Dilma Rousseff e Lula da Silva acusados de organização criminosa

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Geddel Adolescente 001

Acusou-se Os antigos presidentes de o Brasil Lula da Silva e Dilma Rousseff os antigos presidentes de o Brasil, Lula da Silva e Dilma Rousseff, de organização criminosa e de desvio de fundos de a petrolífera brasileira, Petrobrás, em o âmbito de o caso Lava-Jato. Lula e Dilma já alegaram que a denúncia concluída pela Procuradoria-Geral da República não tem fundamento.

Foi assim que Sarney chegou ao fim do seu arrastado mandato em 1990. Será interessante assistir ao novo embate entre os fisiológicos e os alienistas, loucos para algemar as mãos esvoaçantes do sucessor de Rousseff.

Leer Más

Lula menciona: “Brasil “no ha nacido para ser la mie”…. que es”

Por: SentiLecto

Si vuelve al poder, él/ella este sábado mencionó: “La nación “no ha nacido para ser la caca que es” y que sus adversarios políticos tienen terror de que salga escogido en las elecciones presidenciales del año que viene porque saben “lo que ocurrirá” “.

Leer Más

Ministério Público Federal recorre para agravar pena de Lula da Silva

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Sérgio Moro cerimônia Medalha Honra ao Mérito

O Ministério Público Federal do Brasil interpôs esta segunda-feira um recurso para agravamento da pena Luiz Inácio Lula da Silva. Se o condenou o ex-Presidente brasileiro há três semanas a nove anos e seis meses de prisão em um processo sobre corrupção em a petrolífera Petrobras.

O Ministério Público Federal do Brasil faz parte do Ministério Público da União, que o Ministério Público do Trabalho também compõe ele , por o Ministério Público Militar e por o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios.

Leer Más

Michel Temer é “a bigorna que atrasa” o Brasil — rapper Emicida

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Emicida2016

O Presidente não eleito do Brasil, Michel Temer, é “a bigorna que atrasa o país”, mas, como não tem “personalidade” para deixar o poder “voluntariamente”, a população deve fazer “pressão”, destaca o rapper de Brasil Emicida.Em entrevista à Lusa, pouco antes do concerto no Castelo de Sines, integrado no Festival Músicas do Mundo, Emicida ddeclarouque “o Brasil passa por um momento frustrante, deprimente”, com “uma verdadeira quadrilha que se apossou do poder”.Essa situação “tira o chão, tira todas as expectativas das pessoas, no sentido da melhora”, observa, frisando que a força da rua — para onde têm desembocado muitos brasileiros, em protesto diário — não é suficiente para combater o poder económico, que “manda nos meios de comunicação”, que moldam “a opinião da população, que tem uma informação distorcida, até a respeito de si mesma”.No último ano, o Brasil viveu uma crise política sem precedentes, com o ex-presidente Lula da Silva condenado, a ex-presidente Dilma Rousseff destituída e, ameaçado por um processo de corrupção, Michel Temer, o atual presidente, que chegou ao poder em 2016, sem votações, após a destituição de Dilma Rousseff, de quem era vice-presidente.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.”Torço para que haja um despertar da população, para que ela se posicione em relação a todos esses desmandos que têm ocorrido”, destaca Emicida.Uns minutos depois de iniciar o concerto, Emicida suspendeu para dividi com o público como era “mágico” estar ali, ele, e os restantes músicos da banda, que nasceram e aumentaram “num barraco”, com “uma história foda de agonia e de triunfo”. Por isso mesmo, não podia deixar de criticar “uma atitude” de um segurança, à entrada no castelo, que o revistou insinuando que estaria armado.Era altura de situar quem o ia ver e escutar: se, para quem tem “pele clara”, a conversa do racismo é “desagradável”, porque “enche o saco” e “já foi”, para quem vive com a pela mais escura, todos os dias, a dimensão é outra, porque “não consegue ir trabalhar um dia sem ser confundido com um criminoso”.”Ansiosão” para ouvir as músicas que vão passar por um festival que “contempla coisas de vários lugares do planeta”, num “lugar bonito p’ra caramba”, Emicida falou do projeto musical Língua Franca — que partilha com os rappers portugueses Capicua e Valete e o brasileiro Rael — como “uma maneira de grudar duas formas contemporâneas de se falar o português”, que junta “duas visões do mundo, com o Atlântico no meio”.O que ele gosta no português portuense é a ortodoxia de “santificar a sílaba tónica”. No Brasil, “o de Portugal é vivo, semana que vem é outro idioma”, compara.”O hip hop é uma cultura mundial, é o que a globalização tinha que ser, uma troca constante de riquezas, culturais, artísticas, poéticas, sem distinção das linhas que separam os países”, descreve.Essa postura não é necessariamente política. “Não tem dever nenhuma. Obriga-se ninguém aliás, a nada. O meu hip hop é livre, eu luto pela liberdade. As pessoas é que entendem que, isso é um ato político, porque as pessoas se sentar-se presas, quando se fala de liberdade”, reflete.Claro que, sem desejar “obrigar ninguém a se posicionar”, quando as pessoas “não conseguem conter o ímpeto” de o fazer, “isso é bastante nobre”, reconhece. Mas ninguém deve ser obrigado, senão “vira uma outra coisa, que é tudo menos liberdade”, frisa.

O Comitê de Política Monetária decidiu no começo da noite de hoje diminuir a taxa básica de juros oficial do país de %10,25 para %9,25, ao ano. O Comitê de Política Monetária é órgão ligado ao Banco Central do Brasil.Quando estava em 9%, com a mudança, a taxa básica de juros de Brasil atingiu o menor platô de 2013.”Em comunicado, o comitê informa que, “considerando o cenário básico, o balanço de riscos e o extenso conjunto de informações disponíveis, o Copom decidiu, por unanimidade, pela diminuição da taxa básica de juros num ponto percentual, para 9,25% ao ano”.”O Copom compreende que a convergência da inflação para a meta de 4,5% no horizonte pertinente para a condução da política monetária, que inclui o ano-calendário de 2018, é compatível com o processo de flexibilização monetária”, adicionou.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.A taxa básica de juros tem sido utilizada como o principal instrumento do Governo brasileiro para conservar sob controle a inflação oficial do país.Faz 1 mês, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, órgão responsável por as indicadores oficiais de o país, houve uma deflação de %0,23 em o Brasil, primeira variação negativa de a conduta de os custos em 11 anos.A Comissão Nacional de Eleições de Timor Oriental começou hoje, na sede, o processo de validação de resultados do apuramento realizado a nível municipal e na diáspora nas votações legislativas de sábado em Timor-Leste.Alcino Baris, presidente da CNE, explicou aos jornalistas que o processo agora a decorrer num dos edifícios da instituição em Díli é o penúltimo passo antes dos resultados finais serem validados pelo Tribunal de Recurso., referindo que o processo na CNE terá que estar deduzido em 48 horas declarou: “A legalização depende absolutamente da resolução do Tribunal de Recurso”.Alegou: “Nesse caso, o Presidente da República aguarda a publicação formal do Tribunal de Recurso antes de convidar os partidos “.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.O culpado da CNE declarou que a verificação em curso pretende determinar se há ou não discrepância nas contagens já registadas pelos centros de eleição sob supervisão do Secretariado Técnico da Administração Eleitoral .Vai ser também neste período que serão resolvidas as reclamações de votos, neste caso menos de 200, e respondidas outras queixas exibidas pelos partidos durante a eleição e contagem.O facto de haver poucos votos nulos e reclamados significa, segundo Baris, que “os eleitores têm cada vez mais conhecimento sobre os procedimentos da eleição”.O partido mais votado nas votações de sábado foi a Frente Revolucionária do Timor-Leste Independente com pouco mais de mil votos e com 23 lugares no Parlamento, à frente do Congresso Nacional da Reconstrução Timorense , que fica com 22 lugares no Parlamento.Em terceiro ficou o Partido Libertação Popular com oito lugares, o Partido Democrático com sete, e o Kmanek Haburas Unidade Nacional Timor Oan que vai ter cinco lugares.O incêndio que deflagrou na Sertã no domingo na tarde e alastrou para o concelho macaense continua esta madrugada comO incêndio que deflagrou na Sertã no domingo na tarde e alastrou para o concelho macaense continua esta madrugada com “vários pontos ativos” O incêndio que deflagrou na Sertã no domingo na tarde e alastrou para o concelho macaense é distrito de Santarém. O incêndio que deflagrou na Sertã no domingo na tarde e alastrou para o concelho macaense é distrito de Santarém. mas as autoridades preveem que seja controlado até ao nascer do dia.”Com a noite as condições tornaram-se mais favoráveis, a temperatura desceu e tem vindo a ser possível fazer algumas ações de consolidação. Neste momento ainda há vários pontos ativos, mas calculamo que até que surja o dia acabe por se conseguir consolidar o perímetro do incêndio quase todo”, declarou à Lusa o vice-presidente da Câmara de Mação, António Louro.O autarca mencionou que houve várias construções e habitações lesadas, mas não se registaram vítimas — nem mortos, nem feridos.Sete aldeias foram evacuadas e uma, Feiteiras, estava, na noite de segunda-feira, rodeada pelas chamas, que impediam moradoras, ambulâncias e bombeiros de sair, uma situação que António Louro declara já ter sido ultrapassada.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.”Foi uma situação de grande risco mas se a ultrapassou . O fogo passou e as pessoas acabaram por ficar na aldeia, mas sem vítimas a lamentar”, alegou.Cerca de 100 pessoas tiveram de ser retiradas das suas casas e transferidas para lares da Misericórdia.Segundo o vice-presidente da câmara, ainda não é possível quantificar quantas habitações ficaram lesadas, mas pelo menos duas na aldeia de Galega arderam.Declarou: “Há uma série de habitações arruinadas”.Pelas 06:00 estavam ativos dois grandes incêndios, ambos no distrito de Castelo Branco, que mobilizavam um total de 1.363 operacionais, apoiados por 435 meios terrestres, segundo a página da Autoridade Nacional da Proteção Civil .O maior dos dois é o que lavra em Mação, tendo deflagrado na Sertã no domingo à tarde, e entrado também no concelho de Proença-a-Nova. 992 operacionais lutam este fogo e 314 veículos.O outro fogo em Castelo Branco deflagrou na clientela de Santo André das Tojeiras no domingo, tendo passado para o concelho de Vila Velha de Ródão. Este incêndio mobiliza 371 operacionais e 122 veículos.Outro incêndio iniciou nas 05:38 em Contensas de Cima, Mangualde estando nas 06:00 a ser lutado por 15 bombeiros. Mangualde é distrito viseense.gundo a página da ANPC, um incêndio em Bragança, na clientela de Lavandeira, Beira Grande e Selores encontra-se dominado, mobilizando 45 operacionais e 13 meios terrestres.Em determinação estão nove fogos, com dois ainda a mobilizar um número aumentado de operacionais: um em Gavião, distrito de Portalegre, com 122 operacionais e 44 veículos, e outro na clientela Amedo e Zedes, concelho de Carrazeda de Ansiães , com 116 operacionais e 40 meios terrestres.

Leer Más

Reprova-se Governo do Brasil por %85 e Michel Temer por %94

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Deputado Michel Temer

O nível de reprovação do Presidente Michel Temer e do respetivo governo atingiu valores recorde numa nova sondagem intitulada “Pulso Brasil”, divulgada mensalmente pelo Ipsos.

Michel Miguel Elias Temer Lulia é um político, advogado e escritor brasileiro, atual presidente brasileiro após o impeachment da titular, Dilma Rousseff.

Leer Más