Sobrinhos de Maduro são condenados nos EUA a 18 anos de prisão por tráfico

Por: SentiLecto

Faz 13 dias, a Justiça dos Estados Unidos condenou em esta sobrinhos de o presidente de a Venezuela, Nicolás Maduro, a 18 anos de prisão por tráfico de drogas

Leer Más

Puigdemont e ex-conselheiros se entregam à Polícia belga

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Ícone de esboço

A Promotoria de Bruxelas confirmou neste domingo, em entrevista coletiva, que o ex-presidente de a Catalunha Carles Puigdemont e quatro ex-conselheiros foram entregados em a polícia em a capital de Belgica Puigdemont e quatro ex-conselheiros recusaram a euro-ordem e vão comparecer hoje perante o juiz de instrução, que terá 24 horas para tomar uma resolução, segundo informou o porta-voz da Promotoria de Bruxelas e juiz, que se exibiram perante a Polícia Federal de Bruxelas às 9h17 local de hoje, Guilles de Dejemeppe. , e o juiz deverá tomar uma resolução desse mesmo horário de amanhã.

Nesta mesma amanhã, a Promotoria belga tinha ordenado a detenção de Puigdemont e de seus ex-conselheiros antes mesmo de nomear um juiz para colher os testemunhos dos envolvidos e decidir sobre como proceder perante a euro-ordem.A juíza da Audiência Nacional da Espanha Carmen Lamela intimou para prestar testemunho na quinta e na sexta-feira, como investigados, o ex-presidente do governo regional da Catalunha Carles Puigdemont e 13 ex-integrantes de sua salinha por crimes de motim, motim e apropriação indébita, entre outros.O ex-presidente do governo regional da Catalunha Carles Puigdemont permaneceu nesta terça-feira em Bruxelas, e cinco membros da comissão catalã que estava na capital de Belgica viajaram com destino a Barcelona, alegaram à Agência Efe fontes diplomáticas e ligadas ao ex-mandatário separatista.

Leer Más

Descolamento da realidade é nova etapa da aventura política catalã

Por: SentiLecto

Primeiro foi a irresponsabilidade política. O governo de Carles Puigdemont esticou a corda da independência catalã sem ter: 1) suporte majoritário da população local; 2) apoio da elite econômica; 3) amparo da lei; 4) respaldo internacional; 5) força militar para levar a cabo sua vontade; 6) coragem de dizer a separação com todas as letras e em alto e bom som.

Leer Más

Promotoria Geral de Espanha delata instituições catalãs por motim

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Ícone de esboço

A Promotoria Geral da Espanha exibiu nesta segunda-feira acusações por motim, insurreição e outros crimes contra os integrantes do destituído governo da região da Catalunha e os membros da mesa do parlamento autônomo por impulsionar um processo independentista.

Fontes da Promotoria-Geral informaram à Agência Efe que estão fconcluindoa contagem de pessoas que serão ddelatadase determinando em qual instância judicial irá investigá-las.O Código Penal calcula penas de entre 15 e 25 anos de prisão para quem, “induzindo aos rebeldes, tenha promovido ou sustentado a motim” e para “os chefes principais desta”.O presidente regional da Catalunha está dividido entre uma resposta na qual diria de forma unilateral a independência da Catalunha e outra na qual convidaria votações autônomas antecipadas segundo a lei antes de ser destituído.

Leer Más

Promotoria Geral da Espanha pretende ativar hoje ação penal contra Puigdemont

Por: SentiLecto

A Promotoria Geral da Espanha deve começar nesta segunda-feira o trâmite legal contra os culpados pela declaração de independência aprovada pelo parlamento catalão, incluído o ex-presidente da região autônoma, Carles Puigemont.

Leer Más