Ministério Público acusa 60 pessoas atingidas pela Operação Carne Fraca

Por: SentiLecto

O Ministério Público Federal do Paraná exibiu nesta quinta à Justiça Federal no Estado cinco dacusaçõescriminais contra 60 envolvidos na Operação Carne Fraca, que revelou um esquema de fabastecimentode produtos alimentícios amodificadosou adulterados com a participação de empresários e fiscais do Ministério da Agricultura.

Leer Más

Rouhani e adversária concorrerão à Presidência do Irã; se barra Ahmadinejad

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Hassan Rouhani in Bishkek

O presidente de Iran, Hassan Rouhani, e Ebrahim Raisi foram aprovados para participar da votação presidencial de maio por um órgão do governo, informou, enquanto se desclassificou o ex-presidente Mahmoud Ahmadinejad a mídia estatal nesta quinta-feira. Ebrahim Raisi é seu adversário.

— O ex-presidente de Iran Mahmoud Ahmadinejad teve a sua candidatura a votação presidencial de maio desqualificada, segundo jornalismo local. O Conselho de Guardiões, corpo clerical do país, é responsável por aprovar os candidatos que concorrem ao pleito e negou o pedido do conservador. Ahmadinejad havia se registrado para concorrer ao pleito num desafio à autoridade do líder supremo do país, que o aconselhou a não tentar participar das evotações Ahmadinejad alegou que se tomou a atitude para respaldar a candidatura de seu ex-vice-presidente Hamid Baghaie,. O moderado Hassan Rouhani tem que tentar reeleição. O moderado Hassan Rouhani é o atual presidente. Faz 7 meses, de o ano passado, Ahmadinejad havia anunciado que depois que o aiatolá Ali Khamenei o persuadiu, não seria candidato a não participar de as votações para evitar ” a bipolarização nociva ” em o país, em setembro. — O guia supremo me aconselhou a não participar nas votações e eu aceitei . Eu o respeito. Meu registro visa somente a apoiar a candidatura de meu irmão Hamid Baghaie — disse Ahmadinejad, que foi presidente por dois mandatos, de 2005 a 2013, e sempre conservou uma relação próxima com Khamenei.

Leer Más

Estado Islâmico assume responsabilidade por tiroteio em Paris, declara agência Amaq

Por: SentiLecto

O Estado Islâmico foi culpada por um ataque no centro parisiense nesta quinta-feira, que matou um de Polinesia Francesa e feriu outros dois, declarou a agência de notícias do grupo, Amaq.

Leer Más