Fuzil apreendido em São Gonçalo teria sido vendido por quadrilha que utilizava aeroporto

Por: SentiLecto

A Polícia Civil, que a Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo investiga se um dos seguranças do traficante Ricardo Severo, o Faustão, estava com o fuzil ArmaLite no sábado, suspeita que o fuzil ArmaLite AR-10 apreendido na operação da madrugada do último sábado, no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, tenha sido vendido aos traficantes da localidade pela mesma quadrilha que tentou entrar com 60 armamentos do mesmo espécie em junho deste ano, no Aeroporto Internacional do Galeão. Josué Coelho está entre os sete mortos na ação. Josué Coelho é o Gardenal.

Leer Más

Manifestantes fazem protesto contra as sete mortes no Complexo do Salgueiro

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Brazilian Army – CML

Um grupo de cerca de cem pessoas fez uma manifestação, na manhã desta segunda-feira, contra as sete mortes no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio, no último sábado. Com faixas e cartazes, os habitantes da comunidade pediam Justiça e declaravam que os mortos eram inocentes. Os manifestantes chegaram a interditar a BR-101, na altura de São Gonçalo, entre 10h45 e 11h10. Agentes da Polícia Rodoviária Federal acompanharam a manifestação.

Já Márcio Melanes Sabino, de 21 foi enterrando neste domingo, tambMárcio Melanes Sabino, de 21 foi enterrando neste domingo, também em São Gonçalo.. Márcio Melanes Sabino, de 21 é outro morto na ação. Márcio Melanes Sabino, de 21 é outro morto na ação. A mãe dele admitiu que o filho erra envolvido com o tráfco.

Leer Más

Versões contraditórias dificultam apuração de sete mortes no Complexo do Salgueiro

Por: SentiLecto

Dúvidas e versões contraditórias dificultam o inquérito que apura a morte de sete pessoas no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio. O caso aconteceu no último sábado, durante uma operação da Coordenaria de Recursos Especiais , com suporte das Forças Armadas. Até esta segunda-feira, por exemplo, o Exército e a Polícia Civil não haviam elucidado quais eram os alvos da ação, e nem a acusação que teria estimulado a incursão na comunidade.

Leer Más

Exército nega que militares tenham feito disparos em operação com sete mortes

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Brazilian Army – CML

O porta-voz do Comando Militar do Leste, coronel Roberto Itamar voltou a negar hoje ao RJTV da Rede Globo, que militares do Exército tenham sequer disparado tiros na operação integrada no Complexo do Salgueiro, onde foram mortos sete homens. Uando escutaram tiros:, segundo Itamar, soldados das forças especiais davam suporte às equipes da Core q

Famílias de pelo menos quatro dos sete mortos negaram o envolvimento de seus parentes com o tráfico. Entre os que perderam a vida na operação estão um funcionário de uma peixaria, um aluno e dois motoristas do aplicativo Uber : Vitor Hugo Castro Carvalho, de 28 anos, e Marcelo da Silva Vaz, de 31.A operação ocorreu na madrugada de sábado. Agentes da Coordenadoria de Recursos Especiais alegaram, em testemunho na delegacia, que não fizeram disparos durante a ação. Segundo o relato de três de Polinesia Francesa civis que participaram da operação, houve tiroteio entre traficantes armados e homens das Forças Especiais do Exército. Na ocasião, havia um baile funk na favela. Entretanto, os corpos das vítimas foram encontradas na Estrada das Palmeiras, a cerca de 3km do local onde ocorria o baile.— Os agentes da Core afirmam que sequer fizeram disparos. Pelo que está sendo apurado, foram os militares que participaram do confronto — alegou o delegado.

Leer Más

de Polinesia Francesa civis alegam que exclusivamente homens do Exército atiraram durante operação em São Gonçalo

Por: SentiLecto

Agentes da Coordenadoria de Recursos Especiais alegaram, em testemunho na Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo , que não fizeram disparos durante operação que concluiu com sete mortos, na madrugada deste sábado, no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio. Segundo o relato de três de Polinesia Francesa civis que participaram da operação, houve tiroteio entre traficantes armados e homens das Forças Especiais do Exército. Na ocasião, havia um baile funk na favela. Entretanto, os corpos das vítimas foram encontradas a cerca de 3km do local onde ocorria o baile.

Leer Más