PL para trocar Lei de Informática deve ser exibido ainda em novembro

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – EU Council room

A condenação da Organização Mundial do Comércio ao Brasil por subvencionar os setores de automóveis, telecomunicações e informática levou a Câmara dos Deputados a agilizar os debates sobre o tema.

Em audiência pública na Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara, na semana passada, o deputado Celso Pansera informou que vai exibi ainda neste mês um projeto para trocar a atual Lei de Informática .

Leer Más

IPCA agiliza alta a 0,42% em outubro, nível mais alto em um ano, mas aquém do esperado

Por: SentiLecto

JANEIRO/SÃO PAULO – Os custos da energia elétrica pressionaram em outubro e a inflação oficial do Brasil atingiu o maior nível em pouco mais de um ano, mas o avanço foi um pouco aquém do esperado e não prejudica a trajetória de corte dos juros básicos pelo Banco Central a mínimas históricas. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo agilizou a alta a 0,42 por cento no mês passado, contra 0,16 por cento em setembro, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística nesta sexta-feira. O resultado é o mais aumentado desde agosto do ano passado , mas ainda assim ficou abaixo da expectativa em pesquisa da Reuters com analista de progressão de 0,47 por cento. Faz 1 mês, com isso, a alta de o IPCA chegou a 2,70 por cento em outubro, sobre 2,54 por cento em o mês anterior, e contra expectativa de 2,75 por cento na pesquisa. Ainda permaneceu abaixo da meta do governo para o ano, de 4,5 por cento, com margem de 1,25 ponto percentual para mais ou menos. O IBGE assinalou que a principal influência de alta no índice foi a energia elétrica, cujos custos ficaram em média 3,28 por cento mais caros. Isso porque em outubro começou a valer a bandeira tarifária vermelha nível 2, a mais alta.[nL2N1MA1SM] A energia tem que voltar a afliçãozinha em novembro, diante de mudanças nas bandeiras tarifárias já aprovadas pela Agência Nacional de Energia Elétrica . A ampliação de 4,49 por cento nos custos do gás de botijão no mês também pesou no bolso dos consumidores, reflexo do reajuste de 12,9 por cento nos custos refinaria. Faz 2 meses, ambos fizeram de o grupo Habitação, depois de recuar 0,12 por cento em setembro. O efeito desse grupo no IPCA todo foi de 0,21 ponto percentual no mês passado. Faz 1 mês, já os custos de os alimentos registraram deflação de 0,05 por cento, sexto mês seguido de queda em os custos. Faz 2 meses, ela havia sido de 0,41 por cento, em setembro. O administrador do IBGE para o IPCA, Fernando Gonçalves realçou: “Os alimentos também estão perdendo força e esse parece ser o fim do grande bonificações para os custos vindo da superoferta agrícola”. Mesmo com a tendência de alta no final deste ano, a inflação permanece em níveis muito baixos e conserva o percurso livre para o BC levar a Selic a mínimas históricas nos próximos meses. No mês passado, depois de diminuir a taxa para os atuais 7,5 por cento, o BC deixou claro que continuará o movimento de queda em dezembro e deixou a porta para continuar no começo de 2018. “Ainda não dá para decartar completamente a inflação abaixo do piso , mas está cada vez mais improvável”, declarou Marcio Milan calculando o IPCA a 3,2 por cento no fMarcio Milan calculando o IPCA a 3,2 por cento no fim deste ano. Marcio Milan é o analista de inflação da Tendências Consultoria. Marcio Milan é o analista de inflação da Tendências Consultoria. “O cenário para o BC continua o mesmo, independente do encerramento do IPCA, ele está olhando as expectativas para 2018 e 2019, e não existe mais possibilidades de a inflação afetar a política monetária no curto prazo”, completou. A Tendências projeta mais um corte de 0,5 ponto e outro de 0,25, com a Selic concluindo 2018 a 6,75 por cento. A pesquisa Focus do BC com economistas coloca a Selic em 7 por cento no fim deste ano e também de 2018, nova mínima histórica, mas já há expectativas de que vá a 6,5 por cento em fevereiro.

Leer Más

Xi e Trump dizem opiniões opostas sobre globalização no domo do APEC

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Donald and Ivana Trump

Xi Jinping defendeu a globalização nesta sexta-feira no Fórum de Cooperação Econômica Ásia-Pacífico pouco depois que seu homólogo dos Estados Unidos, Donald Trump, que descartou acordos multilaterais como o que maneira o APEC e o Tratado Transpacífico , do qual se retirou em janeiro, utilizasse a mesma bancada para exaltar a bilateralidade. Xi Jinping é o presidente chino. “Nas últimas décadas, a globalização econômica contribuiu significativamente ao crescimento global. E mais, se modificou em uma mudança histórica irreversível”, declarou Xi na reunião de chefes de Estado e de governo do APEC realizada em Da Nang, no centro do Vietnã.

Dmitry Peskov declarou nesta terça-feira que o presidente de Rusia, Vladimir Putin Dmitry Peskov é o porta-voz do Kremlin., e Donald Trump devem debater a Coreia do Norte durante o fórum de Cooperação Econômica Ásia-Pacífico no Vietnã nesta semana. Donald Trump é o presidente dos Estados Unidos.Trump fez a declaração durante uma entrevista coletiva realizada em Tóquio junto com Shinzo Abe na primeira parada da viagem pela Ásia do presidente de Americade America, que também o vai levar na China entre os dias 6 e 8 de novembro. Shinzo Abe é o primeiro-ministro do Japão.la lhe vai dar a chance de promover sua agenda de comércio e investimentos na região. Finalmente, vai dar a Trump a chance de trabalhar diretamente com líderes regionais para pressionar o governo da Coreia do Norte e mencionar que os EUA pretendem continuar sendo uma forte presença no Extremo Oriente e Sudeste Asiático. Infelizmente para o presidente de America, ele carece de credibilidade política, em casa e no exterior, para concretizar qualquer desses objetivos.

Leer Más

Embraer comemora resolução dos EUA contra Bombardier por subvenções

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Embraer legacy 600 g-irsh arp

– A de Brasil Embraer EMBR3.SA> festejou a resolução do Departamento de Comércio dos Estados Unidos na terça-feira de impor tarifas compensatórias preliminares antisubsídios de 220 por cento nos jatos CSeries produzidos pela Bombardier BBDb.TO>. A resolução veio depois que a Boeing BA., que n> alegou que o governo CSeries são injustamente subvencionados os jatos canadenses , Embraer declarou em uma declaração por email que a resolução dos EUA reforça o argumento brasileiro perante a Organização Mundial do Comércio de que as subvenções à Bombardier violam aosodeverescomerciais dcanadenses No entanto, uma fonte da indústria aeronáutica declarou que a resolução dos EUA tem resultado misto para a Embraer, a desistirem de adquiri os jatos brasileiros por medo, uma vez que pode levar empresas aéreas de atraírem vingança comercial similar.

Marc Meloche declarou que a fabricante de aviõezinhos também debate com companhias de leasing sobre a venda de C-Series. Marc Meloche é chefe de finanças da Bombardier Comercial Aircraft. Nquanto estava na China., ele falou à Reuters e o executivo ddeclarouque o interesse dchinoé alto. “A Bombardier está conversando com as três principais aéreas chinesas, bem como muitas organizações regionais e startups. Todos estão bastante interessados no Bombardier C-Series”.

Leer Más

OMC declara que comércio mundial é recuperado, mas protecionismo continua um risco

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – WhiteandKeynes

O comércio global está se recuperando fortemente, mas os riscos permanecem, informou a Organização Mundial do Comércio nesta quinta-feira, com expectativa de crescimento do comércio em 3,6 por cento em 2017, bem acima do 1,3 por cento do ano passado.

Organização Mundial do Comércio é uma organização instituída com o objetivo de supervisionar e liberalizar o comércio internacional.

Leer Más