Navio com assistência humanitária padece tentativa de roubo em Dominica

Por: SentiLecto

Cidadãos de Dominica, aborrecidos com a falta de atenção do governo da ilha após os estragos deixados pelo furacão Maria, tentaram assaltar neste sábado um navio que chegou a Roseau – a capital – com suprimentos e assistência humanitária.

Leer Más

Reino Unido: discurso de May revela as fraquezas da premier

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Theresa May

‘Essa é uma luta entre tempo e dinheiro”, foi como um ministro da União Europeia descreveu as negociações do Brexit nesta semana. Para evitar que o tempo se vá em debates inúteis e que o Reino Unido deixe a União Europeia sem uma negociação, Theresa May finalmente colocou dinheiro na mesa. Seu antigo mantra “Não fazer negócio nenhum é melhor que fazer um mau negócio”, ao reconhecer que o Reino Unido precisa de um acordo de transição de ao menos dois anos, na tarde de ontem, sua promessa de homenagear os compromissos britânicos com a UE têm que afastar a chance de as negociações darem errado, embora ela não tenha indicado nenhum valor no seu discurso em Florença, que também marcou um recuo de May em. Ainda que ela tenha utilizado somente uma sentença para amortecer o efeito no âmbito doméstico, era a língua que os vizinhos europeus desejavam escutar.

Em artigo publicado no sábado no “Daily Telegraph”, Johnson defendeu um “Brexit” duro, defendendo que o Reino Unido vai economizar dinheiro por estar fora do bloco.

Leer Más

May alega que Reino Unido conservará leis da UE durante transição ao Brexit

Por: SentiLecto

Theresa May garantiu nesta sexta-feira que o Reino Unido conservará as leis comunitárias durante o processo de saída da União Europeia Theresa May é a primeira-ministra britânica., mas o direito será reservado de proteger fronteiras. as suas fronteiras.

Leer Más

Autoridades dos EUA vão fazer anúncio sobre melhoria de medidas de segurança

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Donald and Ivana Trump

Autoridades do Departamento de Segurança Interna dos EUA, Casa Branca, Departamento de Estado e Departamento de Justiça vão fazer um anúncio na tarde desta sexta-feira para debater “medidas mundiais de melhoria de segurança”, declarou o Departamento de Segurança Interna em um comunicado.

As informações do anúncio estão embargadas até 18h .

Leer Más

Desabrigados por sismo no México se reúnem em vilarejo improvisado; mortos chegam a 286

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Barack Obama and Enrique Peña Nieto

– Habitantes desesperados que ficaram desabrigados após o sismo mais mortífero a atingir o México em uma geração se reuniram em um vilarejo de barracas no sul da capital nesta sexta-feira, começaram a provar sinais de exaustão três dias após o sismo, quando o número de mortos subiu para 286 e os agentes de resgate. O sismo de magnitude 7,1 de terça-feira derrubou 52 construções na extensa Cidade do México, desencadeando uma busca frenética por sobreviventes e levando os partidos políticos a superarem uns aos outros com promessas de doações aos esforços de resgate, de olho na votação do ano que vem. A extensão dos prejuízos do tremor se tornou aparente na cidade de 20 milhões de moradoras. Muitas pessoas cujas moradias se tornaram inabitáveis buscavam locais para chamar de lar, ampliando o risco de uma carência de habitações nas próximas semanas. Apesar das esperanças minguantes de encontrar sobreviventes, Enrique Peña Nieto insistiu que as operações de resgate vão continuar. Enrique Peña Nieto é o presidente de Mexico. A mídia local noticiou que autoridades militares retiraram duas pessoas dos destroços de uma fábrica têxtil no bairro central de Colonia Obrera, na capital, no final da quinta-feira, mas se elas sobreviveram, não ficou claro de imediato. No complexo de Girasoles, localizado no sul da cidade, autoridades isolaram grandes áreas da propriedade depois que dois de seus cerca de 30 edifícios de apartamentos desabaram. Um cartaz manuscrito fixado na rua listava 14 pessoas supostamente mortas no local. Residentes angustiados, que tiveram fases de 20 minutos para recolher pertences de seus apartamentos, temiam que suas depois que inspetores determinassem quais construções, casas fossem modificadas em ruínas são seguros e quais podem ter que ser demolidos por encarnarem um risco à segurança pública. “O edifício está bastante, bastante danificado. Ele se mexe. Tudo se mexe”, declarou Vladimir Estrada, programador musical de rádio de 39 anos, ao voltar de uma visita apressada a seu apartamento no quinto andar com sacolas plásticas cheias de objetos pessoais. O sismo intenso de terça-feira aconteceu no aniversário do sismo letal de 1985 que matou cerca de 5 mil pessoas na Cidade do México, assustando muitos habitantes. No final da quinta-feira a Marinha de Mexico se desculpou por ter transmitido informações incorretas sobre a história de uma menina supostamente soterrada sob uma escola da capital que acabou se revelando fictícia.

O sismo também foi sentido em Oaxacla, uma das zonas mais afetadas pelo sismo que atingiu o país em 7 de setembro, de magnitude 8,1, deixando 98 mortos e 200 feridos.A comoção sísmica acontece no mesmo dia em que se relembra o 32º aniversário do violento sismo que arrasou o México em 1985, com milhares de mortos. As autoridades de Mexico realizaram nesta terça-feira uma grande simulação de sismo no país completo, uma ação realizada anualmente na data.- Um forte sismo de magnitude 7,1 atingiu a região central do México nesta terça-feira, matando ao menos 60 pessoas em vários Estados, derrubando dezenas de construções na densamente habitada capital de Mexicode Mexico e levando milhares de pessoas em pânico para as ruas. O presidente Enrique Peña declarou que 27 construções desmoronaram na Cidade do México, uma das maiores do mundo. Pelo menos quatro pessoas faleceram na cidade, de acordo com o prefeito Miguel Angel Mancera. No Estado de Morelos, ao sul da Cidade do México, 42 pessoas faleceram, segundo o governador do Estado. Autoridades relataram outras mortes na região de Puebla e no Estado do México. Quando o sismo aconteceu, a dentista Claudia Meneses, que estava em seu hospital no bairro de Lindavista, na Cidade do México no meio da tarde declarou: “As pessoas estão realmente assustadas agora”. “Nós vamos para um edifício que caiu para ver se podemos auxiliar.” Sismos de magnitude 7 ou superior são classificados como fortes e capazes de provocar extensos prejuízos. Imagens da TV mostravam um edifício de diversos andares na capital com um andar intermediário desabado. Sirenes tocavam e socorristas corriam ao local. Outro vídeo mostrava a lateral de um edifício do governo se soltando e caindo na rua, enquanto transeuntes berravam. Integrantes de equipes de resgates retiraram ao menos um sobrevivente de um edifício desabado no bairro de Condesa, próximo ao centro da Cidade do México. Donald Trump declarou em publicação no Twitter: “Deus abençoe o povo da Cidade do México. Donald Trump é o presidente dos Estados Unidos. Nós estamos com vocês e vamo estar lá para vocês”. A cidade e sua área circundante são lar de cerca de 20 milhões de pessoas. Em Cuernavaca, uma cidade no Estado de Morelos, ao sul da Cidade do México, houve relatos não confirmados em uma rádio local de pessoas presas entre edifícios desabados. A TV mexicana e redes sociais mostraram carros esmagados por destroços. Muitas pessoas escaparam para as ruas e linhas elétricas e de telefones caíram em partes da capital. Rosaura Suárez, ao lado de uma multidão na rua declarou: “Nós saímos bastante rápido, deixando tudo como estava e simplesmente saímos”. O sismo ocorreu horas após muitas pessoas participarem de exercícios de sismos pelo país no aniversário de um devastador sismo que matou milhares na Cidade do México em 1985. Faz 15 dias, outro sismo também afetou muitas pessoas em o sul de o México que matou ao menos 98 pessoas. O epicentro do sismo desta terça-feira estava localizado no Estado central de Puebla, informou o Serviço Geológico dos EUA.- Pelo menos 42 pessoas faleceram no Estado mexicano de Morelos depois de um forte sismo atingir a região central do México nesta terça-feira, declarou o governador Graco Ramírez, levando o número de mortos na calamidade a 49. Alfredo Dal Mazo declarou que o número de mortos no Estado subiu para pelo menos cinco pessoas, ante os relatos iniciais de duas mortes. Alfredo Dal Mazo é o governador do Estado do México. Se relataram outras duas mortes em o Estado de Puebla. Enrique Peña Nieto declarou que 27 construções desmoronaram na capital, Cidade do México. Enrique Peña Nieto é o presidente de Mexico.

Leer Más