Relator de novo juro do BNDES está do lado do governo, declara secretário

Por: SentiLecto

O relator da MP que vai estabelecer a nova TLP está do lado do governo, alegou Fabio Kanczuk em conferência com clientes do Credit Suisse. Fabio Kanczuk é o secretário de Política Econômica do ministério da Fazenda.

Leer Más

Tivemo que passar o país a limpo, custe o que custar, declara leitor

Foto: Wikipedia – Leaves opposite

É vergonhoso o festival de agressões da classe política à inteligência do cidadão. A todo momento tenta-se isentar a prática de caixa dois. Agora o objeto é evitar a cassação do presidente Michel Temer, afirmando que tal resolução do TSE provocaria grande efeito na economia do país. Tivemo que passar o país a limpo, custe o que custar e doa a quem doer. Que o TSE julgue a cassação de forma independente e isenta, pelo bem do Brasil. Vai cassar-se o presidente Michel Temer jOÃO CARLOS FIGUEIRA *, que ninguém deseja uma instabilidade econômica e social em esta altura de o campeonato, Acredito que não . Os julgadores devem pensar nisso na hora de proferir seus votos. Agora que tudo está sendo normalizado e começamos a sair do atoleiro, seria péssimo para o Brasil uma resolução desfavorável ao comandante desta nau. O país não suporta mais turbulência. É necessária muita serenidade aos ministros do TSE. REINNER CARLOS DE OLIVEIRA * O grande efeito na economia está em conservar no poder um presidente e muitos ministros sob suspeita das mais variadas comportamentos criminoso. Precisamos de políticos insuspeitos -na verdade, isso é o mínimo que se deveria esperar deles. Chantagens como essa transmitida pelo advogado de Temer devem ser respondidas com rigor pelo TSE. ROBERTO RAMIRES PEREIRA SINDICATOS E REFORMAS provocou surpresa à UGT a reportagem “Por volta de contribuição, centrais oferecem oposição menor a reforma”. A Folha rasgou seu “Manual da Redação”, pois se a mencionou nossa central como se apoiasse a ideia, mas nem sequer fomos escutados. Tal questão jamais foi debatida em nossos fóruns. A UGT não negocia suporte ao governo Temer por mais orçamentos. Nossa central respeita os trabalhadores e defende os seus interesses. RICARDO PATAH, presidente Nacional da UGT * Não há nenhuma espécie de negociação com o governo federal para apoiar as reformas da Previdência e trabalhista em troca da retomada da cobrança da contribuição assistencial. Existe a ideia de um projeto de lei que regulamente a contribuição, mas não há acordo com o governo de “toma lá, da cá”. É a espécie de barganha que não aceitamos. Vamo continuar combatendo pelos direitos dos trabalhadores e dos aposentados. MIGUEL TORRES, presidente da CNTM e vice-presidente da Força Sindical RESPOSTA DOS JORNALISTAS BRUNO BOGHOSSIAN E PAULO GAMA – A Folha reafirma que a proposta de abertura de negociação das centrais foi levada ao presidente Michel Temer em audiência na última terça-feira . A reportagem descreve a articulação das entidades para incluir a regulamentação da cobrança de taxa assistencial em um “pacote” que inclui as reformas exibidas pelo governo. METRÔ Na reportagem “Atraso fará SP indenizar linha 4 do metrô”, o jornal não deixa claro que o principal culpado pela demora na finalização do projeto foi a ruptura do contrato, em julho/2015, com o Consórcio Isolux – Corsan Corvian, pelo não cumprimento do acordo. Mesmo antes disso, as obras já seguiam em ritmo lento pelo consórcio. O Metrô fez uma nova licitação para a finalização das quatro estações faltantes. Esses dois fatores redundaram em um ano e meio de atraso. Não fossem esses entraves, as estações estariam prontas. EUZI DOGNANI, coordenadora de jornalismo do governo do Estado de São Paulo REFORMA DA PREVIDÊNCIA Tragicômica a argumentação dos autores em favor da igualdade, defendendo que a reforma vai trazer justiça e melhoras para os mais pobres. Nada melhora para ninguém, tudo piora para todos. A reforma afunda todos na mesma lama. As consequências, no entanto, sempre pesam mais aos mais pobres. RICARDO KNUDSEN * Com argumentos sólidos apoiados por dados matemáticos, os autores Mansueto Almeida e Marcos Mendes confirmam a necessidade inadiável da reforma, além de desmontarem as falácias arremessadas contra ela. MILTON PEREIRA DE TOLEDO LARA assaltos DE CARGA Nos últimos 20 anos, secretários de segurança e governadores de São Paulo sucatearam a Polícia Civil e investiram fortunas em patrulhamento preventivo. Quando vão perceber que a política de medalhas e condecorações só faz ampliar a criminalidade? PAULO LEW OMBUDSMAN Parabéns, Paula Cesarino Costa, perfeito. De um jornal como a Folha não se espera menos do que uma matéria investigada, não somente a transcrição do noticiário geral. Que nunca precisemos comparar nosso jornal com a “feitura de salsichas. ANA TEREZA CALLEJA COLUNISTAS Apesar da análise precisa de Janio de Freitas sobre as atitudes e personalidade de Gilmar Mendes, não consigo imaginar como alguém tão impopular e com tão parcas credenciais quanto o referido ministro poderia estar capacitado a tornar-se candidato à Presidência da República. LUIZ DANIEL DE CAMPOS * Ainda assino a Folha pelo prazer de ler Clóvis Rossi. A habilidade de síntese e a transparência do texto “Europa, do deleite à melancolia” são para poucos. Parabéns ao jornalista pela brilhante análise e por nos relembrar a frase “o nacionalismo é o último refúgio do canalha”, bastante apropriada para o atual momento do país. ORESTES ROMANO SERAFINA Maria Gadú declara que ela vai responder que adquiriu o esperma, quando o filho perguntar quem é o pai dele. É uma atitude egoísta. Toda pessoa tem o direito de saber quem é seu pai, quem são seus avós paternos. SILVIO SOUZA ★ O impeachment de Dilma Rousseff foi o melhor golpe que a nossa República já padeceu. Afastou uma incapaz do governo, que achava a Presidência um presentinho que ela ganhou do tio Lula, um mimo que ninguém poderia lhe tirar. JOSÉ LEAL

Com a menor adesão de público, ganharam visibilidade na Paulista grupos mais radicais e com pautas heterodoxas, como os que pediam o regresso da ditadura militar.Neste domingo, a estimativa de organizadores é de que cerca de 15 mil pessoas foram às ruas na cidade. A PM não fez contagem de público.

Leer Más

Temer lamenta a morte de Shimon Peres

Foto: Wikipedia – Shimon Peres, WJC Plenary Assembly, 2009

— o presidente michel temer em esta, a morte de o prêmio nobel de a paz e ex-premier israelense shimon peres lamentou. O político, o último dos fundadores de Israel, faleceu nesta madrugada, aos 93 anos. “Lamento a morte do grande líder israelense Shimon Peres, que estava hospitalizado desde 13 de setembro depois de padecer um acidente vascular cerebral, com quem tive a chance de encontrar-me em 2013, durante visita a Israel. Sua luta pela paz vai permanecer como seu mais importante herança para a Humanidade”, declara a nota oficial do governo brasileiro. Com uma carreira de quase 70 anos, o político foi várias vezes ministro, duas vezes premier e duas vezes presidente, sendo considerado um dos artífices das tentativas de paz com a população palestina. Em a, o médico pessoal de o israelense havia informado que a situação se agravara. Segundo o diagnóstico feito no hospital em Tel Aviv onde ele estava internado, havia prejuízo cerebral grave e órgãos começavam a exibi sinais de falência. A família já admitia que a situação era irreversível e começou a prestar despedidas. Se enterrará Peres em esta.

Último político da geração dos pais fundadores de Israel ainda vivo, Peres assumiu em várias ocasiões as funções de primeiro-ministro e a de presidente entre 2007 e 2014. Peres é ministro em inúmeros governos trabalhistas. Aos 93 anos, se encontrava especialmente ativo através de seu Centro Peres para a Paz, que promove a coexistência pacífica entre judeus e árabes.Políticos de a oposição e membros de o Gabinete de o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu foram, ainda em a, se despedir em pessoa de o político, idolatrado nacionalmente por seu papel em a fundação de o Estado israelense.A fonte, que pediu anonimato, à AFP ddeclarou “O presidente está lcombatendopor sua vida”.“Seu estado de saúde é bastante, bastante difícil. Os médicos estão inquietados”.De acordo”The Jerusalem Post”, que menciona um comunicado do médico pessoal e genro de Peres a condição do ex-presidente é “enormemente séria”. “The Jerusalem Post”, que menciona um comunicado do médico pessoal e genro de Peres é rafi Walden. “The Jerusalem Post”, que menciona um comunicado do médico pessoal e genro de Peres é rafi Walden.

Leer Más

Plantio de soja 16/17 no Paraná atinge 3% da área; milho progride a 34%, declara Deral

– O Paraná, segundo produtor de soja do Brasil, estimou nesta terça-feira que plantio da oleaginosa na colheita 2016/17, recém começado no Estado, atingiu 3 por cento da área. Enquanto a safra de trigo da colheita 2015/16 no Estado, o principal produtor do cereal no Brasil, atingiu 22 por cento da área, já o plantio de milho primeira colheita 2016/17 progrediu para 34 por cento da área.

Leer Más

La economía va a ser la prioridad del presidente interino de Brasil, Michel Temer

Temer, del Partido del Movimiento Democrático Brasileño y antiguo aliado de Rousseff, con la que quebró vínculos el pasado marzo, ha designado como ministro de Economía a Henrique Meirelles, bien observado por los mercados financieros, que ha sido presidente del Banco Central de Brasil durante ocho años durante los dos Gobiernos del expresidente Lula da Silva . Una de las medidas más urgentes que deberá emprender, según algunos especialistas, es la reforma de las jubilaciones, que hoy representan el 12% del PIB de Brasil. Los brasileños pueden jubilarse a una edad media de 55 años. Mansueto Almeida, especialista en cuentas públicas informa: “Lo más urgente es fijar una edad mínima para la pensión para reducir gastos”.

Leer Más