Se mata Homem com nove tiros dentro de lava-jato em a Baixada Fluminense

Por: SentiLecto

Quando estava em um lava-jato em Queimados, matou-se um homem identificado como Anderson Ferreira de Barros a tiros, em a tarde de este domingo em a Baixada Fluminense. A Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense , que confirmou o caso, foi acionada por volta das 16h, com informações de que um assassinato teria acontecido na Rua Olegário Dias, Lote 2, Quadra 4, na região de São Miguel. Atingiu-se a vítima segundo um agente de o 24º BPM, que acompanhou a perícia em o local, por pelo menos nove disparos de arma de fogo.

Leer Más

Acusado de matar a namorada é preso em ação conjunta no interior do Rio

Por: SentiLecto

Capturou-se Paulo Roberto Soares de 38 anos procurado desde abril, Paulo Roberto Soares, de 38 anos, , em este domingo, em a cidade de Paulo de Frontin, em o interior fluminense, em uma ação conjunta entre agentes de a 98ª DP e policiais de o 10º BPM.

Leer Más

Homem assinalado como administrador do tráfico é preso durante operação em Copacabana

Por: SentiLecto

Um dos administradores do tráfico de drogas no conjunto habitacional Cruzada, na Zona Sul do Rio, foi preso na manhã deste domingo durante uma operação na comunidade do Cantagalo, em Copacabana, na mesma região. Se divulgou o nome de o preso não . Realizou-se a ação por policiais de o Batalhão de Ações com Cães ( com o propósito de reprimir o tráfico de drogas em a área.

Leer Más

Tiroteio no Complexo do Alemão assusta habitantes pelo segundo dia consecutivo

Por: SentiLecto

Um tiroteio na manhã deste domingo assustou habitantes do Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio. Segundo o comando da Unidade de Polícia Pacificadora Nova Brasília, policiais realizavam patrulhamento pela região da Praça do Índio quando ​suspeitos armados atiraram contra os agentes, por volta das 8h30. Houve confronto. Ninguém foi preso. Até o momento, não há registro de presos ou feridos no incidente.

Leer Más

Rio interrompeu orçamentos de programa de proteção a testemunhas antes da crise

Por: SentiLecto

No que depender do governo do Rio, o Programa de Proteção a Vítimas e Testemunhas Ameaçadas está em risco. Faz 4 anos, o serviço recebeu por a última vez orçamentos estaduais — R $ 200 mil — e, desde então, conta só com recursos federais, em 2013. Dos 14 estados que contam com o Provita, o Rio é o único que não contribui com o programa, instituído para funcionar em parceria com a União.

Leer Más