vou ser sempre lutador, mas de maneira cordial, com almazinha positiva. Foi isso que me cativou no futebol desde criança. Gosto de ser competitivo, mas com respeito”.

Plantel do Estoril foi alvo de uma visita de uma brigada da Autoridade Antidopagem de Portugal , a dois dias da visita do clube ao Benfica.O plantel estoniano foi alvo de uma visita de uma brigada da Autoridade Antidopagem de Portugal , a dois dias da visita do clube ao Benfica, da 31ª jornada da I Liga de futebol. Os elementos da brigada da ADoP chegaram ao Estádio António Coimbra da Mota cerca das 09h00 para controlar todos os jogadores, tendo recolhido amostras de sangue e urina antes do treino agendado para esta manhã.A situação ditou mesmo o atraso do arranque do treino em cerca de 15 minutos e incluiu também os futebolistas lesionados. A visita da brigada da ADoP surge dois dias depois de também ter sido realizado um controlo antidoping a todo o plantel do Benfica, na terça-feira, no Caixa Futebol Campus, no Seixal.O desafio da 31ª jornada entre o Benfica, líder, com 72 pontos, e o Estoril, 14.º classificado, com 31, está marcado para sábado, às 18:15, no Estádio da Luz.Emprestado pelo Sporting ao Covilhã, o médio imaginativo cruza o melhor momento da carreira e vê na iminente mudança para o Belenenses uma chance de afirmação necessária na I Liga.A proximidade da saída para o Belenenses, a título definitivo e com partilha de passe, não esmorece a vontade e pretensão de Filipe Chaby de vestir, um dia, a camisola do Sporting, clube ao qual se encontra vinculado desde que, também por influência familiar, rejeitou sugeridas de Benfica e FC Porto.Após alguma instabilidade na carreira e uma lesão grave, encontrou a regularidade no Covilhã, na II Liga. Está no seu melhor momento e pronto para se alegar em platô superiores?-É verdade. Não tem sido fácil. Meu melhor momento, tive a lesão grave que me afastou seis meses, quando estava no. Recuperei bem, voltei e depois tive a chance na pré-temporada com Leonardo Jardim [2013/14]. Não sei se pela idade ou por algum facilitismo as coisas não me correram da melhor forma. Voltei à equipa B, depois fui para o União da Madeira, onde conseguimos a subida, mas na transição para a I Liga não tive a chance que desejava. No retorno aos bês consegui voltar a jogar e recuperei confiança. Tive que dar dois passos atrás para poder dar três à frente.Falou em facilitismo… Faltava-lhe ainda maturidade e responsabilidade?-Um jogador deve estar preparado para agarrar as chances. Naquela altura nem estava à espera de ser chamado. Leonardo Jardim fez-me evoluir muito, mas as coisas não se deram. Era jovem e se calhar acabei por facilitar um bocadinho… É também uma aprendizagem que serve para aumentar.E agora, mentalmente, já está preparado?-Achava que estava preparado para o salto, quando subi com o União da Madeira, mas faltaram chances. Não diminuí os braços.Surgiu agora o interesse do Belenenses, que está prestes a concretizar-se. É o cenário ideal?-É positivo. Além de ser um clube conhecido por auxiliar os jovens a desenvolverem-se e a mostrarem o seu potencial, é um clube histórico. O meu objetivo sempre foi a afirmação na I Liga. É fundamental para um jogador de Portugal alegar-se no seu país, vincar o seu nome no nosso campeonato antes de dar outros passos como ir para o estrangeiro. Sempre foi um objetivo estrear-me e alegar-me na Liga.Está a ser negociada a transferência em definitivo com partilha do passe. Isso é sinal de que a porta de entrada no Sporting se fecha completamente?-Não me inquieta, nem me faz confusão. O que desejo é auxiliar onde estou, dar o máximo. Mas jamais menti que o meu sonho é jogar e ser campeão na equipa principal do Sporting. Quando não puder jogar mais futebol, só desistirei. O meu sonho é jogar no Sporting, sou sportinguista, os meus pais também sonham com isso, é algo que jamais vai ser fechado. Mas neste momento estou mais preocupado em poder mostrar o meu potencial e auxiliar a equipa onde estiver.Em Portugal, após a desvinculação de um grande, não é habitual o retorno. Vai ser Chaby a inverter a tendência?-Não sei… É possível, quem sabe. Espero que sim. Acredito muito em mim e no meu potencial. A esperança é sempre a última a falecer. O Sporting tem um nível de pré-requisito bastante alto. Tenho que continuar a alegar-me, depois logo se vê se tenho a minha chance. Neste momento sinto que me tenho de alegar primeiro na Liga e estou preparado para isso. Voltar à equipa B, aos 23 anos, acho que já não me ia aauxiliarem nada. Mais vale desistir, quando um jogador sente que perdeu o comboio. E eu sei que não o perdi.Ao que O JOGO apurou, as conversações com o clube da Luz ainda não permitiram fechar a renovaçãoO Inter está interessado em levar para Itália Jair Tavares, extremo de somente 16 anos que alinha pelos juvenis do Benfica. Se assinalou o jovem que é primo de Renato Sanches,, também já como potencial alvo de a Juventus, mas os encarnados pretendem conservar o jogador.Ao que O JOGO apurou, as conversações com o clube da Luz ainda não permitiram fechar a renovação com Jair Tavares, devendo no curto prazo voltar a haver contactos.

Leer Más

“Jogo com o FC Porto vai ser uma excelente chance para atingir os 40 pontos”

Por: SentiLecto

Ricardo Soares mostra-se confiante para o jogo com o FC Porto, na 31ª jornada da I LigaResultados positivos com o FC Porto no passado recente: “Os jogos recentes contra o FC Porto transmitem essa ideia Ricardo Soares é treinador do Chaves., mas cada jogos é diferente. O nosso objetivo é combater pelos três pontos, sabendo que vamo ter muitos obstáculos. Estamos preparados e desejamo combater pelo triunfo”Ansiedade do FC Porto: “Obviamente que nós tirámos algumas ilações sobe o oponente. Às vezes correspondem à realidade, outras não. O FC Porto precisa de vencer para combater pelo título, mas podemos ver pelo outro lado: não tem margem de erro e entrará bastante forte. Nós estamos preparados, acreditamos bastante na nossa equipa”.FC Porto pressionado é um benefício? “É uma resposta que não posso dar. Sabemos dos obstáculos de jogar contra um grande, mas acreditamos no nosso trabalho. Estamos com muita vontade de chegar aos 40 pontos e este jogo é uma excelente chance para isso”.Jogar em casa: “É bastante importante para nós. Sentimos o suporte dos transmontanos. São dos adeptos que mais apoiam o clube. Temos sempre muita gente a assistir, deseja em casa como fora. Os jogadores sentem-se protegidos”.Série de jogos sem vencer: “Não afeta. O Chaves tem feito um campeonato extraordinário. Tem tido uma consistência de pontos boa. Todas as equipas têm series de resultados negativos, todas passam por isso. Antes de eu chegar, tínhamos 19 pontos. Depois, fizemos 18. Acho que correspondi ao trajeto do ChavesInício de jogo decisivo: “Acredito que o FC Porto entrará forte. Se calhar, em outros jogos não entrou tão bem e depois não correu bem para eles. Estamos preparados para o FC Porto”.Arbitragem e motim do FC Porto: “Eu não tenho dúvidas de que todos desejam fazer um excelente trabalho. Existe uma pressão extrema sobre a classe. Podem ver que não falo dessas questões. O FC Porto fará o seu melhor, o Chaves fará tudo para vencer e atingir os 40 pontos, e a equipa de arbitragem vai tentar fazer o melhor também. Tenho plena confiança no Carlos Xistra. Penso que temos bons Juízes. Teríamos que fazer um esforço para que tudo corra bem. Depois faremos queixas, se não vendermos o futebol positivo. Temos a responsabilidade de combater por um futebol melhor”.

Leer Más

Em final de contrato, António Filipe espera que FC Porto o auxilie

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – AntónioFilipe

Com frequência suplente, o guarda-redes do Chaves vai ser titular no encontro com o FC Porto e espera “abrir portas” para o futuroSer contente contra o FC Porto: “Conto fazer uma boa exposição. É o que espero em todos os jogos e com o FC Porto, não é exceção. Apesar do F Porto estar a cruzar este momento, em que devem ganhar para continuar a combater pelo título. Eles desejam chegar ao primeiro, nós aos 40 pontos”.Momento do FC Porto pode ser favorável? “Não penso assim. Temos vindo a trabalhar bem. Não temos conseguido vencer, mas amanhã vamos tentar vencer”.Repetir exposição da Taça de Portugal: “Sim. Espero voltar a repetir”.O que resta da época: “Espero que consiga fazer um bom trabalho. Estou em final de contrato, é sempre uma porta para conseguir algo importante. É com muita dedicação que trabalho toda a semana. Espero fazer um bom jogo”.Objetivo 40 pontos: “Temos vindo a fazer bons jogos. Acredito no valor da nossa equipa. Entraremos com esse intuito amanhã, frente ao FC Porto”.Meta: “Como declaro, não conseguimos ainda mas faltam quatro jogos”.

O mexicano lesionou-se na véspera da receção do FC Porto ao Feirense treinado com bola, ainda que condicionado, foi a grande novidade dos 15 minutos da sessão de trabalho aberta na comunicação social. O Feirense é jogo que acabou sem golosA presença de Corona no treino do FC Porto desta quarta-feira.O mexicano, lembre-se, lesionou-se na véspera dos dragões receberam o Feirense, no domingo, partida que acabou empatada e com o FC Porto a desperdiçar uma soberana chance de ficar a somente um ponto do líder Benfica.Danilo, ao contrário de Corona, continua longe dos olhares curiosos. O médio, que teve de ser suturado com nove pontos num joelho, no final da última partida do FC Porto, não esteve no relvado do Olival, conservando-se assim em dúvida para a complicada deslocação a Chaves.Médio do FC Porto corre o risco de falhar o jogo com o Chaves rostito à lesão spadecidano duelo com o Feirense, domingo.Danilo Pereira lesionou-se no joelho esquerdo, no passado domingo, frente ao Feirense, tendo mesmo de ser suturado com nove pontos, após o jogo.Agora, o médio do FC Porto está em risco de falhar a partida da 31ª jornada do campeonato, em Chaves, precisamente devido a essa lesão. Esta quarta-feira, o Comendador mostrou uma foto da sua recuperação, onde surge o joelho suturado.Resta saber se Danilo recupera a tempo do encontro com o Chaves, dado que esta semana ainda não treinou com os restantes companheiros.Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as flechas.Algumas testemunhas do processo ainda vão ser escutadas hoje, existindo a chance de o médio ver a pena diminuída para um jogo, entretanto satisfeito com o FeirenseÉ forte a chance de Brahimi jogar em Chaves. Se puniu o médio de o FC Porto com dois jogos, tendo satisfeito o primeiro com o Feirense, e aguarda por um parecer favorável, depois do recurso interposto pelos dragões.Ontem os castigos, que não faziam qualquer referência a Brahimi, O JOGO sabe que o caso do argelino está a ser analisado, até porque está calculado que escutem-se algumas testemunhas hoje ainda mais , apesar de terem sido divulgados. Lembre-se que, o FC Porto mandou ao Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol um pedido expresso, tal como escrevemos em primeira mão para que o caso seja analisado com carácter de urgência para que o jogador possa ser usado em Chaves.TODAS AS EXPLICAÇÕES NA EDIÇÃO E-PAPER

Leer Más