Cavani, el gran ausente de la fiesta de cumpleaños de Thiago Silva

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Thiago Silva Brazil-England 2009

El brasileño Thiago Silva festejó este domingo en una sala del Parque de los Príncipes una fiesta por su 33 cumpleaños a la que ha asistido prácticamente toda la plantilla, con excepción del de Uruguay Edinson Cavani, el alemán Julian Draxler y el francés Layvin Kurzawa, según la radio RMC. El brasileño Thiago Silva es el capitán del PSG.

El Paris Saint Germain, que no ha contado con el brasileño Neymar por herida, se ha dejado en Montpellier los primeros puntos de la temporada tras igualar sin goles en su encuentro de la séptima jornada de la Liga de Francia. El equipo de Unai Emery, que solo modificó de su once inicial frecuente a los laterales y ha reservado al brasileño Dani Alves y al francés Layvin Kurzawa para dar ingreso al belga Thomas Meunier y al español Yuri Berchivhe, ha sido incapaz de marcar en el Stade de la Mosson.

Leer Más

PSG poupa Neymar, e brasileiro não enfrenta o Montpellier neste sábado

Por: SentiLecto

Neymar não está na lista de relacionados do Paris Saint-Germain para o jogo deste sábado , às 12h , contra o Montpellier, pelo Campeonato Francês. Quando divulgou a lista de 18 desportistas relacionados para a partida, o clube confirmou a ausência do jogador de Brasil na tarde desta sexta .

Leer Más

Neymar, contundido no pé, é baixa na partida contra o Montpellier

Por: SentiLecto

Se relacionou Neymar o astro de Brasil de o Paris Saint-Germain, , com problemas em o pé direito, não para a partida de sábado contra o Montpellier, confirmou o clube de Francia após vários meios de comunicação franceses informarem o desfalque de o camisa 10.

Leer Más

Cavani va a seguir como primera opción para los penaltis por delante de Neymar

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – L'Equipe Tour 2010 stage 1 start 2

El de Uruguay Edinson Cavani va a seguir como la primera opción para el lanzamiento de penaltis en el París Saint Germain , por delante de la estrella brasileña Neymar, según la radio francesa RMC.

El de Uruguay ha rechazado cederle el lanzamiento y a continuación, tal vez perturbado por el intercambio verbal con su compañero, se tropezó con el portero del Lyon Anthony Lopes, autor de una gran parada.

Leer Más

França tem ovos infectados com fipronil no mercado desde abril – ministro

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Charleroi vu-depuis-Couillet

Mais de 200.000 ovos infectados com fipronil, importados da Bélgica e da Holanda, foram “colocados no mercado” eStéphane Travert, que precisou que dois centros de embalagens de ovos em França receberam ovos para consumo humano infectados provenientes da Bélgica e Holanda mencionando que um primeiro lote de 196.000 ovos proveniente da Bélgica foi colocado no mercado entre 16 de abril e 2 de maio, tendo sido já consumido “sem efeito para a saúde”, alegou em declarações na rádio francesa RMC, mencionados pela agência France Press. Stéphane Travert, que precisou que dois centros de embalagens de ovos em França receberam ovos para consumo humano infectados provenientes da Bélgica e Holanda é o ministro de Francia da Agricultura. Stéphane Travert, que precisou que dois centros de embalagens de ovos em França receberam ovos para consumo humano infectados provenientes da Bélgica e Holanda é o ministro de Francia da Agricultura.O ministro adicionou que existe um parecer da agência de Francia de segurança alimentar que confirma que “o risco para a saúde humana é bastante fraco tendo em conta os níveis de fipronil constatados nos ovos infectados, e ainda considerando os costumes de Francia de consumo alimentar”.Faz 1 mês, Travert deu ainda conta de um ” segundo lote proveniente de a Holanda ” com o código 0NL43651-01, de ” cerca de 48.000 ovos 19 e 28 de julho.gora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.O ministro, “mas tendo conhecimento do número do lote, se preferirem arruinar-los ou deitá-los fora, têm toda a liberdade para o fazer”adicionotenfatizouou: “Os níveis de contaminação nãexibemam riscos para os consumidores”.u.O governante anunciou, apesar das afirmações de que não há riscos, que “todos os produtos contendo ovos produzidos em criações infectadas serão retirados do mercado” e submetidos a análises, e que os alimentos “serão recolocados no mercado em caso de resultado favorável”.Doze países europeus já reportaram que o caso atingiu eles de ovos infectados com o inseticida tóxico fipronil.Áustria, Eslováquia, Dinamarca, Bélgica, Alemanha, França, Suíça, Reino Unido, Luxemburgo, Suécia, Roménia e Holanda já reportaram a existências de ovos infectados nos seus circuitos comerciais.Faz 1 mês, quando a Holanda advertiu que tinha encontrado fipronil em vários lotes de ovos, o escândalo eclodiu a embora a Bélgica tenha detetado a presença de a substância tóxica antes, a 20 de julho.O alerta alimentar estende-se desde que se deu o alarme, já a doze países europeus, incluindo todos aqueles para onde a Bélgica e a Holanda exportaram ovos.Dois gerentes da companhia Chickfriend, a empresa de Holguín suspeita de ter utilizado o produto, foram quinta-feira detidos na Holanda, no âmbito do inquérito judicial aberta no país e na Bélgica, noticiou a estação de TV local NOS.Em Portugal, segundo a Direção-Geral da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural , os ovos em causa não estão à venda.Em grandes quantidades , a Organização Mundial de Saúde , utilizado para suprimi ácaros para o homem . e insetos , considera o fipronil como ” moderadamente tóxico ” para o homem. Proíbe-se o utilização de este pesticida é expressamente proibido em animais destinados a o consumo humano.

O ministro da Agricultura belga, Denis Ducarme, qualificou hoje de “fraude” o escândalo dos ovos infectados com o inseticida Fipronil e acusou a Holanda de não ter advertido a União Europeia apesar de saber do problema desde novembro.”Estamos perante uma fraude. Os culpados têm de ser julgados, porque não hesitaram em expor a saúde dos consumidores para enriquecerem”, declarou o ministro de Belgica durante uma discussão extraordinária no parlamento federal.Dezenas de produtores belgas e da Holanda estão a ser investigados depois da deteção de ovos infectados com Fipronil, arriscado para a saúde humana.Reino Unido, França, Suécia e Suíça foram advertidos pelas autoridades europeias para a chance de terem também ovos infectados. Segundo a Direção-Geral da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural , os ovos em causa não estão à venda em Portugal.Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a característica O Jogo.A 20 de julho, a Bélgica advertiu as autoridades comunitárias de que tinha detetado ovos infectados e, oito dias depois, a Holanda arremessou um alerta semelhante. Só a 3 de agosto, contudo, é que as autoridades de Holguín informaram de que em alguns lotes de ovos a quantidade do pesticida era superior aos limites autorizados.O ministro de Belgica declarou hoje que a agência de segurança alimentar belga tem documentos oficiais “que mencionam a presença de Fipronil em ovos de Holguín já desde novembro de 2016″.Ducarme declarou: “Sobre isso, não houve nenhuma comunicação oficial da Holanda”.O ministro de Belgica instou os deputados, eurodeputados e membros do governo presentes na discussão a “cooperar com a procuradoria de Anvers, encarregada do inquérito por ter sido uma companhia daquela província belga a fornecer o Fipronil à Holanda.A justiça de Anvers está a investigar se a Poultry Divisiov uma vez que o Fipronil é ilegal para utilização alimentar, sabia o fim a que se destinava o produto, mas está autorizado, por exemplo, para o tratamento de ácaros em cães e gatos.A ministra da Saúde Maggie de Block assegurou por seu lado aos consumidores que podem “adquiri ovos com segurança” e enfatizou que o governo está a tomar medidas para reforçar as garantias de segurança alimentar. Maggie de Block é belga.A ministra àoijornalismoantes doaddiscussão aadicionandoue todos “oretiraram-se os ovos cinfectadosdo mercado.A declarou: “Estamos a tomar todas as medidas que estão ao nosso escopo, não há razão para pânico”. Comissão Europeia anunciou na terça-feira que abriu um inquérito para determinar se as autoridades belgas informaram tarde demais o sistema de alertas alimentares comunitário sobre a existência de lotes de ovos infectados.”Quando as autoridades de Belgica tiveram conhecimento, há um inquérito em curso para estabelecer com exatidão. Até ao momento não temos nenhuma confirmação se infringiram as regras”, declarou uma porta-voz comunitária, Mina Andreeva.”Nenhuma informação sobre este caso de contaminação chegou à CE por outros canais técnicos ou por ooutratespéciede canal antes do dia 20 de julho”, insistiu a representante, rlembrandoque os Estados-membros têm “aoodeverlegal de ninformaro sistema de alerta rápido imediatamente a partir do momento em que têm conhecimento de uma ameaça para a saúde humana”.Em caso de incumprimento deste dever legal, a CE pode começar um procedimento de infração contra um Estado-membro.

Leer Más