Novo procurador-geral da Venezuela calcula mais prisões por corrupção no setor petrolífero

Por: SentiLecto

Tarek Saab declarou que depois que deteve, calcula mais prisões devido aos escândalos crescentes de corrupção no setor petrolífero-se os principais dirigentes de a estatal petroleira PDVSA em a região oeste de o país durante uma grande operação acontecida em esta semana. Tarek Saab é o novo procurador-geral da Venezuela.

Leer Más

Aeronaves de Rusia mataram 1.200 membros do Estado Islâmico em Deir er Zor

Por: SentiLecto

A Força Aérea da Rússia intensificou suas ações na Síria durante as duas últimas semanas, tendo realizado mais de 1.400 mil voos para arruinar o Estado Islâmico na região de Deir er Zor, onde matou 1.200 jihadistas.

Leer Más

Piovani e Pedro Scooby se hospedam em hotel na Itália com diária a partir de R$ 5 mil

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Luana Piovani 26 PMB cropped 1

Luana Piovani e Pedro Scobby estão comemorando em grande estilo os quatro anos de casados. Os dois estão na Itália, curtindo uma nova lua de mel, e se hospedaram no luxuoso Hotel Pitrizza, de Porto Cervo, cuja diária custa a partir de 5 mil. Uau!

Faz 6 anos, Luana e Scooby se conheceram em o camarote de uma cervejaria, em o Desfile das Campeãs do Rio, e Faz 4 anos, formalizaram a união, em uma cerimônia em São Conrado e repleta de famosos.De férias com o marido, Pedro Scooby, na Itália, Luana Piovani compartilhou um registro dela, de biquíni, em uma ilha paradisíaca de lá. A atriz de 40 anos ainda brincou na legenda: ‘Sereia”. Luana e o surfista viajaram na semana passada sem os três filhos para uma nova lua de mel em comemoração aos quatro anos de casados.De férias com o marido, Pedro Scooby, na Itália, Luana Piovani compartilhou um registro dela, de biquíni, em uma ilha paradisíaca de lá. A atriz de 40 anos ainda brincou na legenda: ‘Sereia”. Luana e o surfista viajaram na semana passada sem os três filhos para uma nova lua de mel em comemoração aos quatro anos de casados.

Leer Más

Dezenas de pessoas demonstram-se na Sicília contra embarcação de extrema-direita

Por: SentiLecto

Dezenas de pessoas demonstram-se hoje no porto de Catânia, na ilha de Italia da Sicília, contra a chegada calculada nos próximos dias de uma embarcação fretada por ativistas de extrema-direita contra a imigração clandestina para a Europa através do Mediterrâneo.Cerca de vinte barquinhos, entre caiaques, veleiros e embarcações pneumáticas, reuniram-se no porto para exigir que as autoridades impeçam o acesso ao porto do embarcação C-Star, do grupo extremista Génération Identitaire , em particular pelos núcleos francês, italiano e alemão da organização.”Nós estamos aqui para fechar simbolicamente o porto de Catânia” a este navio, explicou à France Presse Luca Nicotra, rculpadaem Itália da organização Avaaz, de defesa dos direitos cívicos.”Fechado para racistas”, pode ler-se em vários cartazes empunhados pelos manifestantes.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.Nicotra declarou que o objetivo é apelar às autoridades para impedir que oabembarcaçãoem causa possa interferir com as operações de salvamento de imigrantes no moceanoMediterrâneo por organizações não-governamentais.se deteve O embarcação C-Star quarta-feira em Famagusta, cidade de a parte de Turquia de a ilha de Chipre, e autorizado quinta-feira a deixar esse porto.Essa embarcação foi fretado por grupos de extrema-direita para uma operação batizada de “Defender a Europa”, com o objetivo de interceder embarcações com imigrantes clandestinos e obrigá-los aretornarr à Líbia, que as autoridades.A guarda costeira de Italia considera que a Líbia não é um “porto seguro” no âmbito do Direito Marítimo e Portuário e efetua sempre a transferência para Itália dos migrantes que são salvados sob a sua coordenação. Faz 6 meses, segundo os últimos dados de a Organização Internacional para as Migrações que mais de 2.360 faleceram a tentar a travessia, chegaram em a Europa por oceano desde janeiro, quase 93.500 a Itália.

Leer Más

Naufrágio no Mediterrâneo mata 126 imigrantes, declaram sobreviventes

Por: SentiLecto

Pelo menos 126 imigrantes faleceram no naufrágio de uma balsa em que estavam no oceano Mediterrâneo no fim de semana, alegaram nesta segunda-feira à equipe da Organização Internacional para as Migrações os quatro sobreviventes da tcalamidadeao chegarem ao porto de Palermo, no sul ditaliano

Leer Más