Maiores receitas da Ipiranga fazem lucro da Ultrapar aumentar 46% no 3º tri

Por: SentiLecto

– O grupo Ultrapar teve alta de 46 por cento no lucro líquido do terceiro trimestre, apoiada no crescimento das receitas de suas maiores divisões de negócios, a rede de postos Ipiranga e a fabricante de produtos químicos Oxiteno. A empresa, que teve recusada em agosto pelo Cade a compra da Alesat pela Ipiranga, reportou lucro de 556 milhões de reais no trimestre, também alta de 125 por cento ante o segundo trimestre. A receita líquida do grupo adicionou 20,5 bilhões de reais entre julho e setembro, ampliação de 6 por cento contra um ano antes. A Ipiranga, que exibiu crescimento no volume de vendas”, comentou a companhia no relatório de resultados, que responde por cerca de 85 por cento do total, teve receita líquida 6 por cento maior na comparação anual, principalmente em função das movimentações nos preços dos combustíveis, incluindo a ampliação do PIS/Cofins em julho e do maior volume vendido. O resultado operacional da Ultrapar, que inclui de rede de postos de combustíveis à produção de químicos, foi de 1,239 bilhão de reais, alta de 20 por cento ante mesmo trimestre do ano passado, pela medição do Ebitda . Faz 2 meses, despesa financeira líquida de a Ultrapar caiu 40 por cento, para 121 milhões de reais, refletindo sobretudo a queda de as taxas de juros, apesar do ampliação de a dívida líquida total de a empresa em 12 meses para 6,8 bilhões de reais em o fim de setembro a.

Leer Más

Meirelles: Fazenda vai decidir na próxima semana sobre ampliação do PIS/Cofins

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Luiz Inácio Lula da Silva, 35.º Presidente do Brasil

Henrique Meirelles alegou na tarde desta quarta-feira ,em Washington, que terá que decidir no começo da próxima semana sobre o envio ou não de um projeto de lei ou de uma medida provisória para compensar a queda de arrecadação do PIS-Cofins. Henrique Meirelles é o ministro da Fazenda. O Supremo Tribunal Federal decidiu que o ICMS não pode entrar na base de cálculo do tributo, que será diminuída.

Henrique de Campos Meirelles é um executivo da área financeira com sólida carreira internacional.

Leer Más

Furacão Harvey provoca ampliação de custos da gasolina no Brasil

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Petrobrasbolivia2006

A Petrobras anunciou uma nova ampliação de 2,7% no custo da gasolina nas refinarias, a partir deste sábado, dia 2. De acordo com a estatal, o ajuste foi necessário devido à disparada daosccâmbiosinternacionais após a passagem do furacão Harvey, nos Estados Unidos. O custo do diesel também vai subir 4,4% neste sábado. Nos Estados Unidos, os custos futuros da gasolina subiram quase 6% somente na última quarta-feira, atingindo a máxima em mais de dois anos.

– A Petrobras anunciou nesta quarta-feira a ampliação do custo médio da gasolina nas refinarias em 0,5 por cento e o do diesel em 2,5 por cento, em reajustes válidos partir de quinta-feira. A alta acontece em meio a uma forte alta nos custos da gasolina no mercado internacional em função da borrasca tropical Harvey, que levou ao encerramento de cerca de um quarto da habilidade de refino dos Estados Unidos. Em nota, a Petrobras informou que o longo do mês de agosto a área técnica da estatal aumentou os custos da gasolina em 3,4 por cento e os do diesel em 2,2 por cento. Mais cedo, a consultoria Datagro alegou à Reuters que a disparada nos pcustosinternacionais da gasolina em razão da tborrascafez com que o produto comercializado pela Petrobras no mercado doméstico passasse a aexibidefasagem de 7,6 por cento ante os valores externos, com base em valores de terça-feira. Os futuros da gasolina nos Estados Unidos dispararam nos últimos dias, tendo subido quase 6 por cento somente nesta quarta-feira. Em nota, a Petrobras não fez nenhuma citação ao efeito da borrasca para o mercado. – A Petrobras anunciou nesta quarta-feira a ampliação do custo médio da gasolina nas refinarias em 0,5 por cento e o do diesel em 2,5 por cento, em reajustes válidos partir de quinta-feira. O ajuste acontece em meio a uma forte alta nos custos da gasolina no mercado internacional em função da borrasca tropical Harvey, que levou ao encerramento de cerca de um quarto da habilidade de refino dos Estados Unidos. Os futuros da gasolina nos EUA subiram quase 6 por cento somente nesta quarta-feira, atingindo uma máxima em mais de dois anos. Em nota, a Petrobras informou que o longo do mês de agosto a área técnica da estatal aumentou os custos da gasolina em 3,4 por cento e os do diesel em 2,2 por cento. Mais cedo, a consultoria Datagro alegou à Reuters que a disparada nos pcustosinternacionais da gasolina em razão da tborrascafez com que o produto comercializado pela Petrobras no mercado doméstico passasse a aexibidefasagem de 7,6 por cento ante os valores externos, com base em valores de terça-feira. Em nota, a Petrobras não comentou o efeito do Harvey para a sua resolução sobre os reajustes. Alegou somente que a companhia “avalia que os ajustes promovidos têm sido suficientes para garantir a aderência dos custos praticados pela empresa às volatilidades dos mercados de derivados e aoaccotação. Pela sua política de custos, que calcula reajustes mais frequentes, a Petrobras não poderia ter câmbios domésticos abaixo da paridade externa. No entanto, os custos de referência do companhia no exterior e os preços para a importação são sigilosos e estratégicos, o que menciona que avaliações de analistas sobre o assunto podem divergir da paridade estabelecida pela própria estatal. – A Petrobras aumentará os custos do diesel em 0,8 por cento e os da gasolina em 4,2 por cento nas refinarias a partir de 1º de setembro, de acordo com comunicado divulgado pela estatal em seu site nesta quinta-feira. A alta de 4,2 por cento da gasolina é o maior reajuste concedido desde a implementação da nova política de custos pela empresa, há dois meses, e acontece após a disparada nos câmbios internacionais do produto por causa da borrasca Harvey nos Estados Unidos. Na quarta-feira, a consultoria Datagro havia informado à Reuters que a gasolina comercializada pela Petrobras nas refinarias aexibiadefasagem de mais de 7 por cento ante os pcustosinternacionais.

Leer Más

Governo pede suspensão de liminar que derrubou ampliação de PIS/Cofins sobre combustíveis na Paraíba

Por: SentiLecto

– A União recorreu à Justiça para cassar a liminar que derrubou oaaampliaçãode PIS/Cofins sobre combustíveis na Paraíba. Nesta quarta-feira, A Advocacia Geral da União entrou com o pedido na 1ª Vara Federal da Seção Judiciária do estado. O mandado de segurança justifica que há uma grave lesão à ordem jurídica, à economia pública e à ordem administrativa. Segundo o pedido dos procuradores, a liminar teria um conseqüência multiplicador pelo Brasil. Ou seja, poderia animar a derrubada da ampliação dos tributos pelo país completo. O governo argumenta que isso pode interferir na verba e, consequentemente, nas políticas assistenciais. Os procuradores no pedido declararam: “Programas como Minha Casa, Minha Vida, Bolsa Família e, recentemente, a autorização anunciada em 22.12.2016 de saque das contas inativas do FGTS, inegavelmente refletem no aquecimento da economia, seja pela transferência de renda direta, seja pelo que se denomina movimentação de mercado, programas esses que exclusivamente são possíveis dentro de um cenário e de um programa orçamentário”. Na semana passada, o governo conseguiu derrubar uma outra liminar que interrompia a ampliação do imposto no país completo. Dentro da equipe econômica, iniciativas como essa são vista como risco jurídico para as contas públicas. A meta de conservar o rombo das contas públicas em somente R$ 139 bilhões tem que ser revistas. Nos bastidores, há a expectativa de que esse objetivo pode ser revisto para acomodar mais gastos e poderia chegar até R$ 159 bilhões. Há duas semanas, a equipe econômica ampliou as alíquotas do PIS/Cofins para gasolina, etanol e diesel_ além de contingenciar o Orçamento em mais R$ 5,9 bilhões _ para fechar as contas de 2017. A elevação da carga tributária dos combustíveis redundará numa arrecadação complementar de R$ 10,4 bilhões este ano. A estimativa da área econômica do governo é que a ampliação do PIS/Cofins sobre combustíveis vai encarnar em média uma elevação de 7% para os consumidores.

Leer Más

Maia critica chance de governo rever a meta fiscal

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Densidade pop Maia 2011

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia , criticou neste sábado a chance de o governo rever a meta fiscal de 2017. “A minha posição é que a meta fiscal fique onde está. Não é correto gerar mais [R$] 30, 40, 50 bilhões de gastos para a população pagar”, escreveu em mensagem postada nas redes sociais. A mudança da meta depende de aprovação do Congresso Nacional.

A Maia é um município de Portugal pertencente ao Distrito do Porto, Região Norte e sub-região da Área Metropolitana do Porto, com 40 134 moradoras no seu perímetro urbano .

Leer Más