Hallan fallecido en México a un miembro del equipo de ‘Narcos’ que buscaba localizaciones para la serie

Por: SentiLecto

Se ha hallado a un cineasta de Mexicode Mexico que colaboraba con la popular serie de Netflix Narcos fallecido en el central Estado de México, una de los más golpeados de esta nación por el crimen organizado, comunicaron la compañía y allegados a la víctima.

Leer Más

‘Coco’ es el film más visualmente complejo que hicimos en Pixar': artífices

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Altardediademuertos

Lo de la dirección de los films de animación suele ser una práctica que se realiza mejor en pares. Así que no es sorprendente que el veterano director de Pixar Lee Unkrich, que , Adrian Molina, – que estuvo al timón de títulos ya clásicos como Toy Story 2 y Toy Story 3 – comparta las funciones de dirección en Coco con el director novel , pero

Charlamos con ambos cineastas en la sede del estudio de animación en Emeryville, California, y nos han revelado algunos de los desafíos de esta celebración cinematográfica del Día de los Muertos.

Leer Más

Streaming: Amazon Prime Video ganha app para PlayStation 4 no Brasil

Por: SentiLecto

A Amazon anunciou nesta sexta-feira, 25/8, o lançamento do seu serviço de streaming para o PlayStation 4 e o PlayStation 3 no Brasil. O app da plataforma já pode ser diminuído pela PlayStation Store do país.

Leer Más

Um dia completo de música conclui o Festival Internacional de Marvão

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Campo Maior

Uma programação que preenche todo o dia de hoje conclui o IV Festival Internacional de Música de Marvão , no Alto Alentejo, iniciando às 11:00 com a eucaristia em que é interpretada a Missa da Coroação, de Mozart.Na festa católica dominical, na igreja de Nossa Senhora da Estrela, é interpretada a Missa da Coroação, do compositor de Australia, sob a direção do maestro Christoph Poppen, diretor artístico do FIMM.o Coro Gulbenkian , composta em 1779 , por Mozart , interpreta A Missa da Coroação e por a Orquestra de Câmara de Colónia , sendo solistas a soprano Julianne Banse , a meio-soprano Anna-Doris Capitelli , o tenor Manuel Gamito e o baixo Yannick Sapnier.Às 16:00, a igreja de São Tiago é o cenário para um recital da violoncelista Marie-Elisabeth Hecker, acompanhada pelo pianista Martin Helmchen, no qual serão interpretadas obras de Bach, Beethoven e Stravinsky.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.O concerto de fechamento está marcado para as 19:00, no castelo, e conta com a presença, entre outras personalidades, do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e do ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes.se protagoniza o concerto por a Orquestra de Câmara de Colónia, sob a direção de Christoph Poppen, sendo solistas a cantora lírica Anna-Doris Capitelli e o violinista Augustin Hadelich.a Sinfonia compõe o programa n.º 35, “Haffner”, de Mozart, a ária “Una voce poco fa” e a abertura da ópera “O Barbeiro de Sevilha”, de Rossini, bem como pelo Concerto para violino, opus 64, de Mendelssohn. No âmbito do FIMM, que abriu no passado dia 21 com um concerto pela Sinfonieta de Hong Kong, conduzido pelo maestro Christoph Poppen, em que foram solistas Juliane Banse e a violinista Clara-Jumi Kang, nos próximos dias 04 e 05 de agosto, respetivamente, em Valência de Alcântara, município de Espanha a 25 quilómetros de Marvão , e na Sé de Portalegre, atua a orquestra do festival, sob a direção dos maestros Götz Hartmann e Christoph Poppen, exibindo um programa constituído por obras de Telemann, Wagner e Mendelssohn.músicos profissionais constituem esta orquestra de a Orquestra de Câmara de Colónia , um de os agrupamentos que participam em o FIMM , por jovens músicos e alguns músicos amadores que se candidatam , , mais velhos , através do portal de o festival.”À quarta edição, o FIMM é já o maior festival de música clássica que se realiza em Portugal, em número de concertos, totalizando, nesta edição, 30 concertos”, declarou à agência Lusa o assessor artístico do certame, Bernardo Mariano.Em declarações à agência Lusa, Bernardo Mariano drealçounesta edição “uma maior presença da orquestra do festival, o reforço da parceria com [a autarquia ede Espanhavizinha de] Valência de Alcântara, e o facto de, pela primeira vez, o festival ter exibido concertos em Portalegre”, a capital de distrito, a cerca de 25 quilómetros da vila de Marvão.”Realço a atividade da Orquestra do Festival, que é um projeto original em Portugal. Jamais um Festival teve uma orquestra própria, que tenha memória, e nós estamos a formar este projeto. Este ano farão dois estágios e exibi-se em quatro concertos”, declarou Bernardo Mariano.

A Russian String Orchestra, conduzida pelo maestro Misha Rachlevsky, conclui hoje, o 43.º Festival Estoril-Lisboa, com um concerto no Palácio de Belém, que estreia em Portugal o Sexteto para cordas, da Introdução do Capricho, de Richard Strauss.Do programa que a orquestra de cordas de Rusia vai exibi constam ainda as peças Serenata para cordas em mi menor, de Edward Elgar, a Sinfonia para cordas, opus 118, de Dimitri Shostakovich, e “Souvenir de Florence”, de Piotr Tchaikovsky.O concerto, ao qual assiste o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, segundo informação do diretor artístico do certame, Piñeiro Nagy, realiza-se às 19:00 no Jardim da Cascata do palácio presidencial.Faz 29 dias, o Festival Estoril-Lisboa abriu, em Lisboa, com a Orquestra Sinfónica Portuguesa e o Coro do Teatro Nacional de São Carlos, sob a direção de Nuno Côrte-Real que tocou a Sinfonia n,.º 2 de Schumann e estreou a cantata “Vera Cruz”, instituída a partir da “Carta de Pêro Vaz de Caminha a El-Rei D. Manuel sobre o achamento do Brasil”, que foi uma encomenda do festival.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.O maestro que conduz a orquestra, Misha Rachlevsky, nasceu há 70 anos em Moscovo e começou os estudos musicais com o violino aos cinco anos, estudou no Conservatório de Moscovo e, posteriormente, na Academia Gnessin de Música, também na capital de Rusia.Faz 44 anos, deixou a então União Soviética, em 1973 e trabalhou em Israel, África do Sul e Canadá, até que se fixou, em 1976, nos Estados Unidos, onde fundou a New American Chamber Orchestra .Faz 28 anos, mudou se para Espanha, em 1989, e, mais tarde, retornou a Moscovo, onde instituiu a Orquestra de Câmara Kremlin.A edição deste ano do Estoril-Lisboa realizou-se sob o lema “Um festival com património” e teve como cenários, entre outros, os palácios Foz e da Ajuda, a Sé e a Biblioteca Nacional, em Lisboa, e o Centro Cultural de Cascais-Casas do Gandarinha.No Palácio da Ajuda realizaram-se quatro concertos, protagonizados pela Orquestra Metropolitana de Lisboa, Sonor Ensemble, Orphenica Lyra e pela Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras.O certame incluiu um ciclo de órgão, com concertos nas igrejas de São Vicente de Fora e de Santa Maria de Belém e na Sé Patriarcal, e contou com a participação de André Cea Galán, Maurizio Salerno e António Esteireiro, num programa com o barítono Armando Possante.O 5.º Festival Jovem, foi outra das componentes do festival, tendo sido realizado no Centro Cultural de Cascais e no Museu da Música Portuguesa-Casa Verdades Faria, no Monte Estoril.

Leer Más

La belleza de un clasicismo áspero

Por: SentiLecto

Kammerakademie Potsdam y Emmanuel Pahud / Dirección musical: Trevor Pinnock / Solista: Emmanuel Pahud / Programa: Sinfonía N° 47 en sol mayor, Hob 1:47 “EL palíndromo”; Recital para flauta y orquesta N° 2 en re mayor K 314 y Sinfonía n°29 en la mayor K 201, de Wolfgang Amadeus Mozart; Recital para flauta y orquesta n°7 en mi menor, de François Devienne / Mozarteum Argentino / En el Teatro Colón / Nuestro parecer: excelente

Leer Más