Supertaça rende milhares aos bombeiros, 20 mil só em golos

Por: SentiLecto

Encontro da Supertaça Cândido Oliveira, disputado em Aveiro, rendeu 121.760 euros em defesa dos bombeiros.O encontro da Supertaça Cândido Oliveira, disputado em Aveiro, rendeu 121.760 euros em defesa dos bombeiros, mencionou a Federação Portuguesa de Futebol Profissional , organizadora da prova. A 39.ª edição de um troféu que pendo Benfica, que venceu o finalista vencido na Taça de Portugal teve um cariz solidário com a FPF, os clubes e patrocinadores a doarem 121.760 euros aos bombeiros. O Benfica, que venceu o finalista vencido na Taça de Portugal é o Vitória de Guimarães por 3-1. O Benfica, que venceu o finalista vencido na Taça de Portugal é o Vitória de Guimarães por 3-1.A verba foi apurada graças aos lances de jogo, sendo que cada golo marcado rendia 5.000 euros, o que significa que só em tentos, foram contabilizados 20.000 euros.Adicionavam-se outras contingências da partida com os remates e os cantos a valerem 1.500 euros. Por recuperação de bola, os bombeiros receberam 1.000 euros, enquanto os ataques e os cruzamentos rendiam 100 euros cada.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.Aa pausa os bombeiros já podiam esperar vir a receber 81.460 euros, uma informação que foi sendo divididas nos ecrãs gigantes do Estádio Municipal de Aveiro, onde estiveram esta noite cerca de 30.000 pessoas.Esta iniciativa solidária também ficou marcada no arranque do jogo com a entrega simbólica das chaves de uma viatura florestal de guerrazinha a incêndios que foi doada à Associação Humanitária de Bombeiros de Figueiró dos Vinhos, mas se a dividirá que em caso de necessidade, conforme precisa nota de a FPF, com os concelhos de Pedrógão Grande e Castanheira de Pera.

Leer Más

Videoárbitro: Federação mostra como se decidiu um golo no Sporting-Mónaco

Por: SentiLecto

A equipa de Rony Lopes , em Alvalade , em a apresentação de o Sporting a os sócios , invalidou um golo de arbitragem , em cooperação com o videoárbitro. A FPF e o Conselho de Arbitragem divulgam agora as comunicações entre os membros da equipa e mostram como tomou-se a resolução de não validar o golo

Leer Más

Túnel de Alvalade: FPF informa Sporting e Arouca

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – BrunoDeCarvalho

informou Sporting e o Arouca para uma audição disciplinarA Federação Portuguesa de Futebol já informou o Sporting e o Arouca para uma audição disciplinar que ocorrerá na próxima semana, para tomar uma resolução relativa ao caso do túnel, no Estádio de Alvalade. A notificação da FPF ocorre depois de receber, esta semana, o relatório e a denúncia da Comissão de Instrutores da Liga. No incidente estiveram envolvidos elementos dos dois clubes, nomeadamente os presidentes Bruno de Carvalho e Carlos Pinho, e ainda o diretor esportivo do Arouca, Joel Pinho.Faz 1 ano, tudo ocorreu a, em o final de o Sporting-Arouca de a jornada 10 de o campeonato, que os leões venceram por 3-0. Numa zona técnica do estádio, Bruno de Carvalho e Carlos Pinho, que na zaragata acabaram por se envolver igualmente outros membros das estruturas dos clubes, desentenderam-se, originando uma série de denúncias mútuas, com o dirigente de Arona a acusar o homólogo de lhe ter cuspido. Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.Nos dias seguintes, o caso fez correr mais tinta, com Bruno de Carvalho a declarar que já teria visto “búfalos mais serenos” que Carlos Pinho.Agora, decorridos sete meses sobre a zanga entre os presidentes, sabe O JOGO que a resolução final da Federação deverá ser conhecida antes de 22 de agosto.

Culpadas dos símbolos em causa têm esbarrado nas aumentadas pré-requisito financeiras que a SAD tem feito para viabilizar a saída do internacional português. Em Alvalade desejam-no ter na ChampionsO West Bromwich Albion é um dos símbolos interessados no concurso de Adrien – juntando-se ao Tottenham como possível destino do capitão leonino. Segundo O JOGO apurou, também o Crystal Palace e West Ham United têm olhado para o médio internacional de Portugal, mas esbarrado nas ambições dos dirigentes leoninos.Aliás, de acordo com informações recolhidas pelo nosso jornal, esse tem sido a grande dificuldade à transferência do adesportista que dquerabraçar outro desafio, à sesimilaridadeo que revelou o próprio em exclusivo a O JOGO há quase um ano. Então foi o campeão em título Leicester que progrediu com uma oferta de 30 milhões de euros, levando a que o desportista tivesse a saída como praticamente certa, algo que acabou por não ocorrer.O presidente Bruno de Carvalho tem sido claro para os intermediários de um eventual processo de saída de Adrien: só aceita negociar a principal referência da equipa no meio-campo por uma soma próximo dos 30 milhões de euros.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.No último defeso, Adrien esteve perto da saída, pois o Leicester City ofereceu 30 milhões de euros pelo médio, que confessou a O JOGO a vontade de ingressar no campeonato inglêsEssa foi o orçamento solicitado ao Tottenham na primeira investida efetuada, que se traduziu em 20 milhões de euros. Os londrinos ainda prometeram subir a parada, mas o facto de o meio-campo dos homens do treinador Maurício Pochettino não ter padecido mudanças colocou um travão ao processo.Em Alvalade, os culpados leoninos querem contar com Adrien na disputa do acesso àofperíodode grupos da Liga dos Campeões, mas o mercado pode determinar outra realidade para o jogador.

Leer Más

Conquista Allianz Challenge da FPF e ganha 10 mil euros

Por: SentiLecto

Jovem de Portugal venceu a final a duas mãos e levou para casa 10 mil eurosGonçalo Pinto é o ganhador do Allianz Challenge, um torneio FIFA da divisão FPF eSports disputado na Cidade do Futebol. O jovem “RastArtur” venceu na final Diogo Brás e teve como prémio 10 mil euros. Para além do dinheiro, Gonçalo Pinto assegurou ainda uma viagem à Dinamarca para enfrentar o campeão mglobalAgge Rosenmeier, adesportistada Red Bull. O segundo classificado teve direito a cinco mil euros e o terceiro, Luís Daniel, que agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo, levou para casa um computador portátil. Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as flechas.

Leer Más

FC Porto adverte Benfica: “O melhor ainda está para vir”

Por: SentiLecto

Através da Newsletter Dragões Diário, os azuis e brancos comentam a atitude do Benfica perante a o processo “Apito Final” e garante que continuará a divulgar pormenores sobre os afirmados “esquemas de corrupção”.O FC Porto veio a público criticar a reação do Benfica à dresoluçãodo Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol , que deu razão a Pinto da Costa no recurso aexibidoao castigo de dois anos de suspensão e multa de dez mil euros aplicado em 2008, no âmbito do processo Apito Final.Os azuis e brancos acusam o adversário de “procurar infectar a opinião pública”, com o objetivo de “desviar as atenções para o que realmente importa”. “A comunicação do Benfica tem procurado infectar a opinião pública com uma ideia peregrina: era o Tribunal Arbitral do Desporto que tinha proficiência para julgar o recurso de Pinto da Costa no processo “Apito Final”., que agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo, Fê-lodesejar através das suas famosas “fontes oficiais” ,desejar pela voz dos seus cartilheiros, como André Ventura”,iniciaa pordeclararr.”Julgamos que isto já ficou bem claro, mas voltamos a explicar para que os mais incautos não possam declarar que não foram informados: o que estimulou a resolução de maio de 2011 do Tribunal Administrativo de Lisboa – que considerou inexistente o acórdão de 4 de julho de 2008 do Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol que negava provimento ao recurso de uma deliberação da Comissão Disciplinar da Liga exibido por Pinto da Costa – foi a ilegítima constituição e funcionamento daquele órgão da FPF a partir do momento em que o seu presidente, com toda a legitimidade, concluiu uma reunião que seria depois pretensamente continuada à sua revelia. Em nada Esta resolução não é relacionada com o teor de o processo. Nesse sentido, considerou o Conselho de Justiça que, rostito à deliberação do Tribunal Administrativo, transitada em julgado em dezembro de 2016, lhe cabia reapreciar aquele recurso e produzir um acórdão que, ao contrário do anterior, não carecesse de legalidade. Foi isso que ocorreu”, remata.”O Benfica afirma que a apreciação desse recurso caberia ao Tribunal Arbitral do Desporto, ignorando que essa instituição só entrou em funcionamento em 1 de outubro de 2015 e que a lei que a regula inclui uma regra transitória que é muito clara em relação aos processos cujo julgamento é sua proficiência: “1 – A presente lei aplica-se aos processos começados após a sua entrada em forcita. 2 – A aplicação da presente lei aos litígios pendentes à data da sua entrada em vforcitacarece de acordo das partes”, aadiciona”Tendo isto em conta, o discurso que o Benfica tem produzido ao longo dos últimos dias sobre este tema só pode ser lido de duas maneiras: 1) ou é revelador de uma profunda ignorância jurídica; 2) ou não passa da tentativa de criação de uma manobra de diversão que só pode ter como objetivo desviar o foco da opinião pública sobre o que verdadeiramente atormenta os dirigentes daquele clube – os esquemas de eventual corrupção e tráfico de influências que têm sido delatados no Universo Porto da Bancada. Até porque, como eles bem sabem, o melhor ainda está para vir”, deduz.

Leer Más