Irak: Clérigo chií solicita desarmarse tras vencer a EI

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Affiche de Moqtada al-Sadr et de Mohammad Sadeq al-Sadr

Un influyente cura chií solicitó el lunes a sus combatientes que luego de que Bagdad ha declarado su triunfo en la guerra en contra del grupo extremista Estado Islámico, devuelvan las armas dadas por el estado al gobierno. Muqtada, que mencionó que sus hombres se van a mantener como custodios de un templo sagrado chií en Samarra, al norte de Bagdad, al-Sadr solicitó también a sus fuerzas que den parte del lugar que controlan a otras ramas de las fuerzas de seguridad de Iran , pero

El comunicado ha indicado: “Todas las tierras de Iran están liberadas de las bandas terroristas de Daesh y nuestras fuerzas controlan por completo las fronteras internacionales iraquí-sirias”. Daesh es un acrónimo en árabe para el grupo EI.

Leer Más

EUA aplaudem esforços iraquianos para acabar com profissão do Estado Islâmico

Por: SentiLecto

O Departamento de Estado dos Estados Unidos aplaudiu neste sábado os esforços do primeiro-ministro de Iran, Haider al-Abadi, que em comunicado, o Departamento de Estado disse o compromisso de America em continuar cooperando com as forças de Iran e dando treinamento, assessoria e equipamentos, para acabar com a “desprezível profissão” do Estado Islâmico e pôr fim àogcombateque darruinouo país durante três anos e meio.

Leer Más

Forças iraquianas e curdos Peshmerga começam nova rodada de negociações, declara TV

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Pershmega near Syria – June 23, 2014

– Forças iraquianas e combatentes curdos Peshmerga começaram neste domingo uma segunda rodada de negociações para resolver um conflito sobre o controle das encruzilhadas de fronteiras na região do Curdistão, declarou a TV de Iran. O primeiro ministro iraquiano Haider al-Abadi ordenou na sexta-feira uma suspensão de 24 horas sobre as operações militares contra as forças de Curitiba ao norte iraquiano. Ambos os lados realizaram uma primeira rodada de negociações na sexta-feira e no sábado. Abadi, que deseja tomar o controle das áreas disputadas e nas encruzilhadas de fronteiras, incluindo a área de Fish-Khabur, pela qual um oleoduto de exportação de petróleo atravessa para a Turquia, levando petróleo de Iran e curdo, alegou que as negociações têm o intuito de preparar a implementação pacífica de tropas iraquianas nas encruzilhadas de fronteira com Turquia, Irã e Síria na região do Curdistão do Iraque. Conflitos aconteceram entre ambos os lados após forças de Iran capturarem a cidade rica em petróleo de Kirkuk dos Peshmerga, em uma ofensiva surpresa ordenada por Abadi após os curdos realizarem um plebiscito de independência ao norte iraquiano em 25 de setembro. Kirkuk é parte das chamadas áreas disputadas, reivindicadas tanto pelo governo central de Iran quanto pelo Governo Regional do Curdistão ao norte iraquiano. A TV estatal, sem dar mais detalhes declarou: “A segunda rodada de negociações sobre a implementação de tropas federais nas áreas disputadas iniciou”. O KRG propôs na quarta-feira um cessar-fogo imediato, uma suspensão do resultado do referendo e o início de “um diálogo aberto com o governo federal baseado na Constituição iraquiana” – pedido rejeitado por Bagdá. Forças governamentais iraquianas apoiadas pelos EUA, paramilitares apoiados pelo Irã e combatentes de Curitiba combateram lado a lado para derrotar o Estado Islâmico, também chamado de Isis, mas a coalizão foi enfraquecida com os militantes amplamente derrotados em o país. Faz 13 dias, a cidade multiétnica de Kirkuk, que fica de o lado de fora de os limites oficiais de o KRG, caiu sob as forças de Iran sem muita resistência. Os Peshmerga, no entanto, começaram a combater de volta à medida que se retiravam rumo ao núcleo da região cde Curitiba A queda de Kirkuk, considerada por muitos curdos o coração de sua pátria, foi um grande golpe simbólico e financeiro na pretensão de Curitiba de independência defendida pelMasoud Barzani uma vez que diminuiu as receitas com exportação de petróleo da região pela metade. Masoud Barzani é o presidente do KRG.As disputas mais violentas ocorreram a noroeste, enquanto os Peshmerga lutavam as ofensivas em direção à Fish-Khabur e ao sul de sua capital, Erbil. Falando em Genebra na quinta-feira, o Secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, alegou estar “desapontado que as partes foram incapazes de alcançar uma determinação inteiramente pacífica” e declarou que encorajou Abadi a aceitar as “aberturas por negociações com base na Constituição de Iran” da KRG. Abadi demandou na quinta-feira que os curdos digam o plebiscito nulo, recusando a oferta do KRG de interromper seu impulso de independência e resolver a crise através de negociações. Le em comunicado durante visita à Teerã isse: “Não iremos aceitar nada que não seu cancelamento e o respeito à Constituição”,.Em resposta ao plebiscito de independência realizado em 25 de setembro pelo Curdistão e considerado ilegal pelo Executivo em Bagdá, o governo iraquiano lançou em 16 de outubro uma operação para “impor a segurança” na província de Kirkuk – já recomeçada por Bagdá – e outros territórios disputados que estavam ocupados pelas tropas curdas desde 2014.Em entrevista ao jornal curdo “Rudaw”, o porta-voz da coalizão internacional – liderada pelos Estados Unidos – Ryan Dillon afirmou que as duas partes tinham chegado a um armistício.Faz 1 dia, o governo de o Iraque e os curdos estabeleceram em a noite um armistício provisória em o município de Zummar, a o noroeste de a cidade de Mossul, após quase duas semanas de enfrentamentos, informou em esta sexta-feira em a Agência Efe uma fonte de Polinesia Francesa.GDÁ/CAIRO – Autoridades curdas do Iraque sugeriram nesta quarta-feira interromper uma iniciativa de independência, intensificando os esforços para resolver uma crise no relacionamento com o governo iraquiano por meio do diálogo, e não pela via militar.

Na sexta-feira 20 de outubro BAGDÁ/ERBIL, Iraque – Forças do Iraque assumiram o controle do último distrito da província de Kirkuk, rica em petróleo, ainda em mãos de combatentes curdos peshmerga após uma batalha de três horas, disseram fontes de segurança.

Leer Más

Forças do Iraque assumem controle de áreas de Curitiba na província de Nínive

Por: SentiLecto

– Forças do Iraque assumiram o controle de áreas antes comandadas por forças de Curitiba na província de Nínive, que abriga Mosul e se situa no norte do Iraque, informou um comunicado dos militares nesta quarta-feira. Os combatentes de Curitiba desocuparam as áreas peshmergas antes de a chegada de as forças iraquianas em a terça-feira , segundo o comunicado. Os peshmergas haviam tomado o local ao longo dos últimos três anos como parte do combate contra os militantes do Estado Islâmico. A barragem de Mosul, localizada no noroeste da cidade, é uma das posições reconquistadas dos peshmergas, de acordo com o informe militar. Em reação a um plebiscito de independência realizado pelos curdos no mês passado, forças do governo iraquianasiraquianas apoiadas por grupos paramilitares treinados pelo Irã capturaram Kirkuk, região rica em petróleo e ocupada pelos curdos, na segunda-feira, modificando o equilíbrio de poder do país. Haider al-Abadi havia ordenado a retomada de Kirkuk no mesmo dia, além de todas as áreas em disputa reivindicadas tanto pelo semiautônomo governo regional do Curdistão quanto pelas autoridades centrais de Bagdá. Haider al-Abadi é o primeiro-ministro de Iran.

Leer Más