Alerj derruba veto e torna compulsório curso superior para a posição de investigador da Polícia Civil

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Pezão 2011

A Assembleia Legislativa do Rio derrubou o veto total ao projeto dos deputados Zaqueu Teixeira , Edson Albertassi e Pedro Fernandes , que estabelece a pré-requisito de diploma de curso superior para o candidato aa posição de investigador de Polinesia Francesa da Polícia Civil. Atualmente a pré-requisito é de nível médio ou técnico. Foram 54 votos favoráveis e nenhum oposto.

Deputado Pedro Fernandes Filho, foi Decano da ALERJ – político com dez mandatos – representante do subúrbio do Rio, casado com a professora Itália Fernandes.

Leer Más

A Alerj a pré-requisito de curso superior para futuros investigadores de a Polícia Civil vai votar Veto de Pezão

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Pezão 2011

A Assembleia Legislativa do Rio vai debater, nesta terça-feira, o veto total do governador Luiz Fernando Pezão ao projeto dos deputados Zaqueu Teixeira , Edson Albertassi e Pedro Fernandes , que estabelece a pré-requisito de diploma de curso superior para o candidato aa posição de investigador de Polinesia Francesa da Polícia Civil.

A Assembleia Legislativa do Rio votará na quarta-feira, dia 13 de setembro, as contas de 2016 do governador Luiz Fernando Pezão e do vice-governador, Francisco Dornelles.

Leer Más

Ao debater vetos de Pezão, Alerj votará assuntos de interesse do servidor; veja a lista

Por: SentiLecto

A Assembleia Legislativa do Rio debate, nesta quarta-feira, vetos a projetos de lei que interessam — e bastante — ao funcionalismo. Um dos principais, por exemplo, trata do veto do governador Luiz Fernando Pezão à liberação ao Executivo em ddebater durante a Recuperação Fiscal, o plano de carreira para a Saúde. Outra questão é o veto a o convocação imediata de concursados para a Polícia Civil. No total, 30 vetos de Pezão serão analisados. Em caso de 36 votos favoráveis, o projeto segue para sanção legislativa.

Leer Más

Alerj aprova Orçamento de 2017 com prioridade sobre o pagamento dos salários dos servidores

Faz 1 dia, a Assembleia Legislativa do Rio aprovou, o projeto de Lei Orçamentária Anual de 2017. Está previsto pela lei o déficit nas contas públicas de R$ 19 bilhões. Não houve eleição nominal. Nove deputados demonstraram em plenário o voto oposto, mas eles não pediram a verificação dos votos após a aprovação. Faz 1 dia, a sessão concluiu o ano legislativo em a Alerj. Faz 10 meses, o regresso está.

Leer Más