MMTGapnet “desbrava” Lisboa em megafam; veja fotografias

Por: SentiLecto

– O segundo dia do Megafam MMTGapnet foi destinado exclusivamente à Lisboa. Se buscou o centro de a capital de Portugal por os cerca de 60 agentes de viagens vindos de todas as partes brasileiras. Eles compõem o grupo de melhores vendedores da operadora neste ano. Descobertas não faltaram os viajantes de primeira e os já apaixonados pelo destino. Entre as visitas se realçou a ida ao Castelo de São Jorge, um dos pontos mais disputados pelos visitantes, que revisita o fase anterior à Idade Média. Uma experiência a monumentos seculares seguiu as idas tipicamente de Lisboa : o pastel de belém. Se levantou a casa que leva o nome de a iguaria em 1837 e segue até hoje, 170 anos mais tarde, preparando uma fornada de 25 mil doces por dia. Só faltou o fado para completar. A premiação dos dez mais da MMTGapnet ocorrerá na sexta-feira . O Portal PANROTAS viaja a convite da MMTGapnet, com proteção Travel Ace

Leer Más

Testículos de suíno, erva-dos-gatos e outros medicamentos insólitos para infertilidade na Idade Média

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Mosaic of Justinian I – San Vitale – Ravenna 2016

Estes são links externos e vão abrir numa nova janela

Para tratar a infertilidade masculina, nada melhor do que comer testículos de suíno ou de cervo. Primeiro, você precisa deixá-los secar. Depois, tem que moê-los até que fiquem com a textura de um póbastanteo fino, para entãomesclará-los com vinho, deixando o sabor maiaprazívelel.

Leer Más

Record faz ‘Game of Thrones’ para crianças em ‘Belaventura’

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Belaventura logo

de segunda a sexta, às 19h45, na Record * A Idade Média está na moda na TV. Culpa do sucesso estrondoso de “Game of Thrones” , que inspirou séries como “Vikings” e “Medici” . Todas ambientadas naquele fase histórico, ou numa variante fictícia dela. A onda finalmente chegou ao Brasil. Ou melhor, voltou: o gênero capa-e-espada era habitual nos primórdios da nossa teledramaturgia, em folhetins desvairados assinados pela cubana Glória Magadan. Quando as tramas modernas já dominavam, virou-se o estilo mais tarde, em 1989. “Belaventura” não chega a tanto. A novela de Gustavo Reiz estreou nesta terça na faixa das 19h30, e só não é um conto de fadas porque não tem magia, muito menos dragões. Mas tem “casas”, como em “Game of Thrones”: famílias rivais que disputam o mesmo trono. O primeiro capítulo ainda mostrou a morte por envenenamento da duquesa Vitoriana , em circunstâncias quase idênticas ao homicídio do malvado reizinho Joffrey de “GoT”. Não foi a única cena violenta. Por outro lado, também houve momentos transplantados diretamente de ilustrações da Disney. Como a apresentação da mocinha Pietra ainda criança, saltitando contente enquanto colhia flores. Só faltaram avezinhas virem cantar com ela. “Belaventura” exibe alguns problemas recorrentes às produções da Record. Os atores, por exemplo, estão para lá de irregulares. O elenco infantil e o veterano Kadu Moliterno chegam a ser constrangedores. A direção de arte, ainda que visivelmente esmerada, também continua aquém do norma da Globo. Cenários e figurinos mesclam referências de várias épocas, sem, contudo, chegar a uma linguagem própria. E nada é mais bizarro que os “mestres da Ordem”, sacerdotes que parecem ter errado o percurso para alguma novela bíblica. É notória a preocupação da Record em evitar qualquer coisa que recorde a Igreja Católica em sua dramaturgia, mas aqui a solução encontrada beira o grotesco. De qualquer maneira, é perda de tempo cobrar exatidão histórica de “Belaventura” . A primeira trama não religiosa da Record em mais de um ano se sugere somente a ser um entretenimento convencional, para ser consumido em família. Talvez falte um pouco de humor –presente apenas no bobo da corte Corinto . “Belaventura” já tem cerca de dois terços de seus 150 capítulos gravados. Uma estratégia arriscada da Record, ainda mais quando se sabe que a próxima novela da faixa das 19h da Globo também tem temática medieval. Aí, sim, vamo ver uma autêntica justa entre duas das grandes “casas” da TV de Brasil.

E ao contrário da maioria das princesas que povoam o nosso imaginário, Carmona também não vive sonhando com o seu príncipe encantado. “Ela deixa sua vida pessoal de lado, não é vaidosa, não está interessada em alguém. Carmona não é a espécie de pessoa que vê que a alegria está na afeição. Ela deseja cuidar do reino”, adverte a atriz.Esqueça a princesa fofinha e chorosa das narrações de fada. Em “Belaventura”, nova novela da Record que estreia amanhã, Camila Rodrigues dará vida a Carmona, filha de um rei que deseja virar rainha a todo preço. “Ela acha que toniel é um rei fraco, que o irmão não tem habilidade de liderar. Toniel é o pai. Carmona é bem ambiciosa, mas não é vilã. É que ela realmente é a única preparada para conduzi e liderar o Reino de Belaventura”, declara Camila.

Leer Más

Mercado medieval de Óbidos revive papel da mulher na Idade Média

Por: SentiLecto

A mulher vai estar em destaque no Mercado Medieval de Óbidos, que vai decorrer até ao dia 6 de agosto, todas as semanas de quinta-feira a domingo, numa edição que “volta a apostar na cenografia e na animação” e assumindo-se como o certame “mais enraizado na comunidade e que envolve mais de mil pessoas de grupos e associações locais”, divulgou o autarca à agência Lusa, que hoje abre portas na vila , e onde até ao dia 06 de agosto se revive o papel de rainhas e plebeias na Idade Média.Denominada “vila de rainhas”, Óbidos aposta este ano num certame que, segundo Humberto Marques “recria o papel da mulher na sociedade medieval e lembra as lendas e histórias que envolvem rainha, princesas e mulheres habituais, mouras ou cristãs”. Humberto Marques é o presidente da Câmara.Mais de 30 grupos de animação na área da música, teatro, dança e recriação histórica participam no acontecimento, que este ano vai levar à cena “mais espetáculos em palco” e em simultâneo “intensifica a deambulação pelo recinto e o horário da animação”, senfatizouHumberto Marques.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.A par com os torneios a pé e cavalo e os cortejos, o destaque da programação vai nesta edição para a execução de um desempenho intitulado “O Rapto da Rainha”, que ocorrerá todos os domingos e que vai contar com a participação de grupos amadores locais de teatro do concelho de Óbidos.Dado o certame ter como assunto “Ser Mulher na Idade Média”, Óbidos vai ser ainda palco de duelos femininos nos torneios que se realizarão.Dezena e meia de tabernas e dois tascos asseguram a área da restauração no recinto onde o público vai ter ainda ao dispor produtos de 50 mercadores e artesãos, locais e estrangeiros, entre os quais marroquinaria do Norte de África.Com uma verba de 200 mil euros, o mesmo dos últimos anos, o acontecimento conserva as entradas gratuitas até aos 11 anos, e o custo dos ingressos a 7 euros a partir desse idade.Aos sábados e domingos, entre as 10:00 e as 16:00, o custo desce para os 4 euros e durante todo o certame os trajados à época pagam asomente5 euros, o mesmo valor do aluguer de traje, que pode ser feito na Casa do Pelourinho.

Leer Más

Cerco a Mossul, no Iraque, desgasta propaganda do Estado Islâmico

Foto: Wikipedia – Tigris river Mosul

Acostumada a noticiar eventuais triunfos militares, a máquina de propaganda do EI começou a enfrentar, nesta semana, um desafio: como relatar a sua progressiva derrota.

O Exército iraquiano progride desde a última segunda rumo a Mossul, de 1,5 milhão de moradoras e considerada baluarte do EI no país, diminuindo diariamente o território controlado pela facção terrorista.

Leer Más