Aliados já trabalham pela candidatura Luciano Huck à Presidência

Por: SentiLecto

Aliados de Luciano Huck já preparam sua pré-campanha à Presidência. Esperam somente a confirmação do apresentador de TV para definir os rumos a seguir. Segundo a Folha apurou, Huck, que tem 8%, empatado com o governador Geraldo Alckmin no pelotão de segundo lugar na disputa em cenário sem Luiz Inácio Lula da Silva , comemorou, de Paris, o bom posicionamento na pesquisa Datafolha publicada nesta quarta .

Leer Más

PT comportar-se com a afeição, não com a razão, ao insistir com Lula, declara leitor

Por: SentiLecto

Uma vez que vários pontos percentuais tenderiam a migrar para candidaturas que se situam no espectro político oposto ao dele, a possível migração de votos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva revela a fragilidade da intenção de votos que ele exibe. RUI TAVARES MALUF, que diante desses números, percebe-se que o Partido dos Trabalhadores comportar-se com a afeição, não com a razão, ao insistir com Lula, * Dados do Datafolha que não podem passar despercebidos: 27% declaram que o suporte de Luiz Inácio Lula da Silva influiria “sem dúvida” a escolha de outro candidato e 17% alegam que “talvez” votassem no nome mencionado pelo ex-presidente . A sigla tem possibilidades de liderar as próximas pesquisas, se começar a trabalhar com outros nomes. PEDRO VALENTIM * Respeito bastante a pesquisa do Datafolha. No entanto, ainda é cedo para comemorações ou decepções. Os candidatos que de fato irão concorrer à Presidência da República neste ano ainda tvão termuita sola de sapato a gastar antes de subir a rampa. ADAUTO LEVI CARDOSO * Ao opinar pessoalmente em matéria que deveria só analisar os dados da última pesquisa Datafolha -para Mauro Paulino, um cenário eleitoral sem Lula “aprofunda a crise democrática”, o diretor do instituto faz um desserviço à Folha e aos seus leitores. O risco dessa espécie de viés, e até a mínima possibilidade de sua existência, é inaceitável diante do papel e do protagonismo que o Datafolha tem em ano eleitoral. Há que se ter mais responsabilidade e isenção, especialmente num ano tão decisivo para o país como vai ser 2018. ROGÉRIO CHEQUER, pré-candidato a governador de São Paulo pelo Novo RESPOSTA DO DIRETOR-GERAL DO DATAFOLHA, MAURO PAULINO – Todas as análises do Datafolha são embasadas em dados concretos e elaboradas com total independência. Naturalmente os números sempre comprazerão uns e vão desfavorecer outros. No ambiente atual, em que o viés é norma, a isenção provoca mais estranhamento aos engajados. – DOCUMENTÁRIO Ótima recomendação de João Pereira Coutinho . Consinto com o colunista quanto a ficar sem vocábulos ao assistir ao documentário [“O Ato de Matar”]. Entretanto, não faz sentido banalizar as denúncias de sexismo das filmes de James Bond. Felizmente não há barbaridades como as contadas no documentário, mas não significa que o protesto seja ingênuo ou improcedente. PAULO HUMBERTO – FEBRE AMARELA Como médico e pesquisador homeopata, integrante da câmara técnica de homeopatia do Cremesp , alego que vacina “homeopática” não existe, sendo considerada uma prática antiética e sem evidências científicas, segundo a Associação Médica Homeopática Brasileira . Usar o nome da homeopatia para justificar tal comportamento é apelação. MARCUS ZULIAN TEIXEIRA – ETIMOLOGIA “De nada”, “por nada” e “imagina”, como se declara em São Paulo, são formas de responder a “obrigado”. São fórmulas de cortesia que restituem a personalidade de espontaneidade e gratuidade ao ato original que gerou o reconhecimento. “Gracias”, Noemi Jaffe, por nos fazer refletir sobre expressões que definem a conduta humana . ELIZABETH pedra LEITE – AUXÍLIO-MORADIA Enquanto os três desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4ª Região apelam para honestidade e decoro na vida pública ao confirmarem a condenação de Lula por corrupção, Marcelo Bretas exige auxílio-moradia. Não é justo que funcionários dos três Poderes não paguem despesas que oneram os cidadãos habituais. SALVATORE D’ ONOFRIO – PRIVATIZAÇÕES O ato de diminuir o tamanho do Estado e privatizar reduziria as chances de negócios ilícitos e acabaria com a pressão por mais impostos. Consequentemente, acalmaria o bolso do contribuinte . WILSON OLIVEIRA – PARTICIPAÇÃO Os leitores podem cooperar com o conteúdo da Folha mandando notícias, fotografias e vídeos que sejam relevantes no Brasil e no mundo. Para isso, basta acessar Envie sua Notícia ou mandar mensagem para leitor@grupofolha.com.br

Leer Más

Após Datafolha, Lula decide antecipar lançamento de pré-candidatura

Por: SentiLecto

Após divulgação da pesquisa Datafolha, o PT decidiu marcar para a semana que vem o lançamento da pré-candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Leer Más

Juízes e procuradores veem ‘retaliação’ de políticos e vão fazer protesto no STF

Por: SentiLecto

Representantes de associações de juízes e de membros do Ministério Público veem em projetos que estão em tramitação no Congresso uma retaliação ao trabalho de guerrazinha à corrupção que essas categorias têm realizado.

Leer Más