General Motors con Macri: ha presentado su estrategia de inversión para el nuevo modelo

Por: SentiLecto

Directivos de la empresa de Estados Unidos se han reunido con el presidente para dar cuenta del proyecto. Van a desembolsar u$s 500 millones para construir un vehículo inédito.

Leer Más

Nissan Paladin: ya está lista la SUV de la Frontier

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – 2012 Nissan Fairlady Z Roadster

Nissan ya tiene todo listo para el lanzamiento de una SUV basada en la pick-up NP300 Frontier. Las fotografías espía publicadas en China muestran las líneas decisivas de un modelo que podría adoptar el nombre Paladin, que va a ser la nueva generación de la X-Terra, un modelo que se ha comercializado en la Argentina proveniente argentina, basada en la Frontier de generación anterior. Hace dos meses, aparecieron las primeras fotografías espías de unidades disimuladas realizando ensayos en España . En Barcelona la planta de Nissan es encontrada que produce la Frontier y también fabrica las Mercedes-Benz Clase X y Renault Alaskan para Europa. Es un establecimiento gemelo al que va a producir esas tres pick-ups en Córdoba, a partir del año que viene. Otras generaciones de la Frontier SUV utilizaron el nombre Pathfinder, pero ahora ese modelo es una SUV monocasco y sin chasis de pick-up.

Nissan Motor Company, Limited es un fabricante de Japon de automóviles, con base en Yokohama.

Leer Más

Governo aumenta para R$600 bi previsão de arrecadação futura com leilões do pré-sal

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Petrobrasbolivia2006

O governo federal aumentou a estimativa de arrecadação com os leilões do pré-sal, realizados na semana passada, em quase 200 bilhões de reais, para 600 bilhões de reais, declarou nesta segunda-feira o diretor-geral da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis , Décio Oddone.

As equipes técnicas , segundo Oddone , refizeram as estimativas de a ANP considerando os ágios obtidos em as 2ª e 3ª Rodadas de o pré-sal , sob regime de partilha , considerados significativos por a agência reguladora.

Leer Más

Governo de Japon pede informações à Kobe Steel por fadulteraçãode dados sobre qcaracterísticado aço

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Kobe Steel Headoffice

– O governo de Japon exigiu nesta quarta-feira que a siderúrgica Kobe Steel informe a real extensão do manejo de dados do aço, alumínio e outros metais utilizados em uma gama de produtos, como rodovias, aviõezinhos e carros, no escândalo que sacudiu a indústria manufatureira do Japão. Terceira maior siderúrgica japonesa, a Kobe Steel anunciou que entre setembro de 2016 até agosto deste ano vendeu materiais de alumínio e cobre utilizando dados falsificados sobre coisas como a resistência dos produtos. O secretário Kotaro Nogami declarou àoijornalismoque o governo estava buscando mais informações sobre o problema e tentando determinar seu possível iefeitona segurança dos produtos. Ele criticou a adulteração de dados classificando-a de “inadequada”. Pelos menos 200 dos clientes da Kobe Steel, incluindo alguns fabricantes de equipamentos de defesa, foram afetados, declarou Nogami, sem identificar as companhias. Mas várias montadoras declararam ter sido informadas sobre o problema e que estão investigando. A Nissan por mail declarou: “Nós confirmamos que se usa o alumínio de a Kobe Steel em o capô e portas de alguns de nossos veículos”. “Como o capô está relacionado à segurança dos pedestres, estamos trabalhando para avaliar rdepressaqualquer iefeitopotencial na funcionalidade do veículo”. A Toyota também confirmou que se utiliza o material de a Kobe Steel em os capôs e portas traseiras de alguns de seus veículos. “Colocamos a segurança de nossos clientes como prioridade máxima. Já estamos trabalhando depressa para identificar quais modelos de veículos podem estar sujeitos a esta situação e quais se utilizaram componentes, bem como o conseqüência que pode provocar em veículos individuais”, declarou a Toyota em comunicado. “Ao mesmo tempo, estamos considerando quais medidas precisam ser implementadas no futuro”. A Boeing também informou que está analisando o problema. “Desde que se a informou, a Boeing tem trabalhado de perto e de maneira ininterrupta com os nossos provedores , para assegurar ações oportunas e apropriadas, incluindo inspeções abrangentes e análises em toda a cadeia de suprimentos. Nada, na nossa revisão até o momento, nos leva a deduzi que esta questão exibe uma preocupação de segurança. Vamo continuar trabalhando diligentemente com nossos provedores para completar nosso inquérito”. Em um release, a Kobe Steel informou que os materiais usados incluíam produtos laminados, planos de alumínio, extrusões de alumínio, lâminas e tubos de cobre e fundições de alumínio e forjados. Se o total de 40,9 mil toneladas de produtos envolvidos incluíram embarques para outros países, não ficou claro. “Os dados nos certificados de inspeção foram reescritos erroneamente, etc., e se mandaram os produtos como tendo satisfeito as especificações em questão “, declarou a companhia, descrevendo as ações como ” comportamento impróprio “. Descobriu-se o problema durante inspeções internas e ” auditorias emergenciais de característica “, alegou. O custo da ação da Kobe Steel despencou 17,8% nno pregão desta quarta-feira, em Tóquio. Ainda que estava fazendo contato com seus clientes, a Kobe Steel informou e trabalhando para verificar a segurança dos produtos fornecidos. “Até o momento, a verificação e inspeção não reconheceram problemas específicos”. A companhia declarou também ter instituído um comitê, liderado por seu presidente, para investigar questões de característica, além de ter contratado um escritório de advocacia para analisar os problemas de falta de comportamento. Problemas frequentes Os escândalos envolvendo característica de produtos se tornaram cada vez mais frequentes no Japão nos últimos anos. A fabricante de peças de automóveis Takata Corp, por exemplo, pagou US$ 1 bilhão por ocultar um defeito no air bag, o que teria causado 19 mortes em todo o mundo. As grandes montadoras também têm feito inúmeros recalls e enfrentam críticas por supostamente continuarem a utilizar os air bags defeituosos, apesar de terem conhecimento do problema. Ano passado, a Mitsubishi Motors Corp. reconheceu ter falsificado consistentemente dados de milhagem em alguns de seus veículos. Outro grande caso envolveu a fabricante de materiais e produtos químicos Asahi Kasei Corp. que descobriu que houve manejo de dados em 360 dos 3.052 projetos da companhia.

– A japonesa Kobe Steel mergulhou ainda mais em uma crise nesta quarta-feira, à medida que novas revelações mostraram que a fabricação de dados na siderúrgica estava mais difundida do que se pensava inicialmente, aampliandopreocupações ao longo da cadeia gmundialde fabastecimento Investidores, inquietados com o efeito financeiro e as possíveis consequências legais, derrubaram as ações da companhia, suprimindo cerca de 1,6 bilhão em seu valor de mercado em dois dias. A Kobe Steel declarou nesta quarta-feira que encontrou 70 casos de dados adulterados sobre materiais usados em discos ópticos e monitores de cristal líquido em sua unidade de pesquisa Kobelco Research Institute, que fabrica e testa produtos para a companhia. Um inquérito interno, que detectou problemas em seu negócio de alumínio e cobre, não encontrou outros casos de violação de dados, declarou Yoshihiko Katsukawa em entrevista coletiva. Yoshihiko Katsukawa é diretor executivo da Kobe Steel. As novas revelações vieram depois que a Kobe Steel admitiu no último final de semana que falsificou dados sobre a característica dos produtos de alumínio e cobre usados em carros, aviõezinhos, foguetes espaciais e equipamentos de defesa – um novo golpe para a fama dos fabricantes japoneses para a produtos de característica. A Kobe Steel enfrenta preços potenciais de qualquer retirada de produtos, substituições e possíveis processos judiciais, incluindo ações coletivas nos Estados Unidos, declarou em um relatório Yuji Matsumoto, analista da Nomura Securities. O manejo de dados em sua unidade de alumínio também poderia atingir os planos de expansão, à medida que as montadoras se voltam cada vez mais para materiais mais leves do que o aço, para csatisfazerrnormasambientais mais rígidas. Faz 7 meses, as vendas em a divisão de alumínio e cobre de a Kobe Steel caíram 6,4 por cento para 323,3 bilhões de ienes até março, e o lucro recorrente caiu mais de um quinto para 12 bilhões de ienes.

Leer Más

El Nissan e-NV200 recibe una nueva batería

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – 2012 Nissan Fairlady Z Roadster

El Nissan Future 3.0, evento acerca del nuevo ecosistema eléctrico de Nissan al que asistimos el pasado lunes en Oslo, Noruega, que entre otras novedades, la firma de Nipani comunicó que su vehículo comercial con motor eléctrico e-NV200 recibe una nueva batería con una capacidad de 40 kWh, dio mucho de sí. Gracias a ella, este modelo incrementa su autonomía en un 60% en cuanto a su predecesor, alcanzando los 280 km -por los 180 del anterior Nissan e-NV200-. Y como la medida y el peso de la batería sigue siendo el mismo, el volumen de carga se mantiene.

Se exhibe un nuevo sistema de almacenaje energético doméstico adicionalmente, . Éste permite conectar un coche eléctrico directamente a la toma de la pared para recargarlo, lo cual supone que los clientes pueden gestionar mejor sus valores de electricidad e, inclusive, tomar la energía generada por sus propios paneles solares.Expansión de la red de cargaEn honor al origen de Japon de la compañía, durante el evento se ha realizado la ceremonia de Japon del Daruma, el “muñeco de las finalidades” que representa el esfuerzo, la perseverancia y la tenacidad por cumplir los objetivos.

Leer Más