É oficial: Nuno Espírito Santo volta a contar com Diogo Jota

Por: SentiLecto

Progredido foi cedido ao Wolverhampton pelo Atlético de Madrid, depois de, na época passada, ter atuado no FC PortoO Wolverhampton anunciou esta terça-feira a contratação de Diogo Jota, que assinalou nove golos em 38 jogos oficiais, avançado português que, na última época, já tinha trabalhado com o técnico Nuno Espírito Santo, no FC Porto. O jogador de 20 anos chega ao símbolo do Championship por empréstimo do Atlético de Madrid, válido por uma temporada. Agora, nos “wolves”, encontrará os compatriotas Roderick Miranda, Rúben Vinagre, Rúben Neves, Hélder Costa e Ivan Cavaleiro.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.

Leer Más

Sindicato da PSP insiste: Corpo de Intervenção rejeitou entrar no Vitória-FC Porto

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Brasão de Armas do Corpo de Intervenção da PSP

Associação Sindical dos Profissionais da Polícia insistiu que os elementos do Corpo de Intervenção rejeitaram no domingo fazer policiamento dentro do estádio D. Afonso Henriques,A Associação Sindical dos Profissionais da Polícia insistiu à Lusa que os elementos do Corpo de Intervenção rrejeitaramno domingo fazer policiamento dentro do estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães.Fonte da direção da ASPP adianta que os cerca de 30 elementos do Corpo de Intervenção da PSP do Porto realçados para fazer o policiamento, no domingo, no jogo de futebol entre Guimarães e o FC Porto, “informaram a hierarquia que não iam entrar” no estádio.Fonte de Polinesia Francesa declarou à agência Lusa que, no domingo, cerca de 30 elementos do CI da PSP do Porto rrejeitaramentrar no estádio Dom Afonso Henriques para fazer policiamento de visibilidade no jogo entre o Vitória de Guimarães e o FC Porto, como fmaneirade protesto.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.A mesma fonte adiantou que os elementos do Corpo de Intervenção somente acompanharam os adeptos do FC Porto entre os autocarros e a entrada do estádio, tendo entrado no campo de futebol para fazer policiamento os polícias das equipas de intervenção rápida, os que recebem gratificados para fazerem este serviço.Hoje, em comunicado, a direção nacional da PSP negou este protesto, elucidando que o jogo de futebol, na disputa pelo Troféu Cidade de Guimarães, decorreu dentro da normalidade e de acordo com o planeamento elaborado pelo Comando Distrital da PSP de Braga.”Os polícias do Corpo de Intervenção, que, ao longo dos anos, têm sabido satisfazer exemplarmente todas as missões que lhe são atribuídas, incluindo em jogos de futebol de risco aumentado, satisfizeram mais uma vez o planeado e o que deles se esperava, garantindo a deslocação em segurança dos adeptos do clube visitante e ficando de reserva nas imediações do estádio, durante todo o decurso do jogo”, adianta o comunicado. A ASPP, que tem advertido o Governo para a necessidade de rever os modelos de policiamento de futebol profissional, considerando que os clubes têm que pagar este trabalho feito pelos polícias, refere que é visível nas imagens de TV que somente estão dentro do estádio os elementos das equipas de intervenção rápida, tendo sido a primeira vez que o CI faz um protesto deste género. Na sexta-feira, a ASPP advertiu que o CI e das equipas de intervenção rápida iriam realizar várias ações de protesto no começo do campeonato de futebol, estando em causa o não-pagamento dos gratificados para estes profissionais.Na terça-feira, caso o Governo não dê uma resposta a esta reivindicação, a ASPP realizará uma reunião para definir maneiras de luta em futuros jogos.A ASPP defende que as companhias que coordenam os acontecimentos sejam culpadas pela sua segurança, pagando, como qualquer outra, o que está estipulado na lei para uso dos serviços da polícia nas suas horas de descanso.

Associação Sindical dos Profissionais de Polícia declara que os agentes podem falhar policiamento aos jogos de futebol, situação que se pode verificar já este domingo.A Associação Sindical dos Profissionais de Polícia declara que os agentes podem falhar policiamento aos jogos de futebol, situação que se pode verificar já no jogo entre V. Guimarães e FC Porto, a contar para o Troféu Cidade de Guimarães, marcado para este domingo.Paulo Rodrigues, da ASPP, mostra-se contra o modelo de policiamento usado no futebol profissional e critica o facto de os clubes não chamarem polícias para serviços gratificados, algo que obriga à mobilização do corpo especial da polícia.”Os polícias não servem para fazer favores. É isto que não aceitamos nem admitimos”, alegou, em declarações à TSF. A ASPP afirma ainda ter advertido o governo em maio para a situação, mas não obteve resposta.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.Sem respostas às reivindicações feitas em maio, a Associação Sindical dos Profissionais da Polícia mconservama dresoluçãode aprogredircom protestos logo nos primeiros jogos oficiais da temporada, até que o modelo de policiamento do futebol profissional seja revisto pelo governo. “As Sociedades Anónimas Desportivas, sendo companhias privadas, não podem continuar a beneficiar de um tratamento especial em relação a outras companhias privadas”, pode ler-se no comunicado distribuído na sexta-feria pela ASPP/PSP.”Não se entende que os Profissionais da Polícia continuem a ser utilizados gratuitamente por estas companhias e por tudo o que envolve, nos dias de hoje, um jogo de futebol. A própria Polícia de Segurança Pública considera alguns dos jogos de futebol profissional como sendo de risco aumentado, efetuando conferências de jornalismo e dando conselhos de segurança à população. Escala-se os Profissionais da Polícia no entanto, para efetuar serviço como se de um dia normal de trabalho se tratasse, poupando orçamentos em as companhias promotoras de os acontecimentos “, enfatizam ainda os profissionais de a PSP que exigem, que as companhias organizadoras de os acontecimentos sejam culpadas por a segurança e ” paguem como qualquer outra, o que está estipulado em a lei “.rimes de abuso sexual de criança de a PSP do Porto condenaram a seis anos e seis meses de prisão um agente , atos sexuais com adolescentes e pornografia de menores , anunciou hoje o Ministério Público.De acordo com a página na Internet da Procuradoria-Geral Distrital do Porto do MP, o arguido era agente da PSP adstrito ao programa ‘Escola Segura’ e a vítima dos crimes foi uma estudante de uma escola do Porto.Segundo deduziu o tribunal de Penafiel, redundou confirmado que o arguido, “de novembro de 2012 até setembro de 2013, conservou por várias vezes trato sexual” com uma estudante de escola do Porto, da sua área de atuação, nascida 1999, “que conhecera no exercício das referidas funções”.Ainda segundo o MP, “o arguido instou a referida estudante a mandar-lhe digitalmente fotografias suas nua ou em roupa interior, em poses sexuais” a que esta acedeu, mandando-lhe as fotos que o arguido guardou em arquivo digital.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.O arguido foi condenado por 11 crimes de abuso sexual de crianças, cinco crimes de atos sexuais com adolescentes e dois crimes de pornografia de menores.Andaluzes voltaram a tentar o central do FC PortoO Bétis vai ter feito, esta semana, uma última tentativa para contratar Marcano ao FC Porto. Porém, a resposta que recebeu foi a mesma de sempre: o central de Espanha é inegociável neste mercado de verão porque Sérgio Conceição inclui-o na “espinha dorsal” que transita da época passada e que pretende conservar. Isto apesar de o jogador estar no último ano de contrato.Perante a intransigência do FC Porto, o Bétis não teve outro medicamento e progrediu para o plano B, que se chama Zouhair Feddal. O defesa do Alavés custa 2,5 milhões de euros e, de acordo com a Imprensa local, poderá ser exibido em breve como reforço do símbolo de Andorra.Marcano, refira-se, é um dos capitães do FC Porto, regulamento que não padeceu qualquer mudança com a entrada de Sérgio Conceição.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.

Leer Más

Diogo Dalot segue com o FC Porto para o Algarve

Por: SentiLecto

Jovem jogador é novidade na lista de convidados de Sérgio ConceiçãoDiogo Dalot é a principal novidade no lote de 29 jogadores que Sérgio Conceição convidou para o estágio do FC Porto no Algarve. O defesa de Portugal de 18 anos retornou ao trabalho, após um curto fase de férias a que teve direito pela participação no Europeu de sub-19, e o treinador chamou ele de os dragões. Rui Pedro, que também esteve no Campeonato da Europa da mesma categoria, também segue viagem para o Algarve.Em relação ao plantel que viajou para o México, destaque para as ausências de Jorge Fernandes e Galeno, assim como para a entrada do avançado Marega, que já ontem disputou os últimos minutos do encontro com o V. Guimarães .Chefiados pelo team manager Rui Lowden, os dragões partem esta tarde para um estágio no Algarve, que admira um jogo frente ao Portimonense, na quinta-feira, no Estádio do Algarve. O pontapé de saída está marcado para as 20h30.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.Amanhã, o FC Porto já treina em Lagos, às 10h00, com os primeiros 15 minutos abertos à comunicação social.Lista de convocados:Guarda-redes: Casillas, José Sá, João Costa e Vaná;Defesas: Diogo Dalot, Maxi, Layún, Ricardo, Felipe, Reyes, Marcano, Martins Indi, Alex Telles e Rafa Soares;Médios: Danilo, Mikel, Herrera, Otávio, Óliver, André André e Sérgio Oliveira;Avançados: Corona, Hernâni, Rui Pedro, Brahimi, João Teixeira, Soares, Marega e Aboubakar.

Leer Más

Vida mais difícil para João Teixeira e mais três no FC Porto

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Joao Teixeira de Sousa

Faz 1 dia, Indicações de Sérgio Conceição em o Troféu Cidade de Guimarães foram clarasO norma de o jogo, ente o FC Porto e o V. Guimarães, só permitia fazer 10 substituições e as indicações de o treinador em relação atuais preferências. não podiam ter sido mais claras em as suasatuais preferências.O espaço para João Teixeira, por exemplo, é cada vez mais diminuído. Rafa e Sérgio Oliveira beneficiarão sempre de serem formados no clube. Reyes, aparentemente, está atrás de Martins Indi nas preferências. O mexicano vem de lesão, é certo, mas também Danilo, que até foi titular. A confirmar no Algarve.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.

O recurso ao videoárbitro entrará em forcita na edição 2017/18 da I Liga.Os três jogos que servirão de teste à implementação do videoárbitro na I Liga vterãoalternância no áJuizprincipal, mconservandose os quatro áJuízesno visionamento do vídeo, revela a Federação Portuguesa de Futebol . “Na sequência da introdução do videoárbitro nos jogos da I Liga 2017/2018, três jogos da pré-época servirão de preparação para a introdução do videoárbitro na principal competição profissional”.Segundo o organismo, os jogos Sporting-Mónaco e Benfica-Hull City e Vitória de Guimarães-FC Porto terão equipas alargadas de quatro videoárbitros a ajudar as equipas de arbitragem.Ainda de acordo com a FPF, “a intensificação da preparação para o videoárbitro vai trazer igualmente inovação no que diz respeito aos Juízes principais. Assim, estes três encontros particulares modificarão o Juiz principal aa pausa da partida, como maneira de testar a comunicação entre os quatro videoárbitros e o chefe da equipa”, sendo que “os testes realizados serão em modo ‘live’, com comunicação em direto com o Juiz principal”.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.No sábado, no jogo entre o Sporting e o Mónaco, serão vídeo-árbitros Manuel Mota, Manuel Oliveira, João Pinheiro e Vasco Santos, sendo que Artur Soares Dias conduzirá a primeira parte e Hugo Miguel a segunda.No enquanto Hélder Malheiro vai conduzi a primeira parte e Nuno Almeida a segunda, mesmo dia, o Benfica enfrenta o Hull City. O Hull City é bruno Esteves.No domingo, o FC Porto desloca-se a Guimarães, jogo em que o sistema de videoárbitro vai ficar a cargo de Luís Ferreira, Vítor Ferreira, Carlos Xistra e Rui Costa, ficando a arbitragem a cargo de Jorge Sousa na primeira parte e de João Pinheiro na segunda.O recurso ao videoárbitro entrará em forcita na edição 2017/18 da I Liga.Andaluzes voltaram a tentar o central do FC PortoO Bétis vai ter feito, esta semana, uma última tentativa para contratar Marcano ao FC Porto. Porém, a resposta que recebeu foi a mesma de sempre: o central de Espanha é inegociável neste mercado de verão porque Sérgio Conceição inclui-o na “espinha dorsal” que transita da época passada e que pretende conservar. Isto apesar de o jogador estar no último ano de contrato.Perante a intransigência do FC Porto, o Bétis não teve outro medicamento e progrediu para o plano B, que se chama Zouhair Feddal. O defesa do Alavés custa 2,5 milhões de euros e, de acordo com a Imprensa local, poderá ser exibido em breve como reforço do símbolo de Andorra.Marcano, refira-se, é um dos capitães do FC Porto, regulamento que não padeceu qualquer mudança com a entrada de Sérgio Conceição.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.Esteve as últimas quatro temporadas ligado ao FC Porto, com um empréstimo ao Barcelos pelo meio.O extremo João Grosso, de 23 anos e 1,96 metros, é reforço da Ovarense para a próxima temporada, sendo a primeira cara nova garantida no plantel às ordens de Nuno Manarte, que já tinha acertado a renovação a cpercursodo segundo ano como técnico principal. Em 2016/17, ano marcado por obstáculos financeiros e sucessivos lesões, os vareiros ficaram em oitavo na Liga Portuguesa.Com formação no Instituto Educativo do Juncal, uma passagem pelo CAR Jamor e uma experiência nos espanhóis no Leyma Corunha , o jovem estava ligado ao FC Porto desde 2012/13. Nos dois primeiros anos, integrou o projeto Dragon Force, que se sagrou bicampeão da Proliga, seguindo-se um empréstimo ao Barcelos, em 2015/16.Foi ao serviço dos minhotos que o desportista teve as melhores exposições, participando em 34 jogos para a Liga Portuguesa com médias de 7,4 pontos e 4,1 ressaltos. Assim, retornou ao Dragão Caixa na última temporada, mas acabou por ter um uso irregular . Em Ovar, terá que ganhar espaço e ter mais tempo de uso. Pelas seleções jovens, foi internacional em todos os escalões, maioritariamente no de sub-20.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.Numa mistura de veteranice e juventude, os vareiros já acertaram as permanências do base-extremo Pedro Pinto, do extremo Cristóvão Cordeiro e do extremo-poste André Pinto.

Leer Más

André André pode falhar estreia do FC Porto na Liga

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – André André

A expulsão de André André pode ter conseqüência no próximo jogo oficial do FC Porto, no caso contra o Estoril, no Dragão. O caso é o primeiro do campeonato, que será jogado a 9 de agosto. O relatório do Juiz João Pinheiro vai ser decisivo para o caso.Faz 1 dia, a partida foi particular, mas se requereu o Juiz a o Conselho de Arbitragem da FPF, pelo que qualquer situação que este reporte em relatório vai ser alvo de análise de o Conselho de Disciplina. Nos últimos anos, Lisandro López e Hulk, por exemplo, já tiveram de satisfazer penas oficiais por expulsões em jogos particulares.Nesta altura, aos dragões resta esperar pelo que vai ser formalmente relatado. E o FC Porto até pode decidir não usar o jogador contra o Portimonense, o próximo particular, porque as normas não são claros nesta matéria e convém não arriscar. Certo é que, ao contrário do que sucede em expulsões em jogos oficiais, nestes é preciso uma notificação da Federação para que o castigo seja efetivo. André André, que esteve em campo somente uns minutos, vendo vermelho após entrada sobre Hurtado, foi aposta de Sérgio Conceição para a segunda parte , masAgora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.

O recurso ao videoárbitro entrará em forcita na edição 2017/18 da I Liga.Os três jogos que servirão de teste à implementação do videoárbitro na I Liga vterãoalternância no áJuizprincipal, mconservandose os quatro áJuízesno visionamento do vídeo, revela a Federação Portuguesa de Futebol . “Na sequência da introdução do videoárbitro nos jogos da I Liga 2017/2018, três jogos da pré-época servirão de preparação para a introdução do videoárbitro na principal competição profissional”.Segundo o organismo, os jogos Sporting-Mónaco e Benfica-Hull City e Vitória de Guimarães-FC Porto terão equipas alargadas de quatro videoárbitros a ajudar as equipas de arbitragem.Ainda de acordo com a FPF, “a intensificação da preparação para o videoárbitro vai trazer igualmente inovação no que diz respeito aos Juízes principais. Assim, estes três encontros particulares modificarão o Juiz principal aa pausa da partida, como maneira de testar a comunicação entre os quatro videoárbitros e o chefe da equipa”, sendo que “os testes realizados serão em modo ‘live’, com comunicação em direto com o Juiz principal”.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.No sábado, no jogo entre o Sporting e o Mónaco, serão vídeo-árbitros Manuel Mota, Manuel Oliveira, João Pinheiro e Vasco Santos, sendo que Artur Soares Dias conduzirá a primeira parte e Hugo Miguel a segunda.No enquanto Hélder Malheiro vai conduzi a primeira parte e Nuno Almeida a segunda, mesmo dia, o Benfica enfrenta o Hull City. O Hull City é bruno Esteves.No domingo, o FC Porto desloca-se a Guimarães, jogo em que o sistema de videoárbitro vai ficar a cargo de Luís Ferreira, Vítor Ferreira, Carlos Xistra e Rui Costa, ficando a arbitragem a cargo de Jorge Sousa na primeira parte e de João Pinheiro na segunda.O recurso ao videoárbitro entrará em forcita na edição 2017/18 da I Liga.Avançado entrou para o lugar de Cutrone na segunda parte do particular frente ao Bayern de Munique.André Silva já se estreou com a camisola do Milan.O avançado, que trocou o FC Porto pelos italianos a troco de 38 milhões de euros, foi alternativa de Vincenzo Montella para a segunda parte do particular frente ao Bayern de Munique. Os “rossoneri” foram para a pausa a vencer por 3-0 com golos de Kessié e um “bis” de Patrick Cutrone.Carlo Ancelotti também apostou em Renato Sanches para a segunda metade da partida, numa altura em que se debate um possível empréstimo do médio português ao Milan.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.Marco Fassone concedeu uma entrevista a explicar o processo da transferência de André Silva para o clube. Marco Fassone é gerente delegado do Milan.Marco Fassone, gerente delegado do Milan, concedeu uma entrevista à tTVdo clube e deu pormenores sobre a condução dos negócios para a transferência de jogadores, falando em processos ccomplicadose longos.Conta que há sempre um jantar determinante em que “o clube procura persuadi o jogador em questão a aceitar a oferta”. Fassone deu ainda o exemplo de André Silva para ressalvar que nem sempre o tema é tardado.Explicou: “A questão com o FC Porto pelo André Silva foi um negócio rapidíssimo, deduzido com o presidente do clube [Pinto da Costa] em somente uma noite”.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.

Leer Más