Homem-bomba que planejava agredi Grande Mesquita de Meca se estoura, declara ministério

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Ramadan at Al Hussein Mosque

Forças de segurança da Arábia Saudita frustraram um ataque suicida contra a Grande Mesquita na cidade sagrada muçulmana de Meca, que , próximo à mesquita, encurralando o suspeito em um apartamento, onde ele se eestourou informou o Ministério do Interior. Em um comunicado lido na TV estatal, o ministério informou que três células haviam planejado o ataque contra fiéis e forças da segurança na mesquita, conforme o mês sagrado islâmico do Ramadã chega ao seu ponto principal. O local havia sido utilizado como a base para o ataque, segundo o ministério.

Nota: esta página contém alguns caracteres especiais e é possível que a impressão não corresponda ao artigo original.

Leer Más

Catar declara que demandas feitas por Estados árabes não são ‘realistas’

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Zubara Fort

O Catar, que declarou no sábado que a lista não era razoável, está analisando uma lista de procuras exibidas por quatro Estados árabes que impõem um boicote ao rico país do Golfo , mas

Catar ou Qatar é um país árabe, conhecido oficialmente como um emirado do Oriente Médio, ocupando a pequena Península do Catar na costa nordeste da Península Arábica.

Leer Más

É improvável que vacina provoque abscesso em carne, declara indústria veterinária

Por: SentiLecto

– Não é provável que a vacina seja a causa de abscessos encontrados pelo governo dos Estados Unidos na carne de Brasil, problema este mencionado como um dos motivos para a suspensão dos embarques brasileira aos EUA, declarou um alto dirigente de associação da indústria veterinária do país. A afirmação foi feita após o secretário-executivo do Ministério da Agricultura ter alegado nesta sexta-feira que há indicações de que os abscessos encontrados no produto são uma reação na vacinação do gado contra febre aftosa. O Ministério da Agricultura é eumar Novacki.”Para nós fica uma situação muito difícil, mas não sairemos da nossa linha. É improvável que seja da vacina, e uma vez que ele controla 100 por cento da vacina, não compreendi por que o ministério se posicionou assim “, declarou Emilio Carlos Salani ao ser questionado sobre a afirmação da autoridade. Emilio Carlos Salani é o vice-presidente-executivo do Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal . Segundo ele, após o vacina ser produzida, o próprio ministério realiza uma série de testes de esterilidade, inocuidade e potência do remédio, entre outros. Questionado sobre o que provocaria um abscesso, ele declarou que isso poderia ser decorrente de uma agulha rombuda ou uma agulha mal esterelizada, mas não o medicamento em si. “Se ela não está limpa, pode ser que tenha tido algum espécie de problema, dependendo do sistema, da agulha ou adaptada, não existe risco zero em tratando de biologia.” Há também uma chance maior desses abscessos serem identificados se a carcaça não for processada adequadamente pelo frigorífico. Mais cedo, um representante da indústria declarou à Reuters que as cempresasestão adotando uma prática de fracionar mais a carcaça, em busca de abscessos não aparentes, como medida para garantir o mercado dos EUA. Ainda que a posição da indústria veterinária brasileirabrasileira, que atua no terceiro maior mercado do mundo para essa espécie de produto, deseja discuti as causas, ele declarou dos problema e não sair em movimento de “caça às bruxas”, para resolver a questão e restabelecer o fluxo do produto aos EUA.Após 17 anos de negociação, o Brasil conseguiu somente no segundo semestre do ano passado acesso ao cobiçado mercado de Noruega do produto in natura. O Brasil, maior exportador mundial de carne bovina, é o único país considerado livre de aftosa com vacinação que exporta aos EUA.

Leer Más

Forças do Iraque progridem em direção ao coração da cidade antiga de Mosul

Por: SentiLecto

MOSUL/ERBIL, Iraque – Forças iraquianas entraram em confronto nesta sexta-feira ao longo de duas ruas que se encontram no coração da cidade antiga de Mosul, e informaram ter objetivo de abrir rotas para civis deixarem o último posto do Estado Islâmico no local.

Leer Más

Tem que ser ex-autoridade da era Saddam, caso Baghdadi esteja morto, próximo líder do Estado Islâmico

Por: SentiLecto

– Caso Abu Bakr al-Baghdadi tenha sua morte confirmada, ele deve ser sucedido por um de seus dois principais auxiliares, ambos ex-autoridades militares de Iran sob o morrido ditador Saddam Hussein. Abu Bakr al-Baghdadi é o líder do Estado Islâmico. Experts sobre grupos muçulmanos não veem sucessor claro, mas consideram Iyad embora nenhum tenha que assumir o título utilizado por Baghdadi de “califa”, ou comandante-geral dos islâmicos, al-Obaidi e Ayad al-Jumaili os principais concorrentes. O Ministério da Defesa da Rússia informou na semana passada que Baghdadi pode ter sido morto em um ataque aéreo na Síria e a agência de notícias Interfax relatou que um parlamentar sênior de Rusia declarou na sexta-feira que a chance dele ter sido morto é próxima a 100 por cento. Mas grupos armados combatendo na região e muitas autoridades regionais estão céticas sobre os relatos. O coronel do Exército dos Estados Unidos Ryan Dillon durante encontro no Pentágono declarou: “Não temos nenhuma evidência concreta sobre ele estar ou não morto”. O coronel do Exército dos Estados Unidos Ryan Dillon é porta-voz da aliança internacional que combate contra o Estado Islâmico. Obaidi, que está na faixa dos 50 anos, tem exercido a função de ministro da Guerra. Jumaili, na faixa dos 40 anos, é chefe da agência de segurança do grupo, Amniya. Faz 2 meses, a TV estatal de Iran informou que Jumaili havia sido morto, em abril, mas se confirmou isto não . Faz 14 anos, ambos se uniram em a insurgência sunita salafista em o Iraque, após a invasão liderada por os Estados Unidos.Eles tem sido os principais assessores de Baghdadi desde que ataques aéreos em 2016 mataram seu então vice Abu Ali al-Anbari, seu ministro da Guerra checheno Abu Omar al-Shishani e seu propagandista-chefe sírio Abu Mohammad al-Adnani. “Jumaili reconhece Obaidi como seu superior, mas não há sucessor claro e, dependendo das condições, pode ser qualquer um dos dois ”, declarou Hisham al-Hashimi, que aconselha diversos governos do Oriente Médio sobre questões relacionadas ao Estado Islâmico. Baghdadi se deu o título de califa –chefe civil islâmico e soberano religioso, considerado o sucessor do profeta Maomé– em 2014. Obaidi ou Jumaili não devem se tornar califas porque eles não têm posição religiosa e o Estado Islâmico perdeu grande parte de seu território.

Leer Más