Ataques aéreos deixam mais de 60 mortos em cidade síria

Por: SentiLecto

O número de mortos em ataques aéreos numa cidade síria em uma “zona de desescalada” aumentou para 61, informou nesta terça-feira um grupo de monitoramento do combate, em uma demonstração do frágil estado de áreas estabelecidas em tentativa de reduzi a violência.

Leer Más

Rússia veta na ONU prolongamento de inquérito de ataques químicos na Síria

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Matryoshka dolls (3671820040) (2)

A Rússia vetou nesta terça-feira no Conselho de Segurança da ONU um prolongamento do mandato do grupo de experts internacionais que analisam os ataques químicos na Síria.

– A Rússia impôs um veto nesta terça-feira no Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas para impedir a renovação do mandato de uma missão que investiga a utilização de armas químicas na Síria. Faz 2 anos, Unanimidade, conhecida como Mecanismo Investigativo Conjunto, instituiu o inquérito de a ONU e de a Organização para a Proibição de Armas Químicas por os 15 membros de o Conselho de Segurança e renovada por mais um ano em 2016. Seu mandato expira em meados de novembro. Até o dia 26 de outubro o JIM tem que relatar quem foi culpada por um ataque de 4 de abril na cidade de Khan Sheikhoun, comandada por inimigos do presidente sírio, Bashar Al Assad, que matou dezenas de pessoas. A Rússia desejava discuti o relatório antes de votar a extensão do mandato, e seu embaixador na ONU, Vassily Nebenzia, tentou protelar a eleição sem êxito. Nebenzia antes da eleição declarou: “Não tentem instituir a impressão de que a menos que adotemos esta determinação hoje, o JIM vai ser letra morta”. “Estamos prontos para voltar a estender o JIM após a publicação do relatório e Em 2 dias, depois que o debatermo”, completou. Faz 4 meses, uma outra missão de averiguação de a Opaq determinou que se utilizou sarin o agente nervoso em o ataque a Khan Sheikhoun, o que levou os Estados Unidos a dispararem mísseis contra uma base aérea de a Síria, em junho.

Leer Más

Kremlin declara que Putin e Erdogan debatem Síria pelo telefone

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Moscow Kremlin towers

O presidente russo Vladimir Putin e o presidente turco Tayyip Erdogan debateram uma próxima reunião do processo Astana no conflito sírio na capital Kazakh no final de outubro, informou o Kremlin, que , neste sábado por meio de comunicado. Durante a conversa telefônica, Putin e Erdogan conversaram sobre esforços em conjunto sobre o processo Astana, incluindo a criação de “zonas de desescalada” na Síria, e

Putin durante um fórum com acadêmicos declarou: “Neste caso faremos isso de acordo e muito rápido, assim que virmos medidas nossa mídia, vai haver uma resposta imediata”.Vladimir Putin declarou nesta quinta-feira que Moscou retaliará os Estados Unidos adotarem medidas para pressionar veículos russos de mídia que operam nos EUA. Vladimir Putin é o presidente de Rusia.- Vladimir Putin declarou nesta quinta-feira que Moscou condena os testes nucleares da Coreia do Norte Vladimir Putin é o presidente da Rússia. que Moscou condena os testes nucleares da Coreia do Norte, mas insistiu que a crise na península coreana precisa ser resolvida por meio do diálogo. Putin a alunas e repórteres durante sessão do Valdai Discussion Club. declarou: “Nós condenamos os testes nucleares governados pela Coreia do Norte”. “Mas, é absolutamente necessário resolver esse problema através do diálogo e não colocar a Coreia do Norte contra a parede, a ameaçando com a utilização de força, e não cair na total insolência.” Vladimir Putin realizou nesta quinta-feira uma de suas críticas mais duras na política externa dos Estados Unidos, listando o que chamou de algumas das maiores traições nas relações entre EUA e Rússia. Vladimir Putin é o presidente da Rússia.Na sexta-feira 22 de setembro Tayyip Erdogan havia declarado que a Turquia irá mandar tropas para a região de Idlib, no norte da Síria, como parte de um intitulado acordo de desescalada negociado pela Rússia no mês passado. Tayyip Erdogan é o presidente de Turquia.

Leer Más

Rebeldes confirmam que tropas de Turquia ergueram postos de controle na Síria

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Mother language in 1965 Turkey census – Turkish

As tropas de Turquia ergueram postos de controle em zonas fronteiriças entre a província síria de Idlib e a Turquia, e na área de Dara Aza, na vizinha região de Aleppo, declarou nesta sexta-feira à Agência Efe um dirigente do Exército Livre Sírio , Abdel Muin al Masri.

A Turquia, cujo nome oficial é República da Turquia ), é um país euro-asiático que ocupa toda a península da Anatólia, no extremo ocidental da Ásia.

Leer Más

Militares de Turquia entram na Síria

Por: SentiLecto

Um comboio militar da Turquia, cerca de 30 veículos, entrou na Síria, perto da fronteira com Bab al-Hawa, província de Idlib. Os veículos conduziam-se para Sheikh Barakat que está nas mãos de grupos rebeldes Sheikh Barakat é uma colina, a partir da qual se pode ter uma visão geral do noroeste do país., mas também a área de Afrin, onde uma milícia de Curitiba é encontrada.

Leer Más