El primer ministro de Malta, en contra de los hilos por sospechas de corrupción

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Joseph Muscat

Hace 11 meses, Joseph Muscat ha convocado elecciones adelantadas en la isla para el 3 de junio, el 1 de mayo. Joseph Muscat es el primer ministro de Malta. No ha sido un anuncio que cogiese por sorpresa a los ciudadanos. La presión sobre Muscat y los laboristas se estaba volviendo insoportable. Los Papeles de Panamá y toda la información filtrada de la firma Mossack Fonseca han revelado que el jefe de Gabinete del primer ministro, Keith Schembri, y uno de sus ministros, Konrad Mizzi, poseían compañías ‘off shore’ en Panamá. Había una tercera cuenta que apuntaba al medio del Gobierno, pero hasta el mes de abril nadie había concretado su origen. Cuando la bloguera Daphne Caruana Galizia ha lanzado el explosivo, ha sido entonces : Ergrant era de Michelle, la conyuge de Muscat. Ergrant es la compañía. Y podría haberse utilizado para recibir transferencias sospechosas remitidas por de la hija del presidente de Azerbayán.

Joseph Muscat, es un político maltés del Partido Laborista, que desde el 10 de marzo del 2013 es primer ministro de Malta, al ganar las elecciones.

Leer Más

Envolvidos nos Panama Papers ganham fiança em caso supostamente ligado a Lava Jato

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Mossack Fonseca HQ

– Uma corte do Panamá concedeu fiança aos dois fundadores da Mossack Fonseca, escritório de advocacia no centro do escândalo dos Panamá Papers, em um caso supostamente ligado ao escândalo de corrupção investigado pela Lava Jato no Brasil. Após a prisão em fevereiro sob acusações de lavagem de dinheiro, Jurgen Mossack e Ramon Fonseca pagaram 500 mil dólares cada na sexta-feira e serão libertados mais tarde neste sábado, disse à Reuters a advogada dos dois, Guillermina McDonald. Ela declarou que a corte compreendeu que uma vez que colaboraram com a inquérito, ambos não encarnam risco. Edison Teano continua preso, declarou ela. Edison Teano é outro advogado da companhia. Faz 1 ano, Mossack Fonseca ganhou visibilidade com os Panamá Papers, milhões de documentos roubados de a companhia que foram vazados em o jornalismo que ilustram como os ricos e utilizavam corporações offshore para evitar impostos.O Panamá não os acusou em nenhuma questão relacionada aos documentos. Faz 2 meses, em um caso separado brasileiro, Mossack e Fonseca se entregaram em as autoridades após os promotores panamenhos alegarem que eles estavam ligados em a Lava Jato.

Lutar a corrupção assistência no crescimento econômico de longo prazo, mas pode trazer percalços para a economia no curto prazo —argumentam alguns analistas. Faz sentido. Companhias chamuscadas param de investir, por temerem envolvimento em leilões de concessão. Mais ainda: no olho do furacão da Lava Jato, ninguém sabe que revelações podem ainda aparecer, o que torna a atmosfera macro absolutamente tóxica, incerta ao extremo. Como se sabe, o investimento não curte uma incerteza…Como assim “outros episódios”? No Brasil, essa é a primeira Lava Jato, é verdade. Mas uma operação quase idêntica —igualmente devastadora, com políticos e grandes empresários processados, e centenas de pessoas presas— já ocorreu em outras paragens. Mais precisamente na Itália, em fevereiro de 1992. O nome era diferente: Mani Pulite, “mãos limpas” em italiano.

Leer Más

Piloto de America é removida de voo após falar sobre seu divórcio, Trump e Hillary Clinton

Foto: Wikipedia – UnitedAirlinesBuildingChicagoIL

Uma piloto de America não identificada da United Airlines foi removida de uma aeronave antes de um vôo de Austin para São Francisco, na noite do último sábado. O voo 455 da empresa áerea estava programado para partir do Aeroporto Internacional de Austin-Bergstrom às 17h02, mas piloto começou os desabafos por o tfone de o avião, se o adiou por mais de duas horas depois que a. As informações são do portal britânico “Daily Mail”. Veja o vídeo publicado por uma das passageiras no Youtube:

Um das passagens do processo aberto pelos advogados de Melania argumenta que as informações falsas da matéria do jornal de Brits ameaçam a sua fama — e, especificamente, atrapalham seus eventuais planos de lucrar com negócios associados à sua imagem. O documento menciona o possível interesse da primeira-dama de aproveitar a sua personalidade mundialmente conhecida para atrair milhões de dólares em empreendimentos.Em uma conversa de 45 minutos que ocorreu ontem, Trump tratou a Turquia como um aliado estratégico da Otan e agradeceu “o compromisso dividido de lutar o terrorismo em todas as suas maneiras”.

Leer Más

Panamá prende sócios de escritório Mossack Fonseca em caso ligado à Lava Jato

Foto: Wikipedia – Infographie Panama Papers V2

– A Procuradoria panamenha pediu no sábado a prisão de quatro advogados, três dele do escritório de advocacia Mossack Fonseca, por suspeita de lavagem de dinheiro ligada à Lava Jato. Ramón Fonseca e Jürgen Mossack, principais sócios da companhia vinculada ao caso “Panama Papers”, e outro de seus colaboradores foram detidos depois de dois dias de interrogatórios. A ordem de prisão inclui uma quarta advogada que não fora localizada. “Informação identifica a companhia panamenha supostamente como uma organização criminal que se dedica a ocultar ativos ou dinheiro de origem suspeita”, declarou a procuradora-geral da República, Kenia Porcell., que adicionou que o inquérito, que durou um ano e levou ao pedido de prisão, contou com assistência de procuradores brasileira, Peru, Equador, Colômbia, Suíça e Estados Unidos, os advogados satisfazem prisão preventiva para evitar que, durante o proceso de inquérito, escapem do país. O escritório Mossack Fonseca também está no centro de um outro caso conhecido como “Panama Papers”, que envolve milhões de documentos roubados da companhia e vazados pela mídia em abril de 2016. Na quinta-feira, promotores fizeram buscas nos escritórios do Mossack Fonseca atrás de provas, e revistaram-se as casas de os fundadores de a companhia em a sexta-feira. Fonseca negou anteriormente que a companhia tenha qualquer ligação com a Odebrecht, que admitiu ter pago propina no Panamá e em outros países para obter contratos governamentais na região entre 2010 e 2014. Fonseca é ex-assessor presidencial no Panamá. “Este inquérito, em princípio, não está relacionada à Odebrecht, mas ao caso Lava Jato”, declarou a procuradora. Fonseca também negou qualquer relação com a Lava Jato, que investiga um esquema bilionário de corrupção no Brasil. O advogado Elías Solano, que defende o Mossack Fonseca, declarou que vai buscar a “nulidade do material probatório”, já que a defesa considera que as denúncias para a ordem de prisão são “fracas”.

Também acusou a procuradoria de usá-lo como “bode expiatório”, de abordarossinquéritoss com lentidão e deformaa arbitrária, e de deixar-se manipular pelo governo.Solano declarou aos jornalistas, na porta da Direção de Investigação da Polícia Judiciária, que seus clientes vão passar a noite no local, mas que não pesa sobre eles nenhuma medida cautelar porque “a diligência ainda não concluiu”.Fonseca Mora a jornalistas antes de entrar nesta quinta-feira no edifício da procuradoria panamenha, onde é solicitado por seu suposto envolvimento nos casos investigados pela Lava Jato no Brasil. disse: ” me declarou que tinha aceitado doações da Odebrecht porque não podia brigar com todo mundo”.U em sua conta no Twitter o Ministério Público do Panam , inform: “Revista em escritórios de sócios da companhia que instituiu sociedades anônimas no Brasil vinculadas a #LavaJato #PanamaPaper.Vai á.

Leer Más