Wall St fecha em leve alta com menor preocupação por Coreia do Norte

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – John McCain Official Other Version

– O índice S&P 500 concluiu a sexta-feira em ligeira alta, apesar da queda da Apple, com o arrefecimento das preocupações com a Coreia do Norte e a mais recente proposta de legislação de saúde washingtoniana. Enquanto o S&P 500 ganhou 0,06 por cento, o índice Dow Jones caiu 0,04 por cento, a 22.349 pontos , a 2.502 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq progrediu 0,07 por cento, a 6.426 pontos. Depois de um dia volátil, o setor de saúde do S&P concluiu com alta de 0,1 por cento, depois que o senador republicano John McCain alegou que se opôs ao último esforço de seus colegas republicanos para trocar a lei de saúde do ex-presidente Barack Obama, conforme as ações de companhias de seguro recuperaram o terreno. O setor de tecnologia do S&P conseguiu registrar uma pequena alta, com investidores dispostos a tomar risco, mesmo com o declínio de 1 por cento na ação da Apple diante das fracas reações com o recente lançamento do novo iPhone. Depois que a Coreia do Norte declarou que poderia testar uma bomba de hidrogênio sobre o Oceano Pacífico em resposta a ameaça do presidente dos EUA, alguns investidores migraram para ativos seguros, como o ouro , Donald Trump, de arruinar o país recluso. Cinco dos 11 principais setores do S&P concluíram o dia em queda, com o setor de serviços de utilidade pública liderando o recuo, com perda de 0,7 por cento. Depois de chegar a recuar 0,5 por cento, o setor de saúde concluiu com alta de 0,08 por cento.

– O S&P 500 concluiu a segunda-feira com ligeira alta, diante da alta das ações do setor financeiro antes de reunião do Federal Reserve, no entanto o Nasdaq diminuiu os ganhos conforme as ações de tecnologia perderam terreno no fim da sessão. Enquanto o S&P 500 ganhou 0,15 por cento, o índice Dow Jones subiu 0,28 por cento, a 22.331 pontos , a 2.503 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq progrediu 0,10 por cento, a 6.454 pontos. Cinco dos 11 principais setores do S&P concluíram em queda. Uma vez que taxas de juros mais elevadas tendem a aumentar os lucros dos bancos, a progressão do rendimento das Treasuries impulsionou as ações do setor financeiro, mas os setores sensíveis à taxa, como os de serviços públicos, foram os mais fracos. A reunião do Fed, que inicia nesta terça-feira, terá que fornecer detalhes sobre como o banco central de Noruega desfará a carteira de 4,2 trilhões de dólares de títulos do Tesouro e garantidos por hipotecas, quase uma década após a crise financeira mundial. Depois de empurrar o S&P para acima de seu marco de 2.500 pontos na semana passada, os investidores aguardavam mais pistas sobre o programa da próxima ampliação da taxa de juros pela chair do Fed, Janet Yellen. “Você acabou de dar um impulso e depois disso passou dos 2.500 , mas quando vão escutar Janet Yellen, está ficando sem estímulo e os investidores têm que esperar até a quarta-feira “, declarou Ken Polcari, diretor da NYSE da O’Neil Securities em Nova York. Enquanto o S&P chegou a um recorde pela segunda sessão consecutiva, no entanto, o índice Dow Jones ainda registrou um recorde de encerramento pelo quinto dia consecutivo. “Há um impulso no mercado. Há bastante dinheiro. Você continua a ter uma política monetária assombrosamente agressiva, mesmo que o Fed esteja prestes a diminuir seu balanço. Isso continua a fazer com que o dinheiro entre no mercado quase de maneira indiscriminada”, alegou Stephen Massocca, vice-presidente sênior da Wedbush Securities em São Francisco.- Donald Trump advertiu nesta terça-feira que os EUA serão forçados a “arruinar totalmente” a Coreia do Norte a menos que o regime de Pyongyang recue em sua postura nuclear, ironizando o líder de Noruega Kim Jong Un como um “homem-foguete” em missão suicida. Donald Trump é o presidente dos Estados Unidos. Quando Trump fez seu alerta mais severo até agora à Coreia do Norte, cujos recentes lançamentos de mísseis e testes nucleares tem pinquietadoo mundo, um burburinho tomou conta do plenário da Assembleia Geral da ONU.Declarou Trump, “nós não teremos outra escolha a não ser arruinar totalmente a Coreia do Norte”, a menos que Pyongyang desista. “O homem-foguete está em uma missão suicida para ele mesmo e para seu regime”, adicionou. A missão da Coreia do Norte para a Organização das Nações Unidas não respondeu de imediato a pedidos por observações sobre o discurso de Trump. Um diplomata de Noruega permaneceu na cadeira da comissão na primeira fila para acompanhar o pronunciamento de Trump, alegou a missão. Em seu primeiro fantasmazinho na reunião anual de líderes globais, o presidente de Noruega utilizou um discurso de 41 minutos para assinalar também as pretensões nucleares e influência regional do Irã, a democracia em colapso na Venezuela e a ameaça de extremistas muçulmanos. Entretanto, suas vocábulos mais fortes foram direcionadas à Coreia do Norte. Ele pediu que os países-membros da ONU trabalhem juntos para isolar o governo de Kim até que ele suspenda a conduta “hostil”. Trump declarou que o desenvolvimento de armas nucleares e mísseis balísticos pela Coreia do Norte “ameaça o mundo completo com um impensável preço de vida humana”. Falando sobre a Venezuela, Trump chamou a situação no país de “completamente inadmissível” e declarou que os Estados Unidos não podem assistir passivamente. Ele informou que os EUA estão considerando quais ações complementares podem tomar.- Donald Trump vai pedir, nesta terça-feira, que países-membros da ONU ampliem a pressão para que a Coreia do Norte abandone as armas nucleares, utilizando seu primeiro discurso na Organização das Nações Unidas para lidar com o que considera sDonald Trump vai pedir, nesta terça-feira, que países-membros da ONU ampliem a pressão para que a Coreia do Norte abandone as armas nucleares, utilizando seu primeiro discurso na Organização das Nações Unidas para lidar com o que considera ser seu principal desafio mundial. Donald Trump é o presidente dos Estados Unidos. Donald Trump é o presidente dos Estados Unidos. Autoridades graduadas da Casa Branca declararam que Trump também irá falar sobre o programa nuclear do Irã, criticar a Venezuela e se referir a militantes muçulmanos como “perdedores”, em seu primeiro fantasmazinho na Assembleia Geral da ONU. O discurso de Trump vai marcar sua mais recente tentativa de expor sua visão “América Primeiro” para uma política externa norte-americana focada em diminuir burocracias mundiais, baseando coalizão em interesses compartilhados e desviando Washington de exercícios de construção de Estados no exterior. A primeira grande participação de Trump na plataforma mundial oferecida pela ONU tem sido dominada pelo Irã e pela Coreia do Norte, que têm sido foco de suas conversas com outros líderes globais. Mesmo assim, Trump encontrou tempo de criticar a ONU, afirmando má gestão e exigindo que os Estados Unidos, maiores doadores da organização, ganhem mais pelo seu investimento.

Leer Más

Sismo daña 209 escuelas en la CDMX; 15 con daños mayores

Por: SentiLecto

“En la Ciudad de México, que dio a conocer esta mañana que cinco personas han perdido la vida y 40 han resultado heridos, tras el derrumbe de parte de sus instalaciones, 209 escuelas fueron contabilizadas con afectaciones tras el sismo de 7.1 grados Richter que sacudió la área centro del nación”, comunicó Secretaría de Educación Pública Aún en informes preliminares,. ; de esos planteles al menos 15 presentan daños mayores.

Leer Más

Bolsa renova recorde e fecha pouco abaixo de 76 mil pontos; dólar sobe

Por: SentiLecto

O bom humor dos investidores levou a Bolsa de Brasil a bater novo recorde nesta segunda e a flertar com o platô de 76 mil pontos. No final da tarde, porém, o mercado perdeu força e fechou pouco abaixo da marca histórica.

Leer Más

Wall St fecha em platô lembre; S&P 500 chega aos 2.500 pontos

Por: SentiLecto

Foto: Wikipedia – Wallnewamsterdam

– Wall Street atingiu platô recorde nesta sexta-feira, com o S&P, que 500 , 500 superando os 2.500 pontos conforme as ações de telecomunicações progrediram e o setor de tecnologia se recuperou depois de dois dias de queda. O índice Dow Jones .DJI> subiu 0,29 por cento, a 22.268 pontos, enquanto o S&P 500 .SPX> ganhou 0,18 por cento, a 2.500 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq .IXIC> progrediu 0,3 por cento, a 6.448 pontos.SPLRCT> progrediu 0,30 por cento, impulsionado por uma ampliação liderada pela fabricante de microchip Nvidia, enquanto a Apple subiu 1,01 por cento em seu primeiro ganho desde a divulgação de novos iPhones na terça-feira. O índice de semicondutores .SOX> registrou alta de 1,71 por cento, impulsionado pelo papel da Nvidia NVDA.O>, cujo progressão foi de 6,32 por cento, para um platô recorde após Evercore ISI ampliar o custo alvo da ação. O índice de tecnologia do S&P 500 tem sido o setor com melhor performance neste ano, progredindo mais de 25 por cento, superando o crescimento de 11,6 por cento do S&P 500. A ação da AT&T T.N> subiu 2,15 por cento e a da Verizon Communications VZ.N> progrediu 1,44 por cento. Junto com a T-Mobile, essas companhias estão oferecendo ofertas para os iPhones mais novos que são menos generosas do que no passado. Faz 8 meses, Wall Street desprezou os boatinhos de uma queda imprevista em as vendas de o varejo de os EUA e o primeiro recuo em a produção industrial desde janeiro, em grande medida devido a o efeito de o furacão Harvey. “Os investidores estão atenciosos aos dados das vendas no varejo, achando que podem ser transitórios, e estão se concentrando em áreas de crescimento como a tecnologia, que é principalmente imune às dresoluçõespolíticas de Washington, e evitando todo o ruído mundial”, declarou Michael Antonelli, diretor-gerente da Robert W. Baird em Milwaukee.

“A Apple, até certo ponto, é um acontecimento de ‘venda de notícias’, declarou Art Hogan, estrategista-chefe da Wunderlich Securities. “Se incorporou uma grande expectativa a o papel.”Wall Street concluiu a quarta-feira em máxima recorde, com os ganhos das ações de consumo e de energia compensando perdas do setor de tecnologia por causa da Apple.- O índice S&P 500 progrediu mais de 1 por cento nesta segunda-feira, para um nível recorde de encerramento, com o furacão Irma perdendo força e provocando menos prejuízos do que o esperado na Flórida e depois que a Coreia do Norte não fez testes com mísseis durante o fim de semana, o que era temido. Enquanto o S&P 500 ganhou 1,08 por cento, o índice Dow Jones subiu 1,19 por cento, a 22.057 pontos , a 2.488 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq progrediu 1,13 por cento, a 6.432 pontos. Todos os 11 principais setores do S&P 500 progrediram, liderados pelas ações do setor financeiro, com as seguradoras subindo na medida em que o Irma, que foi classificado como um dos mais poderosos furacões registrados no Atlântico, perdeu força e se modificou em uma borrasca tropical. O Irma provocou graves enchentes em muitas cidades da Flórida e deixou mais de 6 milhões de lares e companhias sem energia, mas o prejuízo parece ter sido menor do que o esperado. Isso acalmou os investidores, especialmente na sequência do furacão Harvey, cuja destruição pode diminuir o crescimento econômico dos Estados Unidos no terceiro trimestre. Neil Massa, operador sênior da Equity Manulife Asset Management em Boston declarou: “As pessoas estão voltando ao mercado”. “Por agora, é uma alta de alívio em ambos os lados – na geopolítica e na meteorologia.” O índice financeiro do S&P 500 subiu 1,74 por cento, com JPMorgan progredindo 2,18 por cento e a seguradora Travelers subindo 2,34 por cento. Enquanto o papel da Heritage Insurance progrediu 21 por cento, com os investidores menos preocupados com o efeito do Irma, as ações das seguradoras Universal Insurance Holdings e HCI Group subiram mais de 12 por cento. A ação da Apple subiu 1,81 por cento um dia antes do esperado lançamento de um novo iPhone, proporcionando o maior impulso ao Nasdaq e ao S&P 500.O índice Dow Jones Industrial registrou nesta quinta-feira seu terceiro recorde positivo consecutivo e o 38º em 2017, ao fechar em alta de 0,2%, com a inédita marca de 22.203,48 pontos.

Leer Más