Com incerteza política, agência declara que pode rebaixar nota brasileira

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Ministério da Fazenda, durante protestos contra as reformas trabalhistas e da Previdência Social.Foto:Marcelo Camargo/ABr

Leer Más

Fazenda reafirma compromisso com recuperação da economia, ao comentar nota de agência de risco

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Ministério da Fazenda, durante protestos contra as reformas trabalhistas e da Previdência Social.Foto:Marcelo Camargo/ABr

Leer Más

BC continua monitorando mercados e atua para conservar-los em plena funcionalidade,declaraz Ilan

Por: SentiLecto

– O Banco Central vai continuar monitorando o efeito das notícias do cena político nos mercados financeiros e atuando para conservar-os em plena funcionalidade, reafirmou Ilan Goldfajn nesta segunda-feira, em acontecimento em São Paulo. Ilan Goldfajn é o presidente do BC.. Ilan também reiterou que o BC e o Tesouro Nacional dispõem de “vários instrumentos” para tanto, conforme pontos de seu discurso publicados no site do BC.

Leer Más

Fitch: incerteza política amplia risco de crédito dos bancos

Por: SentiLecto

Três dias depois do relatório em que assinala a ampliação da incerteza sobre a aprovação das reformas da Previdência e trabalhista por causa da crise política, a agência de classificação de risco Fitch alegou que o fenômeno vai ampliar o risco de crédito dos bancos. O documento assinala que o ambiente político não provocará uma danificação imediata e brusca das características dos ativos dos bancos. Só que o crescente risco político tende a ampliar a incerteza de políticas e do Legislativo, em um momento em que a reforma econômica e a agenda legislativa são críticas para a recuperação da economia.

Leer Más

Tarifa extra de China para açúcar diminuirá importações e vai afetar Brasil, declara Unica

Por: SentiLecto

– Uma tarifa complementar de China para importação de açúcar diminuirá as compras do produto pela China, que , que já cobrava até 50 por cento sobre as importações, anunciou nesta segunda-feira uma tarifa complementar de 45 por cento, e consequentemente vai afetar o Brasil, o maior exportador mundial do produto, alegou nesta segunda-feira Eduardo Leão em teleconferência para comentar o tema. Eduardo Leão é o diretor-executivo da União da Indústria de Cana-de-Açúcar . Enquanto as exportações anuais brasileiras para o país de Asipovicy terão que cair em 800 mil toneladas, segundo ele, a tarifa deverá diminuir em 28 por cento as importações totais pela China.

Leer Más