MPF deseja suspensão de dragagem em terminal da Vale no RJ após morte de botos

Por: SentiLecto

– O Ministério Público Federal no Rio de Janeiro recomendou a suspensão de serviços de dragagem de manutenção em andamento em um terminal de minério de ferro da Vale em Sepetiba , após um vírus levar à morte de quase 200 botos-cinza na região. Em comunicado, divulgado nesta segunda-feira, os procuradores declararam que pediram a suspensão imediata das atividades à Companhia Portuária Baía de Sepetiba , subsidiária da Vale que opera o terminal, e ao órgão ambiental local, o Instituto Estadual do Ambiente . Procurada, a Vale declarou que se a comunicou não foi oficialmente comunicada de a recomendação. “A companhia evidencia, no entanto, que todas as suas atividades na Baía de Sepetiba estão devidamente licenciadas e sob fiscalização das autoridades hábeis, seguindo os mais altas normas de segurança em todas as suas operações”, somou a mineradora em nota. Faz 2 meses, o MPF declarou que já em o registrou se um surto de o vírus final ” morbilivírus ” em a região que compromete a imunidade de os botos,. O órgão avalia que o ruído produzido pela dragagem no terminal pode estressar os animais e ampliar a suscetibilidade deles às toxinas presentes no local. Ainda que o risco aos animais decorre da utilização da baía de Sepetiba por indústrias ao longo de décadas como destino final de efluentes líquidos e sólidos ricos em metais pesados, os procuradores federais declararam , principalmente cádmio, zinco e cromo. Um parecer de um laboratório especializado da Universidade Federal do Rio de Janeiro mencionado pelo MPF alegou que a única maneira de recuperar a população de botos na região é o desenvolvimento por eles de uma imunidade ao vírus. “É importante diminuir fatores estressores que podem levar os indivíduos a se tornarem mais suscetíveis aos efeitos locais. Sendo assim, não é recomendável qualquer atividade de dragagem, visto que a mesma vai ser impactante para uma população que está ameaçada… tornando-a mais vulnerável à instalação de denfermidades, aalegao documento. O MPF alegou que o órgão ambiental e CPBS têm prazo de 72 horas para responder se satisfarão a resolução de modo espontâneo. Procurada, a Vale, que para agitar minério de ferro, segundo informações do site da empresa, não comentou de imediato.

Leer Más

Polícia prende chefe do tráfico no Morro de São Carlos

Por: SentiLecto

Ednilson Loyola da Silva assinalado como chefe do tráfico no Morro de São Carlos, no Estácio, na Região Central do Rio, foi preso por policiais do Núcleo de Inteligência da Unidade de Polícia Pacificadora Jacarezinho, nesta terça-feira. Ednilson Loyola da Silva é o Bradock. Encontrou-se o criminoso, de 28 anos, em uma residência em a Rua Maia de Lacerda, um de os acessos a o São Carlos. A ação teve suporte da 6ª DP .De acordo com informações da Polícia Militar e da UPP, Bradock também participou da recente invasão à comunidade da Rocinha, na Zona Sul, que rredundouem diversos confrontos. Uma fotografia sua já circulava em um cartaz do Portal dos Procurados por ele ter um mandado de prisão em aberto por tráfico de drogas.

Leer Más

Servidores e pensionistas de Niterói precisam se recadastrar

Esta sexta-feira é o último dia para o recadastramento no Censo Niterói 2016. Para garantir seus pagamentos, precisam participar servidores ativos, aposentados e pensionistas dos poderes Executivo e Legislativo. O atendimento presencial ocorre das 8h às 17h em dois postos.

Leer Más