CBF confirma volta de Vadão ao futebol feminino

Por: SentiLecto

Oswaldo Alvarez está de volta na seleção de Brasil de futebol feminino. Oswaldo Alvarez é o Vadão.O anúncio foi feito pela CBF nesta segunda-feira. O técnico irá ocupar a vaga aberta pela saída de Emily Lima, que foi demitida na sexta-feira. Vadão, que é uma escolha consensual dos dirigentes, estava no Guarani de Campinas até o quando deixou o time por causa da queda de produção no Campeonato Brasileiro da Série B. A primeira passagem de Vadão, final de agosto pelo time feminino brasileiro aconteceu entre 2014 e 2016. Faz 2 anos, em a chance, ele comandou a equipe permanente e os Jogos Olímpicos de 2016. Os principais resultados foram o título do Pan-Americano e o quarto lugar na Olimpíada do Rio-2016.

Leer Más

Emily Lima não é mais técnica da Seleção Brasileira feminina

Por: SentiLecto

A primeira treinadora da Seleção Brasileira de futebol feminino não resistiu à sequência de seis jogos sem vtriunfose fse a demitiu .Após reunião realizada na manhã desta sexta-feira, a CBF divulgou o desligamento de Emily Lima da posição. Em contato com a Gazeta Esportiva, logo após o anúncio da entidade máxima do futebol nacional, Emily Lima, que procurado para dar a sua versão, o coordenador alegou ter dado “todo o respaldo possível”, além de declarar “não ter autoridade para decidir nada sozinho” e que “todas as a CBF toma em conjunto resoluções”, confirmou que não teve respaldo do coordenador técnico de futebol feminino, Marco Aurélio Cunha.

Leer Más

Zanetti fala de expectativas para a primeira disputa do novo ciclo olímpico

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Arthur Zanetti Rio 2016m

Ao lado de Arthur Nory, Caio Souza, Rebeca Andrade e Thais Fidelis, o campeão olímpico, global e pan-americano nas argolas, Arthur Zanetti, seguiu para o primeiro compromisso do novo ciclo até a Olimpíada de Tóquio. Depois de duas semanas de treinamento no Rio de Janeiro, os treinos agora ocorrem em um ginásio próximo ao local da competição, que será realizada no Estádio Olímpico de Montreal, a cidade dos Jogos Olímpicos de 1976, no Canadá. Para o desportista, a disputa vai ser diferente, por ser um ano pós olímpico e não ser a disputa mais importante visando Tóquio 2020.

Chico realizou todos os exames necessários e, nas duas últimas semanas, recebeu tratamento médico e fisioterápico. Com o procedimento, os sintomas da lesão melhoraram parcialmente. Na última quarta-feira, o desportista alegou que se esforçaria para estar na disputa. “Estou em processo de recuperação ainda. Só posso declarar que a minha vontade de competir é bastante grande”, evidenciou Chico. “Treinei bastante para esse Mundial e desejo bastante conseguir me recuperar a tempo”, concluiu.Depois de padecer um trauma na região lombar durante a realização das paralelas, durante a Copa do Mundo de Varna, no começo do mês, Francisco Carlos Barretto Júnior vai ficar fora do Campeonato Mundial de ginástica artística. Se vai poupar o desportista por resolução médica, de a disputa que ocorre em Montreal, em o Canadá, em o próximo mês.

Leer Más

Paris 2024 vai ter mesmo programa do Rio 2016; vai vigiar-se levantamento de peso

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – CyclingTeamPursuitBeijing2008

Em 4 meses, embora o levantamento de peso esteja sob estreita vigilância devido a os muitos casos de doping, os Jogos Olímpicos de 2024, em Paris, que 2024 serão, portanto, atletismo badminton pugilismo, esgrima, hóquei, futebol, golfe, handebol, judô, pentatlo contemporâneo, remo, rúgbi, natação, canoagem, ciclismo, ginástica, vôlei, hipismo, luta olímpica, vela, taekwondo, tiro, tênis, tênis de mesa, triatlo e levantamento de peso, vão ter a mesma programação de a edição de 2016, em o Rio. Badminton é basquetebol. Atletismo é tiro com arco. A assembleia do Comitê Olimpico Internacional reunida em Lima aprovou a proposta formulada pelo italiano Franco Carraro, culpada pela delegação que estuda o programa de competições.

Na semana passada, as autoridades de Brasil realizaram uma grande operação contra Carlos Nuzman, presidente do Comitê Olímpico Brasileiro e membro honorário do COI, suspeito de ter coordenado um esquema de compra de votos para que o Rio de Janeiro fosse selecionado sede dos Jogos de 2016.

Leer Más

Buenos Aires quer Jogos Olímpicos em 2032

Por: SentiLecto

Buenos Aires deseja receber os Jogos Olímpicos de 2032. O presidente divulgou a informação de o Comitê Olímpico Argentino em entrevista a o jornal de Brasil ” Folha de S. Paulo ” , durante sessão de o Comitê Olímpico Internacional , em Lima. O Comitê Olímpico Argentino é gerard Werthein.

Leer Más