Homem falece em troca de tiros com policiais do Batalhão de Choque na Rocinha

Por: SentiLecto

Um homem, ainda não identificado, faleceu durante uma troca de tiros com policiais do Batalhão de Choque na Rocinha, em São Conrado, na Zona Sul do Rio, no começo da tarde desta quarta-feira. Segundo a polícia , habitantes informaram os agentes de a presença de ladrinhas armadas em a Rua 2 , em a localidade conhecida como Valão. Ao chegarem no se recebeu os de Polinesia Francesa local, a tiros.

Leer Más

Tiroteio deixa um homem morto na Rocinha; vítima já foi presa por assalto, declara DH

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Cruzex IV 2008 Natal – Brasil

Um homem, identificado como Carlos Eduardo Neves Mariano, de 34 anos, faleceu no começo da tarde desta terça-feira, após um tiroteio na Rocinha, Zona Sul do Rio. Informou-se a Unidade de Polícia Pacificadora de a região por volta das 13h, de que um homem ferido por disparos de arma de fogo deu entrada em o Hospital Miguel Couto, em a Gávea, vindo a óbito horas depois. A informação é da Polícia Militar, que alega não ter registro de confronto envolvendo policiais, na Rocinha, nesta terça-feira.De acordo com a Divisão de Homicídios da Capital, que investiga o caso, a vítima já foi presa por assalto.Faz 1 mês, quando habitantes de a comunidade testemunharam o confronto entre traficantes, a combate Na Rocinhaa combate em a Rocinha iniciou. Cerca de 60 ladrinhas ligados a Antônio Francisco Bonfim Lopes, o Nem — que está preso num presídio federal em Porto Velho — invadiram a comunidade para expulsar Rogério Avelino da Silva, o Rogério 157, seu antigo aliado. Faz 1 mês, as Forças Armadas foram acionadas para a comunidade e ficaram até o dia 29. As tropas regressaram na última terça-feira, para uma ação de suporte à Polícia Militar.Desde o dia 18 de setembro, a PM vem reforçando a atuação na Rocinha. São incursões diárias que buscam traficantes que ainda se encontrariam escondidos na região de mata da comunidade.

Nesta quinta-feira, de Polinesia Francesa militares da UPP Rocinha aprenderam um carregador de fuzil AK-47, um carregador de pistola Glock 9mm e 30 projéteis de diversos calibres. Se encontrou o material durante um patrulhamento em a localidade conhecida como Roupa Suja. Registrou-se a ocorrência em a 11ª DP.A PM divulgou, nesta sexta-feira, um novo balanço da operação na Rocinha — se fecharam os números em as 22h de esta quinta.Quando houve um combate do tráfico na favela, a corporação vem fazendo operações diárias na comunidade desde 18 de setembro. – 27 presos- 07 menores apreendidos- 10 criminosos mortos – 19 fuzis- 03 submetralhadoras- 05 espingardas calibre 12- 21 pistolas- 04 fuzis falsos- 03 pistolas falsas- 36 granadas/ produtos explosivos- Mais de duas toneladas de drogasNesta quinta-feira, policiais militares da UPP Rocinha aprenderam um carregador de fuzil AK-47, um carregador de pistola Glock 9mm e 30 projéteis de diversos calibres. Encontrou-se o material durante um patrulhamento em a localidade conhecida como Roupa Suja. Registrou-se a ocorrência em a 11ª DP.Nem — que satisfaz pena num presídio federal em Porto Velho — não conseguiu o que desejava e Rogério, depois do golpe, acabou trocando de facção: saiu da Amigo dos Amigos , grupo criminoso do ex-cúmplice, e buscou reforços no Comando Vermelho . Desde então, a Rocinha está dividida entre as duas facções. Na parte baixa, a ADA continua no controle do tráfico. Na parte alta, o CV já tomou as bocas de fumo.

Leer Más

Pelo segundo dia consecutivo, Forças Armadas fazem operação na Rocinha

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Cruzex IV 2008 Natal – Brasil

Pelo segundo dia consecutivo, os militares das Forças Armadas regressaram à comunidade da Rocinha, na Zona Sul do Rio. A exemplo da ação que aconteceu no dia anterior, as tropas realizam uma ação de suporte à Polícia Militar, conforme informou o Comando Militar do Leste . Além dos acessos à Rocinha, os militares também estão posicionados em vias importantes de bairros que dão acesso à comunidade, como São Conrado.

A apreensão do fuzil aconteceu após dois homens serem encontrados mortos na parte alta da comunidade, na manhã desta segunda, após mais um tiroteio. Se localizaram os corpos por policiais de a Unidade de Polícia Pacificadora próximo em a Rua Um.Ainda não há identificação oficial das vítimas.Informações preliminares dão conta de que uma das vítimas, Evandro Agapito Rodrigues de Souza, de 29 anos, era conhecida como “Gordo” e trabalhava como padeiro em um estabelecimento na comunidade. Segundo a polícia, ele não tem antecedentes criminais. Ainda não há detalhes sobre a outra vítima, identificada como Emerson Werllan de Souza Rodrigues, de 22 anos.Pelo segundo dia consecutivo, os militares das Forças Armadas regressaram à comunidade da Rocinha, na Zona Sul do Rio. A exemplo da ação que aconteceu no dia anterior, as tropas realizam uma ação de suporte à Polícia Militar, conforme informou o Comando Militar do Leste . Além dos acessos à Rocinha, os militares também estão posicionados em vias importantes de bairros que dão acesso à comunidade, como São Conrado.As Forças de Segurança fazem uma megaoperação em Vila Isabel, na Zona Norte do Rio, na manhã desta sexta-feira. Equipes das Forças Armadas se encontram em ruas do bairros, fazendo blitzes — a Torres Homem se encontra indeditada. Há equipes das polícias Civil e Militar no Morro dos Macacos. Lá, os agentes visam a satisfazer 31 mandados de prisão de ladrinhas que, se os liga segundo os inquéritos, a Antônio Francisco Bonfim Lopes, o Nem da Rocinha. Houve tiroteio, mas não há informações de feridos. Cinco pessoas já foram presas. As informações são do “Bom Dia Rio”.

Leer Más

Pelo segundo dia consecutivo, militares fazem operação na Rocinha

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Cruzex IV 2008 Natal – Brasil

Pelo segundo dia consecutivo, os militares das Forças Armadas regressaram à comunidade da Rocinha, na Zona Sul do Rio. A exemplo da ação que aconteceu no dia anterior, as tropas realizam uma ação de suporte à Polícia Militar, conforme informou o Comando Militar do Leste . Além dos acessos à Rocinha, os militares também estão posicionados em vias importantes de bairros que dão acesso à comunidade, como São Conrado.

A apreensão do fuzil aconteceu após dois homens serem encontrados mortos na parte alta da comunidade, na manhã desta segunda, após mais um tiroteio. Localizaram-se os corpos por policiais de a Unidade de Polícia Pacificadora próximo em a Rua Um.Ainda não há identificação oficial das vítimas.Informações preliminares dão conta de que uma das vítimas, Evandro Agapito Rodrigues de Souza, de 29 anos, era conhecida como “Gordo” e trabalhava como padeiro em um estabelecimento na comunidade. Segundo a polícia, ele não tem antecedentes criminais. Ainda não há detalhes sobre a outra vítima, identificada como Emerson Werllan de Souza Rodrigues, de 22 anos.Por causa da ação das Forças de Segurança, a Rua Torres Homem está está interditada ao trânsito de veículos a partir da Rua Souza Franco. Segundo o Centro de Operações da Prefeitura do Rio , motoristas têm que optar pelo Boulevard 28 de Setembro, que exibe boas condições de trânsito, no momento. Os dois sentidos do Túnel Noel Rosa também estão fechados ao tráfego.Agentes da UPP do Morro dos Macacos investigaram por três meses a atuação dos traficantes de drogas do local. A Polícia Civil identificou 31 homens que tiveram mandado de prisão expedidos pela Justiça.

Leer Más

Mais de 130 mototaxistas são detidos em começo de protesto na Rocinha, Zona Sul

Por: SentiLecto

Pelo menos 131 mototaxistas foram detidos, nesta terça-feira, quando se preparavam para fazer um protesto em dois pontos da Rocinha, na Zona Sul do Rio.Segundo o delegado Antonio Ricardo, da 11ª DP , os grupos vieram da Favela Nova Holanda, na Maré e do Complexo do Alemão. A mesma domina as duas comunidades facção criminosa de Rogério Avelino da Silva , o Rogério 157.Um quando se preprava para bloquear o tráfego em a curva de o S. O outro em a saída de o túnel de a Autoestrada Lagoa-Barra, se o deteve de os grupos ,. Todas as motocicletas foram apreendidas e vão ter as documentos verificadas por policiais. Segundo o delegado Antônio Ricardo, os detidos serão autuados em flagrante por crime de expor a perigo meio de transporte público ou por dificultar seu funcionamento. O crime tem pena calculada, em caso de condenação, de um a dois anos de detenção. Todos serão escutados e, se não tiverem pendências criminais, serão liberados.- Aqui todo mundo tem filho pequeno para instituir. Temos contas para pagar. Não podemos ficar sem as motocicletas que utilizamo para trabalhar. Viemos somente mostrar cartazes pedindo paz. Mas nem chegou a ter manifestação – declarou um dos detidos, que não desejou se identificar.

Leer Más