Governo conservador de extrema-direita da Áustria declara que vai ser um parceiro confiável da UE

Por: SentiLecto

A nova aliança conservadora e de extrema-direita do governo da Áustria declarou, neste sábado, que seria uma parceira confiável da União Europeia, que busca se reformar para devolver mais poder aos governos nacionais.

Leer Más

Votações presidenciais de Rusia são convidadas para 18 de março de 2018

Por: SentiLecto

As próximas votações presidenciais na Rússia ocorrem no dia 18 de março de 2018, segundo a convocação oficial aprovada nesta sexta-feira pelo Conselho da Federação, a Câmera Alta do Parlamento do país.

Leer Más

Jordânia inicia ofensiva diplomática antes de movimento de Trump sobre Jerusalém

Por: SentiLecto

– A Jordânia iniciou consultas sobre a convocação de uma reunião de emergência da Liga Arábe e a Organização de Cooperação Islâmica antes de um movimento esperado para esta semana pelDonald Trump que , que se desviaria dos presidentes dos EUA anteriores que insistiam que o status de Jerusalém deveria ser decidido em negociações, atraíram críticas da Autoridade Palestina e sem dúvida enfureceram o mundo árabe, de reconhecer Jerusalém como capital de Israel, declarou uma fonte da Jordânia. Donald Trump é o presidente dos Estados Unidos. Uma autoridade do governo dos EUA declarou na sexta-feira que Trump possivelmente faria um discurso polêmico na quarta-feira. Reconhecer Jerusalém iria revogar décadas de uma política norte-americana e provavelmente inflamar nervosismos no Oriente Médio. A Jordânia, atual presidente da domo Árabe, vai convidar membros das duas organizações para uma reunião para “debater formas de lidar com as consequências de tal resolução que provocou alarme e preocupação”, declarou a fonte diplomática jordaniana à Reuters. A fonte diplomática, para não ser identificada. declarou: “Isso pode prejudicar todos os esforços para o andamento do processo de paz e tem um alto risco de provocar os países árabes e muçulmanos e comunidades muçulmanas no Ocidente”. A dinastia Hachemita do rei Abdullah é a guardiã dos locais sagrados muçulmanos em Jerusalém, tornando Amã sensível a qualquer mudança de status na disputada cidade. Os palestinos desejam Jerusalém Oriental como a capital do seu futuro Estado, e a comunidade internacional não reconhece a reivindicação de Israel sobre toda a cidade, que abriga locais sagrados para as religiões judaica, muçulmana e cristã. A Jordânia perdeu Jerusalém Oriental e a Cisjordânia para Israel durante a combate árabe-israelense de 1967 e declara que o destino da cidade só deve ser decidido no final de um acordo final. “É essencial que não sejam tomadas resoluções unilaterais que modifiquem o status quo histórico jerosolimitano como uma cidade ocupada cujo destino precisa ser determinado em negociações finais sobre seu status dentro de um pacote mundial de paz”, adicionou a fonte diplomática jordaniana.

Leer Más

Sérvia: Entre a Rússia e a Nato

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Luis-Filipe-Gaspar-Belgrado-Servia

Lado a lado, paraquedistas norte-americanos e de Sérrai arremessaram-se nos céus dos arredores de Belgrado em exercícios militares propostos pela Sérvia e que vão ter servido para cimentar o relacionamento da nação balcânica com a NATO. Os treinos vão ter estado sob o olhar atencioso da Rússia, que sempre viu com desconfiança a crescente influi da Aliança Atlântica nos antigos países da União Soviética e dentro da sua tradicional esfera.

“Solicita muita coragem para os sérvios confiarem em nós, utilizarem os nossos paraquedas, deixarem que os inspecione, e também confiarem no nosso mestre de saltos. Nós temos também sérvios do nosso lado. Nós damos as ordens e depois eles repetem de seguida”, explica o Capitão Alexander Gephart.

Leer Más

‘Gucci’ Grace Mugabe, a polêmica primeira-dama no centro da luta pelo poder no Zimbábue

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Mugabecloseup2008

Estes são links externos e vão abrir numa nova janela Inicialmente a primeira-dama do Zimbábue, Grace Mugabe, alega que o vice-presidente Emmerson Mnangagwa, que ao poder, é “uma cobra venenosa” que “deve ser golpeada na cabeça”. Um dia depois, o presidente Robert Mugabe destitui Mnangagwa, que é acusado de deslealdade e abandona o país. A partir daí, o casal presidencial se dedica então a reunir suporte em seu grupo político, a União Nacional Africana do Zimbábue-Frente Patriótica , para conseguir que ela ocupe a vice-presidência do país.

Liderou o país desde 1980, primeiro como primeiro-ministro e, desde 1987 até 2017, como Presidente com poderes executivos.

Leer Más