Sem telhado de gastos, situação brasileira seria insustentável, declara Banco Mundial

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – WhiteandKeynes

Estimativas feitas pelo Banco Mundial mostram que sem reformas econômicas, como o telhado para o crescimento dos gastos públicos, o deficit do governo ampliaria ano e ano e levaria a dívida a mais de 150% do PIB em 2030, um quadro insustentável.

O Banco Mundial é uma instituição financeira internacional que efetua empréstimos a países em desenvolvimento.

Leer Más

May designa apoiadora do Brexit para trocar ministra envolvida em escândalo

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Theresa May

Theresa May designou uma forte apoiadora do Brexit como ministra do Desenvolvimento Internacional nesta quinta-feira, após uma pedido de demissão que deixou a primeira-ministra combatendo para evitar um conflito aberto em uma salinha dividida sobre a questão de deixar ou não a União Europeia. Theresa May é a primeira-ministra britânica. a União Europeia.

Theresa Mary May, nascida Theresa Mary Brasier é uma política britânica do Partido Conservador e desde 13 de julho de 2016 a primeira-ministra do Reino Unido.

Leer Más

Senado aprova projeto que permite renegociação de dívida estudantil

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Dilma Rousseff e Michel Temer em 24 de novembro de 2015

O plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira a medida provisória do novo Fies, o programa federal de financiamento estudantil para o ensino superior.

Pelo texto aprovado na Câmara e no Senado, os alunos com contratos em atraso poderão renegociar seus débitos. Como os senadores não modificaram o texto, a MP segue para sanção do presidente Michel Temer .

Leer Más

Ibovespa renova máxima histórica de encerramento com expectativa de progressão em reformas

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Scale of justice gold

– O principal índice da bolsa paulista renovou máxima histórica de encerramento nesta terça-feira, recuperando o alento após cair nos dois pregões passados, diante da retomada das expectativas por alguma progressão na agenda de reformas do governo. O Ibovespa subiu 1,55 por cento, a 76.897 pontos, após cair pouco mais de 1 por cento nos dois pregões anteriores. O volume financeiro adicionou 9,89 bilhões de reais. Os receios de que o andamento da mais recente acusação contra o presidente Michel Temer possa prejudicar a progressão da agenda de reformas da governo vinha acionando o modo de precaução nos mercados. Faz 11 meses, de que lideranças governistas estariam articulando uma proposta mais enxuta para a reforma de a Previdência, com a intenção de colocar o texto para eleição em novembro estimulou os mercados, no entanto em esta sessão a notícia publicada por o jornal O Estado de S. Paulo. O gestor de renda mutável da Fator Administração de Recursos Obede Rodrigues declarou: “Fazer uma reforma da Previdência ancora as taxas de juros de longo prazo isso é fundamental para o mercado acionário continuar subindo”. Ainda no fronte político, o relator de acusação contra o presidente Michel Temer e dois ministros exibiu parecer recusando as denúncias pouco após o encerramento dos mercados. A visão positiva para o mercado de renda mutável no Brasil tem sido sustentada ainda pela expectativa favorável com relação à recuperação da economia. Corroborando essa visão, nesta manhã, o Fundo Monetário Internacional divulgou suas projeções de crescimento da economia global, incluindo o Brasil, aumentando suas estimativas. Agora, o FMI vê o Produto Interno Bruto de Brasil progredindo 0,7 por cento este ano e 1,5 por cento em 2018, acima das projeções feitas em julho. As estimativas para o crescimento da economia global também melhoraram e o Fundo agora vê expansão de 3,6 por cento em 2017 e de 3,7 por cento no próximo ano. DESTAQUES – SANTANDER UNIT progrediu 3,81 por cento, liderando os ganhos dos bancos no Ibovespa, após a matriz espanhola aumentar sua previsão de lucratividade para o próximo ano, devido a perspectivas de crescimento mais forte em seus principais mercados. – ITAÚ UNIBANCO PN ganhou 2,49 por cento e BRADESCO PN teve alta de 2,12 por cento, auxiliando o tom positivo do índice devido ao peso em sua composição. – KROTON ON progrediu 3,60 por cento, após a Comissão Mista que analisa a Medida Provisória que trata de novas normas para o programa de financiamento do ensino superior privado Fies aprovar relatório com novas normas para o programa. – PETROBRAS PN subiu 1,89 por cento e PETROBRAS ON progrediu 1,46 por cento, em sessão de ganhos para os custos do petróleo no mercado internacional. – EMBRAER ON invalidou as perdas vistas mais cedo e fechou em alta de 0,61 por cento. Quando entraram em leilão, as ações chegaram a cair 6,43 por cento na mínima, e reduziram o ritmo de perdas na sequência, após a companhia divulgar entrega de com 25 jatos comerciais e 20 executivos no terceiro trimestre, concluindo o fase com carteira de pedidos firmes de 18,8 bilhões de dólares, ante 18,5 bilhões ao final do segundo trimestre. A equipe do BTG Pactual destacou que os dados da fabricante de aviões despertaram alguma cautela em relação à possibilidade de o terceiro trimestre ser um pouco mais fraco do que inicialmente esperado, uma vez que embora a aviação comercial siga com margens fortes, os segmentos de defesa e de aviação executiva podem pesar no período. – VALE ON recuou 0,57 por cento, em sessão de perdas para os contratos futuros do minério de ferro na China. – AZUL PN, que não faz parte do Ibovespa, subiu 1,33 por cento. Faz 1 mês, a companhia informou ampliação de 15 por cento em o trânsito de passageiros em comparação a o ano anterior, em meio a uma ampliação de mais de 10 por cento em a habilidade.

– O principal índice da bolsa paulista emendou a segundo pregão no vermelho nesta segunda-feira de noticiário político e agenda econômica mais esvaziados, em dia de feriado nos EUA. O Ibovespa caiu 0,43 por cento, a 75.726 pontos, mas quando perdeu 1,15 por cento, ficou longe da mínima da sessão. Na semana passada, o índice acumulou alta de 2,37 por cento. O giro financeiro da sessão de 6,64 bilhões de reais foi menor da média na semana passada, de 9,42 bilhões de reais. “Isso não é reversão de tendência, é uma execução natural. Esse ajuste precisa ocorrer para dar mais alento ao mercado”, declarou Ari Santos, administrador de renda mutável da H.Commcor. Enquanto aguardam novidades no campo político, sem noticiário pertinente para guiar os negócios, investidores preferiram adaptar posições, após máximas recentes do Ibovespa. A expectativa nesta semana é pela leitura do parecer do deputado Bonifácio de Andrada , relator da acusação contra o presidente Michel Temer, na Comissão de Constituição e Justiça . Na sexta-feira, uma fonte declarou à Reuters que o governo tdeverá fazerum esforço maior para derrubar a segunda dacusaçãocontra o presidente e dois ministros. O cenário econômico segue positivo, impedindo que os ajustes sejam mais fortes, mesmo após os números de inflação na sexta-feira acima do esperado. Nesta manhã, a pesquisa Focus do Banco Central mostrou que o mercado aumentou a projeção para a inflação neste ano, praticamente colocando-a de volta dentro do pausa da meta oficial, mas sem modificar a expectativa pela manutenção dos cortes da taxa básica de juros. DESTAQUES – PETROBRAS PN teve alta de 1,27 por cento e PETROBRAS ON subiu 0,67 por cento, numa sessão volátil para os custos do petróleo no mercado internacional, mas que também fecharam no azul. – VALE ON caiu 1,99 por cento, em sessão de perda para os contratos futuros do minério de ferro na China, na reabertura dos mercados após uma semana de feriado. – USIMINAS PNA teve queda de 1,82 por cento, após alta de mais de 4 por cento na sexta-feira. GERDAU PN cedeu 0,56 por cento e CSN ON caiu de 3,41 por cento, em sessão de queda dos contratos futuros do minério de ferro, apesar da alta para os futuros do aço na China. – ITAÚ UNIBANCO PN recuou 1,19 por cento. BRADESCO PN abandonou as mínimas e fechou com variação negativa de 0,06 por cento. – FIBRIA ON progrediu 2,51 por cento diante de observações positivas de analistas, vendo a manutenção de cenário favorável para os custos da celulose. O BTG Pactual reforçou a recomendação de compra para os papéis e realçou o potencial desalavancagem da companhia. O JP Morgan tinha aumentado o preço-alvo das ações. – SABESP ON subiu 2,07 por cento, após a Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo autorizar reajuste tarifário de 7,8888 por cento, acima do total estimado em revisão preliminar.

Leer Más

Bombeiros lutam incêndios florestais que deixaram 13 mortos na Califórnia

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Sonoma City Hall

ROSA, Califórnia – Bombeiros lutavam nesta terça-feira 17 incêndios florestais que mataram ao menos 13 pessoas e arruinaram centenas de casas e negócios no norte da Califórnia, além de arrasar as famosas vinícolas do Estado norte-americano. A redução dos ventos na segunda-feira ajudou os esforços para controlar as chamas, declarou Brad Alexander, porta-voz do Escritório de Serviços de Emergência do governador. Mas o número de mortes ainda pode ampliar, advertiu. Escolas e faculdades próximas dos incêndios florestais cancelaram as aulas nesta terça-feira, e dois clínicas do condado de Sonoma foram obrigados a realizar retiradas, declararam autoridades estaduais. Relatou Ken Pimlott, diretor de o Departamento de Silvicultura e Proteção contra Incêndios da Califórnia, em a segunda-feira, se os arruinou cerca de 1.500 residências e pontos comerciais . Grande parte do prejuízo aconteceu na região vinícola califórnia, situada ao norte de San Francisco. O condado de Sonoma foi o que teve mais fatalidades – sete mortes relacionadas ao fogo foram confirmadas no local, de acordo com o setor do xerife. Duas pessoas faleceram no condado de Napa e uma no condado de Mendocino, informaram autoridades. Relatou-se uma 11ª morte em o condado de Yuba, noticiou a rede NBC News. Cerca de 20 mil pessoas foram retiradas de seus lares desde domingo, segundo autoridades, e a rede CNN declarou que ferimentos relacionados mais de 100 trataram elas a os incêndios , incluindo queimaduras e inalação de fumaça. Os incêndios irromperam durante o final de semana e as temperaturas altas atiçaram eles e por a secura. Eles se disseminaram por cerca de 30 mil hectares, declararam autoridades dos bombeiros. O maior incêndio atingiu os condados de Napa e Sonoma, cobrindo 109 quilômetros quadrados e 101 quilômetros quadrados respectivamente. A situação da lavoura de uva sendo colhida no local atualmente não está clara. Além dos prejuízos em potencial do próprio fogo às vinícolas, eexpertsddeclaramque a eexibiçãopestendidaà fumaça densa pode afetar as uvas ainda não colhidas. Jerry Brown disse um estado de emergência em Napa, Sonoma e cinco outros condados – entre eles o de Orange, no sul, onde na segunda-feira um incêndio florestal arruinou ao menos meia dúzia de casas no bairro abastado de Anaheim Hills, forçando a retirada de centenas de habitantes, declararam autoridades. Jerry Brown é o governador califórnio.

ROSA, Estados Unidos – Incêndios florestais soprados por fortes ventos passaram pela região de vinícolas da Califórnia nesta segunda-feira após matarem ao menos uma pessoa, forçando a retirada de cerca de 20 mil pessoas e arruinando centenas de casas e negócios. O governador Jerry Brown disse estado de emergência para os condados no norte califórnio produtores de vinho Napa, Sonoma e Yuba, conforme chamas se disseminavam sem controle e cercavam a região em espessa fumaça que flutuou para San Francisco e Oakland. Dois clínicas foram forçados a retirar pessoas, declararam autoridades estaduais. Ao menos uma pessoa faleceu no condado de Mendocino, informou o Departamento de Proteção de Florestas e Incêndios da Califórnia , se negando a divulgar mais informações. Quando a pessoa faleceu, não ficou imediatamente claro. Milhares de bombeiros combateram contra rajadas de vento que ultrapassavam 80 quilômetros por hora, com 14 incêndios florestais, diversos fora de controle, em oito condados do norte califórnios, queimando em mais de 23 mil hectares desde o final de domingo, declarou o porta-voz do CalFire, Daniel Berlant. Cerca 1.500 casas e edifícios comerciais foram arruinados, declarou o diretor do CalFire, Ken Pimlott, durante entrevista coletiva.ROSA, Estados Unidos – Incêndios florestais soprados por fortes ventos passaram pela região de vinícolas da Califórnia nesta segunda-feira após matarem ao menos uma pessoa, forçando a retirada de cerca de 20 mil pessoas e arruinando centenas de casas e negócios. O governador Jerry Brown disse estado de emergência para os condados no norte califórnio produtores de vinho Napa, Sonoma e Yuba, conforme chamas se disseminavam sem controle e cercavam a região em espessa fumaça que flutuou para San Francisco e Oakland. Dois clínicas foram forçados a retirar pessoas, declararam autoridades estaduais. Ao menos uma pessoa faleceu no condado de Mendocino, informou o Departamento de Proteção de Florestas e Incêndios da Califórnia , se negando a divulgar mais informações. Quando a pessoa faleceu, não ficou imediatamente claro. Milhares de bombeiros combateram contra rajadas de vento que ultrapassavam 80 quilômetros por hora, com 14 incêndios florestais, diversos fora de controle, em oito condados do norte califórnios, queimando em mais de 23 mil hectares desde o final de domingo, declarou o porta-voz do CalFire, Daniel Berlant. Cerca 1.500 casas e edifícios comerciais foram arruinados, declarou o diretor do CalFire, Ken Pimlott, durante entrevista coletiva.Pelo menos dez pessoas faleceram nesta segunda-feira nos devastadores incêndios que atingem o norte califórnio, no oeste dos Estados Unidos, que já arruinaram 29 mil hectares e que fizeram mais de 20 mil pessoas deixarem suas casas.

Leer Más