Bizarrices da crise em um país bizarro

Por: SentiLecto

Tenho a impressão de que quase todo o mundo já verteu sua indignação com a crise, pelos diferentes meios ao alcance de cada qual, das colunas de jornal aos telejornais, dos botequins aos papos com amigos.

Leer Más

Delação da JBS revela propinas de US$ 80 milhões para Lula e Dilma

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Friboi jbs

Diretores do grupo JBS revelaram em delações premiadas que pagaram US$ 80 milhões em propinas, em valores adicionados, às campanhas eleitorais dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, segundo documentos divulgados nesta sexta-feira pelo Supremo Tribunal Federal .

Jbs s.a. é uma companhia de Brasil de goiás, fundada em 1953.

Leer Más

Delação da JBS incrimina Lula e Dilma em novos atos de corrupção

Por: SentiLecto

As delações premiadas dos proprietários do grupo JBS, Wesley e Joesley Batista, incrimina em novos casos de corrupção os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, segundo documentos divulgados nesta sexta-feira pelo Supremo Tribunal Federal .

Leer Más

A Petrobras quase quebrou, mas Lula tem orgulho do que fez

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Luiz Inácio Lula da Silva and José Alencar (2004)

Em as considerações finais de seu testemunho a o juiz Sergio Moro , o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva , que declarou que é ” vítima de uma caçada jurídica ” , que está sendo ” julgado por um power point mentiroso ” , que ” o jornalismo jamais foi tão atacado ninguém ” e que ” tem orgulho de ter feito a Petrobras ser uma companhia extraordinária ” , traçou o roteiro de sua campanha para a Presidência em 2018.

No primeiro, afirmam que o processo tem que ser suspenso até que haja resolução definitiva sobre se o juiz Moro deve ou não continuar à frente do processo.Reuniu no palco ao seu lado parlamentares e dirigentes petistas, líderes de movimentos sociais e sua sucessora, a ex-presidente Dilma Rouseff.

Leer Más

Lula e Dilma sabiam de caixa dois da Odebrecht, declara João Santana

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Montagem Lava Jato

O marqueteiro João Santana disse, em seu testemunho prestado em acordo de delação premiada, que os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff sabiam da utilização de recursos de caixa dois da empreiteira Odebrecht para pagamento de dívidas eleitorais das campanhas presidenciais do PT.

“A prova está exclusivamente em testemunhos de delatores . A fragilidade da prova, no entanto, não importa para o ponto. Interessa sim questionar qual é a relação entre o objeto original das ações eleitorais e o assunto da compra de partidos ou caixa dois no anúncio. A relação é nenhuma.”

Leer Más