BC da China promete conservar política monetária ‘prudente e neutra’

Por: SentiLecto

O banco central chino prometeu nesta sexta-feira conservar sua política monetária “prudente e neutra” e utilizar múltiplas ferramentas para conservar a liquidez razoavelmente estável.

Leer Más

Cade aprova sem limitações compra pela AES Tietê de 5 projetos de geração de energia solar em SP

Por: SentiLecto

– A Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica aprovou, sem limitações, a compra pela AES Tietê Energia de cinco projetos de energia solar no Estado de São Paulo, de acordo com despacho publicado nesta sexta-feira no Diário Oficial da União. Os projetos localizados no município de Guaimbê estão em período pré-operacional, pertencem à Cobra Brasil e têm chabilidadeinstalada de geração de energia conjunta de 150 MW. Como a habilidade dos projetos encarna somente 0,009 por cento da habilidade de geração de empreendimentos de todas matrizes energéticas outorgados no país, o Cade não viu risco para a concorrência. A AES Tietê, que pertence à norte-americana AES, anunciou em dezembro que pretende investir 280 milhões de reais para construir um complexo de geração de energia solar em São Paulo, cuja produção fse a vendeu antecipadamente.A meta da companhia é chegar a 2020 com metade de sua geração de caixa proveniente de empreendimentos não hidrelétricos e com contratos de longo prazo.

Leer Más

Leilões contratam R$2,2 bi em energia de usinas existentes, declara CCEE

Por: SentiLecto

– Leilões promovidos para contratar energia junto a usinas de geração existentes fecharam nesta sexta-feira contratos que deverão agitar cerca de 2,2 bilhões de reais até o final de 2020, informou a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica , culpada por operacionalizar as concorrência. Em 2 anos, que fechou contratos de suprimento de janeiro de 2018 registrou a negociação de 288 megawatts médios em eletricidade que deverão agitar 895,4 milhões de reais,, o leilão A-1 a dezembro de 2019. A disputa registrou deságio de 18,2 por cento em relação ao preço-teto estabelecido, ao negociar contratos a um custo médio de 177,46 reais por megawatt-hora. O leilão A-2 contratou 423 MW médios em eletricidade a um custo médio de 174,52 reais por megawatt-hora, com deságio de 9,6 por cento ante o telhado. Em 3 anos, ele fechou contratos para abastecimento de 1º que vão agitar cerca de 1,3 bilhão de reais, a 31 de dezembro de 2020, segundo a CCEE que calculou uma economia de 336,5 milhões de reais para os consumidores de energia., segundo a CCEE, que calculou uma economia de 336,5 milhões de reais para os consumidores de energia. Participaram como compradoras da energia negociada 12 concessionárias de distribuição no A-2, com destaque para a Coelba , Eletropaulo e Cepisa ; no A-1 foram dez distribuidoras, com predomínio de RGE , da CPFL, Eletropaulo e Coelba . Os leilões de energia existente oferecem a investidores do setor a chance de fechar contratos de venda da produção de usinas já com outorga para as distribuidoras, que atendem os consumidores finais.

Leer Más

Leilão de energia A-1 negocia 288 MW médios; tem deságio de 18,2%

Por: SentiLecto

– O leilão de energia A-1 contratou nesta sexta-feira 288 MW médios a um custo médio de 177,46 reais por MWh, informou a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica . O valor encarnou deságio médio de 18,2 por cento ante o telhado estabelecido, o que encarnou uma economia de 199,5 milhões de reais para os consumidores, segundo a CCEE. Em 1 ano, o certame, para abastecimento a partir de 1º agitou 895,4 milhões de reais em contratos. Participaram do leilão, como compradoras da energia com destaque para a RGE , Eletropaulo e Coelba , segundo a CCEE. Compradoras da energia são dez concessionárias de distribuição. O leilão teve como objetivo a venda de energia elétrica proveniente de empreendimentos existentes para suprir as necessidades de distribuidoras que atendem o consumidor final.

Leer Más