Valdivia lamenta não classificação do Chile: “Só há dor e amargura”

Por: SentiLecto

A não classificação do Chile para a Copa do Mundo de 2018 segue dando o que falar. Nesta quinta-feira, foi a vez de Jorge Valdivia, ex-jogador do Palmeiras e atual camisa 10 da seleção de Chile, não esconder a frustração por seu país não estar no Mundial do próximo ano.

Leer Más

Com título inédito, futebol de Alemania mostra sua nova geração ganhadora

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Julian Draxler

Em três dias, a Alemanha mostrou ao mundo que tem uma colheita de jogadores capaz de conservar-la no topo do futebol por muito tempo. Neste domingo , em São Petersburgo, conquistou a Copa das Confederações pela primeira vez em sua história ao bater o Chile também por 1 a 0 com uma seleção cuja média era de somente 23,9 anos.

A Alemanha conquistou a primeira Taça das Confederações do seu palmarés ao bater o Chile por 1-0. A final de São Petersburgo ficou com o destino traçado aos 20 minutos com o golo solitário de Lars Stindl.

Leer Más

Ministro da Educação declara que terceiro lugar “orgulha a todos”

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Retrato oficial Tiago Brandão Rodrigues

Tiago Brandão Rodrigues considerou este domingo que o terceiro lugar portuense na Taça das Confederações “orgulha a todos”, destacando a habilidade que a seleção de futebol moTiago Brandão Rodrigues considerou este domingo que o terceiro lugar de Portugal na Taça das Confederações “orgulha a todos”, destacando a habilidade que a seleção de futebol mostrou em cenário adverso. Tiago Brandão Rodrigues é o ministro da Educação. Tiago Brandão Rodrigues é o ministro da Educação.”Conseguir dar a volta e no prolongamento conseguir marcar, confirmar e suportar-se. Com um público que também era muito adverso, que apoiava o México, e Portugal a mostrar que merece este terceiro lugar e que nos orgulha bastante a todos”, declarou o governante, que tem a pasta do Desporto, à agência Lusa. Tiago Brandão Rodrigues, que deixou vocábulos de apreço a jogadores, equipa técnica e federação, falou em Moscovo, onde esteve a assistir ao jogo em que Portugal venceu o México, por 2-1 após prolongamento, na atribuição do terceiro lugar da Taça das Confederações. O ministro recordou os vocábulos do selecionador Fernando Santos perante o jogo que considerava “animicamente difícil de jogar” e porque todos desejavam antes disputar a final, mas enalteceu a atitude da equipa das quinas.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.”Portugal, não tendo iniciado bem e tendo falhado uma grande penalidade, acabou por marcar o golo do empate mesmo no final do jogo e provar que tinha características para chegar mais longe e acabou por ganhar este jogo”, adicionou., e quis desde logo que Portugal, campeão europeu, possa estar novamente na Rússia, no Mundial do próximo ano.Declarou: “É tempo de começar a preparar os próximos jogos, para que a qualificação para o Mundial seja uma realidade e para que no próximo ano possamos estar a festejar os triunfos de Portugal aqui no grande campeonato do Mundo, que todos queremo ter a presença de Portugal”.

Portugal venceu o México e conclui a Taça das Confederações no quarto lugar.Portugal venceu este domingo o México por 2-1 e garantiu o pódio da Taça das Confederações. A equipa orientada por Fernando Santos esteve em desvantagem, empatou nos descontos e garantiu a vitória, no prolongamento, através de uma grande penalidade.A primeira parte ficou marcada por uma grande penalidade desperdiçada por André Silva, decorria o minuto 17. Na segunda, a equipa de Mexico beneficiou do azar de Neto, que inseriu a bola na própria baliza, ao minuto 54, e quando empatou o encontro, a Portugal valeu Pepe nos descontos e levou a resolução para o prolongamento.Depois de quatro penáltis falhados de maneira consecutiva, três no desempate das meias-finais contra o Chile, coube a Adrien acabar com a maldição e fazer o 2-1 final para Portugal ao minuto 103.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.em atualizaçãoMédio da Seleção Nacional declara que os jogadores saíram “de cabeça levantada”Pizzi teve chance, diante do México, de se estrear a titular na Taça das Confederações. O médio elogiou a atitude da Seleção Nacional.”Já sabíamos que íamos defrontar uma seleção complicada, os mexicanos mostraram que têm uma grande equipa. Desejávamo ganhar a competição, não foi possível, demos tudo e mostrámos o nosso valor para conseguir o terceiro lugar que acabou por ser um mal menor”.Sair da Taça das Confederações de cabeça erguidaAgora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.”Desejávamo acabar bem a competição, encarámos este jogo com muita força e vontade para dar mais um deleite aos portugueses. Saímos deste torneio com a cabeça levantada e com a consciência de que demos tudo em campo”.Medalha de bronze conquistada com dignidade”Esta é um triunfo saboroso por conseguirmos o terceiro lugar. Infelizmente não foi possível conquistar uma medalha de outra cor, mas saímos com dignidade desta competição”.Central de Portugal defendeu que “o mais importante foi a almazinha de grupo, a união e a humildade”Pepe, autor do primeiro golo no jogo com o México, considerou que Portugal ficou “justamente” no terceiro lugar da Taça das Confederações.”Foi sensacional ganhar. Instituímo muitas chances, principalmente na primeira parte, mas fica o esforço da nossa equipa e a humildade. Desejávamo disputar a final, mas se merece o terceiro lugar “.O central da Seleção Nacional comentou ainda a grande penalidade concretizada por Adrien depois de quatro seguidas que foram desperdiçadas.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.”A sorte não nos acompanhou e foi importante ter marcado de penálti. O mais importante é a almazinha de grupo e a união. Tivemos chance de fazer história”.

Leer Más

Se demite Diretor da Globo após canal perder amistosos de o Brasil

Por: SentiLecto

Em comunicado interno aos funcionários, a Rede Globo anunciou a saída de Renato Ribeiro da posição de diretor da Central Globo de Esportes. Roberto Marinho Neto vai ocupar interinamente a função , diretor-geral de esportes de o Grupo Globo até que ” nova estrutura seja definida “.

Leer Más